Fosun vai injectar quase 500 milhões na Thomas Cook

28-08-2019 (16h44)

Foto: Thomas Cook
Foto: Thomas Cook

O grupo chinês Fosun vai injectar 450 milhões de libras (497 milhões de euros ao câmbio de hoje) na Thomas Cook, ficando com 75% da área de operação turística e 25% da companhia aérea.

O acordo divulgado pela Thomas Cook, que deverá estar concluído no início de Outubro, também prevê que os principais bancos e detentores de títulos depositarão a mesma quantia em dinheiro para as partes opostas do negócio, ou seja, contribuindo com mais 497 milhões de euros para 75% da companhia aérea e até 25% dos negócios de operação turística.

O plano, sujeito a aprovações, resultará numa diluição significativa dos interesses dos accionistas, segundo avançou a Thomas Cook, indicando que o acordo de resgate foi a melhor maneira de garantir o futuro do grupo para todos os interessados.

Em comunicado, a empresa avançou que, num anúncio feito a 12 de Julho, comunicou aos accionistas que poderiam “ter a oportunidade de participar na recapitalização por meio de investimento ao lado da Fosun e converter credores seniores em termos a ser acordados”.

“O Conselho de Administração continua a proceder com base no facto de que uma recapitalização, alcançada com o apoio dos accionistas, é o meio preferido de garantir o futuro do Grupo para todos os seus stakeholders (incluindo clientes, fornecedores e funcionários), enquanto permite simultaneamente que accionistas actuais continuem a manter um investimento na empresa”, salienta esse comunicado.

“No entanto, espera-se que a recapitalização resulte numa diluição significativa dos interesses dos accionistas actuais na companhia aérea do grupo recapitalizada e reorganizada, sujeita a feedback dos credores, dos novos fornecedores de dinheiro e de outras partes interessadas”, conclui a nota de imprensa.

 

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Viajar Tours vai ter mais 18% de lugares em voos charter este Verão

20-02-2020 (17h14)

O operador turístico Viajar Tours vai ter mais 18% de lugares em voos charter este Verão, que este ano distribuem-se por 13 operações para nove destinos, anunciou hoje a direcção da empresa.

Viajar Tours somou mais 2.500 clientes em 2019

20-02-2020 (17h11)

O operador turístico Viajar Tours somou 13 mil clientes em voos charter e regulares em 2019, mais 2.500 ou mais 23,8% que no ano anterior, anunciou hoje a direcção da empresa, que especificou ter atingido uma taxa de ocupação de 90% nos charter e nos voos regulares com lugares garantidos.

Soltrópico promove webinar sobre Djerba

19-02-2020 (14h38)

O operador turístico Soltrópico está a anunciar uma sessão de formação em formato webinar sobre a ilha de Djerba, na Tunísia, no dia 27 de Fevereiro.

Egyptair vai fazer 16 charters de Lisboa para Sharm el Sheikh este Verão

18-02-2020 (12h32)

A companhia de aviação egípcia Egyptair vai fazer um voo charter semanal de Lisboa para Sharm el Sheikh, entre o deserto da península do Sinai e o Mar Vermelho, no Egipto, entre 8 de Junho e 28 Setembro (último regresso).

Vendas BSP das agências de viagens portuguesas crescem 4,2% em Janeiro

17-02-2020 (18h35)

As agências de viagens IATA portuguesas que em 2019 atingiram um novo recorde de vendas de voos contabilizados em BSP da IATA (do inglês para Billing and Settlement Plan), próximo dos mil milhões de euros, tiveram este Janeiro um aumento em 4,2% ou 3,1 milhões de euros e atingiram o montante de 77,9 milhões.

Noticias mais lidas