Almada investe 70 mil euros na vigilância das praias do concelho

24-05-2019 (16h10)

Foto: www.visitportugal.com
Foto: www.visitportugal.com

A Câmara de Almada vai investir 70 mil euros para assegurar a vigilância das praias do concelho, no distrito de Setúbal, na antes, durante e após a época balnear.

O projecto Praia Protegida 2019, que teve a sua primeira edição em 2018, é coordenado pela Autoridade Marítima e apoiado por associações de bombeiros voluntários, adiantou a vereadora da Proteção Civil, Francisca Parreira, em declarações à Lusa.

Os resultados da edição de 2018 “deram-nos a segurança e garantia de que é importante manter este dispositivo e avançarmos sem hesitação”, frisou.

Neste sentido, a autarquia decidiu investir 70.640 euros, mais 14 mil euros do que no ano passado, com o objectivo de “assegurar o socorro e assistência a banhistas”, sobretudo nas praias que são concessionáveis, mas que não estão a ser exploradas por nenhuma entidade, e também nas zonas não vigiadas, mas que habitualmente têm grande afluência, como Porto Brandão, Trafaria, Primeiro e Segundo Torrão ou Cova do Vapor.

Apesar de só firmado ontem, desde 6 de Abril que a iniciativa entrou em vigor, assegurando a vigilância dos 13 quilómetros de praias do concelho durante o fim-de-semana e feriados, com dois nadadores salvadores e um meio móvel de socorro – os mesmos meios que vão estar disponíveis no fim do Verão, entre 1 e 13 de Outubro.

A partir de 1 de Junho inicia-se a época balnear e as praias concessionadas “têm a vigilância assegurada pelos estabelecimentos que lá se situam”, segundo Francisca Parreira.

Já nas praias não vigiadas, o protocolo vai disponibilizar três nadadores salvadores, enquanto nas zonas balneares sem concessionário estarão quatro vigilantes.

De acordo com a vereadora, uma das novidades deste ano é a colaboração de duas novas associações de nadadores-salvadores, o que é representativo do “sucesso da operação”.

Desta forma, o protocolo Praia Protegida 2019 foi assinado ontem entre o município, a Capitania do Porto de Lisboa, como Autoridade Marítima Local, as corporações de bombeiros de Cacilhas e da Trafaria, e pelas associações de nadadores-salvadores Âncora, Atlântico, Caparicamar e Frente Atlântica de Costa de Caparica.

Num balanço feito em Outubro de 2018, as entidades classificaram a época balnear como “positiva” devido à cooperação estabelecida que permitiu que, em 253 ocorrências, apenas duas tenham resultado em morte, sendo que uma das vítimas teve “doença súbita” e a outra tratava-se de um jovem que se afogou no pontão da Cova do Vapor, em Setembro.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

PSP reforça policiamento de praias, transportes públicos e locais turísticos no Verão

13-06-2019 (14h52)

A PSP vai reforçar o policiamento das zonas balneares, transportes públicos e locais turísticos a partir de sábado, no âmbito da operação "Verão seguro 2019", que se prolonga até 15 de Setembro, indicou hoje aquela polícia.

Soltrópico promove ofertas para viagens à partida de Lisboa em Julho

12-06-2019 (16h20)

O operador turístico Soltrópico está a promover a sua oferta de pacotes turísticos com partida de Lisboa durante o mês de Julho, incluindo destinos como Saïdia, Porto Santo, Monastir e Boavista.

Madeira anuncia Festival do Atlântico “renovado e enriquecido”

06-06-2019 (20h06)

O Festival do Atlântico, um cartaz turístico da Madeira que decorre durante o mês de Junho, surge este ano “renovado e enriquecido”, afirmou hoje a secretária regional do Turismo, Paula Cabaço, indicando que o executivo investiu 290 mil euros no evento.

Vento e chuva forte vão chegar amanhã (quinta-feira) com a Depressão Miguel

05-06-2019 (16h44)

O IPMA prevê que a partir de amanhã, quinta-feira, o estado do tempo em Portugal Continental estará influenciado por uma superfície frontal fria de actividade moderada a forte, na sequência da depressão Miguel.

Solférias já vende Réveillon na Madeira, São Tomé, Brasil, Dubai, Cabo Verde e Tailândia

04-06-2019 (15h56)

O operador turistico Solférias anunciou hoje ao mercado que já está a comercializar programas para celebrar o Fim de Ano na Madeira, Porto Santo, São Tomé, Brasil, Dubai, Cabo Verde e Tailândia.

Noticias mais lidas