APAVT inicia projecto de cooperação com associações congéneres de países lusófonos

28-11-2017 (16h21)

Foto de Nuno Carvalho, Click and Play, distribuída pela APAVT
Foto de Nuno Carvalho, Click and Play, distribuída pela APAVT

A APAVT assinou um protocolo de cooperação com as associações congéneres de Angola e Cabo Verde, que segundo revelou ao PressTUR fonte oficial da Associação marca o início de um projecto mais amplo de colaboração entre países lusófonos no sector das agências de viagens.

O protocolo de cooperação com a Associação de Agências e Operadores Turísticos de Angola (AAVOTA) e com a Associação de Agências de Viagens e Turismo de Cabo Verde (AAVT) foi assinado no 43º Congresso da APAVT, em Macau.

Brevemente deverão assinar também o protocolo a Associação de Agentes de Viagens e Operadores Turísticos de Moçambique (AVITUM) e a ABAV (Associação Brasileira de Agências de Viagens).

“Este é o primeiro passo para o arranque daquilo que pretendemos que seja uma plataforma da lusofonia para o sector”, afirmou fonte oficial da APAVT ao PressTUR.

A APAVT deverá anunciar mais novidades sobre a cooperação entre associações de agências de viagens na BTL 2018, que decorre entre 28 de Fevereiro e 4 de Março.

O protocolo assinado pela APAVT, AAVOTA e AAVT em Macau é um acordo de cooperação no sentido de acordar posições comuns e medidas que sejam necessárias nos domínios de interesse comum, designadamente na promoção, na imagem, desenvolvimento, crescimento e defesa do turismo.

O acordo prevê intercâmbio de informação e documentação de interesse para todos, nomeadamente no que se refere às relações com as companhias aéreas, com a IATA, protecção de dados pessoais e outros assuntos.

Outros pontos do protocolo incluem a promoção de relações de cooperação e colaboração entre os associados, cooperação técnica, colaboração em iniciativas directamente promovidas por cada uma das partes em termos a acordos.

 

O PressTUR viajou a Macau a convite da APAVT

 

Clique para mais notícias: APAVT

Clique para mais notícias: Congresso da APAVT

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Royal Caribbean vai crescer na Europa “sustentada na qualidade”, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h09)

A oferta de cruzeiros da Royal Caribbean no Mediterrâneo nos próximos dois a três anos talvez não “cresça muito em quantidade, mas cresce com certeza em qualidade”, avançou Francisco Teixeira, director da Melair, empresa que representa a companhia de cruzeiros em Portugal.

Melair desafia agentes de viagens a propor cruzeiros à saída de Porto Rico

12-06-2019 (13h07)

Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, desafiou ontem os agentes de viagens participantes de uma visita a um navio em Lisboa a proporem aos seus clientes os cruzeiros da Royal Caribbean com embarque e desembarque em San Juan, Porto Rico.

Redes de agências de viagens “estão mais disponíveis” para o produto de cruzeiros, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h04)

As redes de agências de viagens "estão mais disponíveis" para o produto de cruzeiros, afirmou Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, que representa em Portugal as companhias Royal Caribbean, Celebrity, Azamara e Pullmantur.

Mercado de cruzeiros português ultrapassa este ano os 60 mil passageiros, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h01)

O mercado português de cruzeiros, que depois de chegar aos 50 mil passageiros em 2010 caiu para a ordem dos 30 mil, irá este ano ultrapassar, e "bem" os 60 mil, avançou ontem Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, que representa as companhias Royal Caribbean, Celebrity, Azamara e Pullmantur.

Amadeus arrasa IATA quanto aos GDS e ao NDC

11-06-2019 (18h05)

A empresa de tecnologia Amadeus, líder mundial em processamento de reservas de voos por agências de viagens, arrasa a IATA em matéria de desenvolvimento de novos standards de distribuição, a New Distribution Capability (NDC), numa resposta a críticas da associação das companhias de aviação que considerou inexactas, enganadoras e decepcionantes.

Noticias mais lidas