Vila Galé apontado para recuperar Palácio Rio Branco em Salvador da Bahia

21-06-2019 (17h52)

Foto: Rita Barreto/Bahiatursa
Foto: Rita Barreto/Bahiatursa

O secretário do Turismo da Bahia, Fausto Franco, anunciou hoje que deverá ser o Grupo Vila Galé a reabilitar o Palácio Rio Branco, que foi a primeira sede do governo do Brasil, em 1549, no âmbito da implementação do programa do governo português Revive naquele estado brasileiro.

Ao abrigo do protocolo com o Estado português assinado em Lisboa, a Bahia vai iniciar a recuperação, preservação e rentabilização de património público devoluto, com valor patrimonial, cultural e histórico, grande parte dele de origem portuguesa.

O primeiro edifício a ser intervencionado ao abrigo do programa Revive naquele estado brasileiro será o Palácio Rio Branco e, segundo Fausto Franco, “a ideia é que o Grupo Vila Galé faça algo lá”.

O governante, que ficou conhecido nomeadamente pela gestão de marca e carreira da banda Chiclete com Banana durante 16 anos, falava no final da assinatura do protocolo com a secretaria de Estado do Turismo de Portugal e referiu que o processo de adjudicação está ainda em fase de conclusão.

Apesar de terem sido identificados mil edifícios devolutos na Bahia, Fausto Franco considerou razoável iniciar este projecto com “20, 30 imóveis, porque o estado também não tem dinheiro", sendo por isso a opção fazê-lo através de "parcerias com o [sector] privado”.

Fausto Franco disse ainda que a ideia é seguir o exemplo português.

“Se deu certo aqui [em Portugal], se hoje o turismo tem a força que tem em Portugal, temos que seguir essa linha e replicar na Bahia, evidentemente adaptando para a nossa realidade local”, argumentou.

Na cerimónia, a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, afirmou que para “além do desenvolvimento nacional e o sucesso nacional que o programa está a ter", o Revive está a conseguir "uma grande projecção internacional” e designadamente “a ser exportado o modelo internacionalizado para os países da CPLP”.

Ana Mendes Godinho referiu que estão já a ser desenvolvidos protocolos de cooperação com São Tomé e Príncipe, Angola e Cabo Verde, tendo já programada uma viagem a Cabo Verde com um grupo de empresários portugueses para conhecerem oportunidades naquele país, no âmbito do Revive.

“Isto é também um instrumento de internacionalização das empresas portuguesas”, acrescentou.

Em Portugal, Ana Mendes Godinho afirmou que existem, actualmente, vários processos concursais na iminência de conclusão, como por exemplo a Casa de Marrocos, em Idanha-a-Velha, o Castelo de Vila Nova de Cerveira, e o do Quartel do Carmo, na cidade da Horta, Açores, e amanhã, dia 22, vai ser inaugurado o primeiro hotel requalificado ao abrigo do Revive, em Elvas, precisamente pelo Grupo Vila Galé.

O primeiro projecto de recuperação de um edifício histórico na capital baiana foi o do Convento do Carmo, no qual ficou a primeira Pousada de Portugal fora do país.

O grupo Vila Galé conta na Bahia com um hotel na capital, Salvador, e um resort no litoral Norte, em Guarajuba.

 

Clique para mais notícias: Brasil

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Revive

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Rio de Janeiro inaugura maior roda gigante da América Latina

09-12-2019 (13h53)

A cidade brasileira do Rio de Janeiro inaugurou a maior roda gigante da América Latina, com 88 metros de altura e capacidade para 432 pessoas.

Soltrópico lança promoções para luas-de-mel “com experiências exclusivas”

13-11-2019 (12h50)

O operador turístico Soltrópico lançou para o mercado uma campanha de promoções para luas-de-mel “com experiências exclusivas” nas Maldivas, Maurícia, Seicheles, Salvador, Natal e Recife.

Soltrópico leva agentes de viagens a conhecer Recife e Fortaleza

11-11-2019 (15h53)

Passeios de buggy na praia e de jangada no rio, hotéis de charme para escapadas românticas e resorts para férias animadas com toda a família, eis a diversidade da oferta de Recife e Fortaleza que a Soltrópico mostrou a um grupo de agentes de viagens, numa viagem em parceria com a TAP.

Manchas de petróleo no Nordeste do Brasil já atingiram 283 localidades

31-10-2019 (14h29)

As manchas de petróleo que começaram a chegar ao litoral do Nordeste do Brasil há dois meses já afectaram 283 localidades em 98 municípios, revela o último balanço do Ibama (Instituto Natural do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), de 30 de Outubro.

Brasil cria linha de crédito de 45 milhões de euros para áreas afectadas por derrame de petróleo

28-10-2019 (22h13)

O ministro do Turismo brasileiro, Marcelo Álvaro António, anunciou que irá disponibilizar uma linha de crédito de 200 milhões de reais (45 milhões de euros) para as regiões nordestinas afectadas pelo derrame de petróleo.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas