Atlântico agitado com furacões: Jose soma-se ao Irma e no Golfo do México está a tempestade 13

06-09-2017 (09h47)

Ventos do Irma sobem para 295 Km/h

O Verão 2017 está a despedir-se com intensa actividade meteorológica no Atlântico, como mostra a informação divulgada hoje pelo National Hurricane Center (NHC) dos Estados Unidos, com o "potencialmente catastrófico" furacão Irma sobre a ilha Barbuda, a tempestade tropical quase furacão Jose a meio do oceano em direcção ao continente americano e no Golfo do México a depressão 13.

A situação mais preocupante é claramente a ‘chegada’ às Caraíbas do furacão Irma, com ventos máximos continuados de 295 Km/h e rajadas ainda mais fortes, cujo ‘olho’ estava às 6h00 UTC ‘virtualmente’ em cima da ilha Barbuda e a 65 quilómetros a Norte de Antigua, embora sobre o Jose o NHC indique ventos máximos continuados de 95 Km/h e avance que a sua previsão é atinja a intensidade de furacão esta noite.

Relativamente às informações de ontem sobre o Irma, o NHC o que fez hoje foi actualizar a posição do furacão, a sua trajectória e intensidade do vento, que ontem estava nos 280 Km/h (para ler mais clique: Irma já é um “furacão extremamente perigoso de categoria 5”).

O comunicado do NHC indica que se confirmou a sua previsão de que a trajectória do Irma se alteraria de sentido Oeste para sentido Oeste - Noroeste e acrescenta que a velocidade também acelerou para 24 Km/h.

Os meteorologistas do Centro avançam hoje que, assim, o “extremamente perigoso centro do Irma” passará sobre as ilhas Leeward mais a Norte esta noite (actualmente menos cinco horas que em Portugal), passando depois perto ou sobre partes das Ilhas Virgens hoje e seguidamente perto ou sobre o Norte de Porto Rico ao fim do dia/noite de hoje.

Nesta trajectória, o Irma passará, já na quinta-feira, seguidamente ao largo da Dominicana, entre Cabo Engaño, próximo de Punta Cana, e a fronteira Norte com o Haiti, o que inclui Samaná e Puerto Plata, que já estão com Aviso de Furacão, como indica a marcação a vermelho no mapa publicado pelo NHC.

A trajectória previsível do furacão indica que segue depois para Cuba, cujas regiões costeiras desde a província de Matanzas até Guantanamo já estão com Alerta de Furacão (assinalado a cor de rosa), tal como as ilhas Turks and Caicos e as ilhas Sudeste das Bahamas.

Relativamente a ontem, a informação divulgada hoje pelo NHC mostra no entanto alguma alteração na trajectória previsível do ‘olho’ do Irma, aproximando-o mais da costa cubana, designadamente do arquipélago de Camaguey, e província de Ciego de Ávila, onde se localiza Cayo Coco, bem como da península de Varadero e Havana, e ainda da península norte-americana da Florida, onde os meteorologistas do NHC prevêm que chegue ainda com intensidade “Major”, ou seja de Categoria 3 ou superior.

A passagem junto à costa da Dominicana, em horas AST, de Atlantic Standard Time no mapa do NHC, actualmente menos quatro horas que TMG, ocorrerá segundo o NHC entre as primeiras horas e o fim do dia de amanhã, com o NHC a prever que estará ao largo da fronteira entre a Dominicana e o Haiti e praticamente sobre as Turks and Caicos pelas 20h00 de amanhã (meia noite TMG).

Seguir-se-á a passagem do ‘olho’ do Irma ao largo de Cuba, onde os meteorologistas do NHC prevêem se mantenha até às 20h00 de Sábado (meia noite em Portugal), hora em que estará nas proximidades da província de Matanzas, onde se localiza Varadero, e depois Havana.

A previsão do NHC aponta para que ‘ao deixar’ as águas cubanas, já no Estreito da Florida, a trajectória do Irma sofra uma inflexão mais para Norte, que o leva a aproximar-se das ilhas Key West e dos Everglades, na Florida, e a afastar-se de Miami, que, no entanto, não está segundo os meteorologistas livre dos ventos do furacão.

Com efeito, a informação do NHC indica  que os ventos de intensidade de furacão do Irma se fazem sentir nas regiões até 85 quilómetros do ‘olho’ do furacão e que ventos de tempestade tropical cheguem a 280 quilómetros.

 

Para ver o aviso no site do NHC clique aqui

 

Clique para mais notícias: Caraíbas

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Pelas estradas de Cuba, de Santiago a Havana

06-09-2019 (09h08)

Em mais de 1.600 quilómetros de estrada, de Santiago a Havana, pouco escapou aos profissionais de turismo portugueses e espanhóis que participaram nesta viagem a Cuba. Visitaram cidades que ainda estão a despertar para o turismo, conheceram novos hotéis e praias paradisíacas.

Santiago de Cuba, entre o mar das Caraíbas e a Sierra Maestra

06-09-2019 (09h06)

Uma cidade que respira música e animação, e ao mesmo tempo um local rico em história, assim é a segunda maior cidade do país, Santiago de Cuba, instalada entre o mar das Caraíbas e a Sierra Maestra.

El Cobre, o local de peregrinação mais sagrado em Cuba

06-09-2019 (09h02)

No meio da montanha, a espreitar entre a vegetação abudante, avistamos um edifício amarelo com cúpulas vermelhas. É a Basílica de El Cobre, o local de peregrinação mais sagrado de Cuba, a meia hora de Santiago.

Guantanamo tem mais para contar

06-09-2019 (09h00)

Um centro histórico com edifícios colonais preservados e um cenário de montanhas cobertas de vegetação a espreitar para o mar são alguns dos argumentos de Guantanamo, que tem mais para contar do que apenas a história de uma prisão norte-americana.

Baracoa, “verde contangiante” sobre uma baía chamada Porto Santo

06-09-2019 (08h57)

"Em Baracoa, o verde é contagiante", disse-nos o guia antes de sairmos de Guantanamo, uma descrição que se torna evidente quando subimos em curva e contra-curva uma cordilheira repleta de vegetação. Um cenário que nos acompanhará até chegarmos ao mar, a uma baía chamada Porto Santo.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas