Go4Travel prevê atingir perto de 400 milhões de euros em vendas este ano

12-09-2018 (14h14)

A Go4Travel, que fechou o ano passado com 366 milhões de euros em vendas, perspectiva encerrar este ano perto dos 400 milhões, depois de ter registado no primeiro semestre um aumento de 10% da vendas de passagens aéreas contabilizadas em BSP.

“Acreditamos andar perto, não chegar, mas andar perto dos 400 milhões”, disse João Matias, presidente do grupo de agências de viagens, constituído por 42 accionistas com cerca de 100 balcões em Portugal Continental, Açores e Madeira.

No ano passado, segundo informado hoje em conferência de imprensa, as vendas de voos regulares pelas agências de viagens da Go4Travel, contabilizadas em BSP, ascenderam a 164 milhões de euros, o que, de acordo com dados a que o PressTUR teve acesso  equivale a uma quota de mercado de cerca de 19,7%.

No primeiro semestre deste ano, acrescentou João Matias, as agências do grupo estão com um aumento de cerca de 10% das vendas de voos em BSP, acima da evolução do mercado, de acordo com os dados consultados pelo PressTUR, segundo os quais as vendas BSP das agências de viagens portuguesas subiram 8,2% na primeira metade do ano, atingindo o total de 463,7 milhões de euros.

No ano de 2017, as vendas BSP das agências de viagens portuguesas ascenderam a 830,7 milhões de euros, mais 10,9% que em 2016.

Nos primeiros sete meses deste ano, as agências portuguesas estão com mais 43 milhões de euros de vendas de voos que nos primeiros sete meses de 2017 (clique para ler: Agências de viagens portuguesas já venderam mais 43 milhões de euros de voos que há um ano).

Em conferência de imprensa esta manhã em Lisboa, João Matias descreveu um cenário de diminuição do peso da venda do transporte aéreo no volume de vendas das agências Go4Travel.

“O transporte aéreo tem crescido em termos absolutos, mas em termos relativos no mix, [o transporte aéreo] tem vindo a perder algum peso face à emergência de outros produtos, nomeadamente a hotelaria, os programas – temos muita interacção com operadores turísticos, alguns dos quais são da Go4Travel – actividades...”, explicou o executivo.

Questionado sobre um eventual aumento do peso das viagens de lazer nas contas da empresa, João Matias respondeu que “o grosso da actividade da Go4Travel é corporate, mas também temos uma componente de lazer com algum significado”.

A sua visão é de que “as próprias necessidades dos clientes têm vindo a evoluir, a alterar-se, dando espaço a outros produtos além do transporte aéreo”.

Analistas e grupos internacionais, por outro lado, têm realçado o crescimento do bleisure, termo que foi adoptado viagens profissionais a que é acrescentada uma componente de lazer.

Relativamente à estrutura da Go4Travel, João Matias adiantou apenas que existe “perspectiva de anunciar até ao fim do ano a entrada de novos accionistas”.


Continua:

Go4Travel reúne convenção em Coimbra no final de Outubro

Go4Travel prepara nova plataforma para venda de produtos turísticos


Clique para mais notícias: Go4Travel

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias leva às Maldivas agentes de viagens que mais venderem o destino

20-02-2019 (14h02)

O operador turístico Solférias anunciou que vai oferecer oito lugares numa viagem de familiarização (fam trip) às Maldivas às oito agências de viagens que mais venderem os seus programas para este destino.

Potenciais compradores da Travelport perspectivam crescimento mais agressivo

19-02-2019 (17h21)

Impulsionar a indústria da distribuição de viagens para uma espécie de “versão 2.0”, significando ter um crescimento mais agressivo, é a perspectiva apontada por Frank Baker, co-fundador do Siris Capital Group, uma das sociedades de investimento que tem em curso uma proposta de aquisição da Travelport apoiada pela administração da companhia.

Sem charters semanais para Punta Cana, turismo português para a Dominicana cai 55%

19-02-2019 (16h29)

Portugal foi o quarto país europeu com a maior quebra de turistas na Dominicana este Janeiro, reflectindo a inexistência de voos semanais para Punta Cana, ao contrário do ano passado, que foi o primeiro desde 2011 em que os operadores turísticos tiveram voos mesmo em época baixa.

Carlson Wagonlit Travel passa a ser só CWT

19-02-2019 (16h16)

A Carlson Wagonlit Travel, uma das maiores agências de viagens corporate do mundo, presente em Portugal associada à Springwater Turismo, anunciou uma mudança de designação oficial para CWT, que era já a sigla mais utilizada para a designar, embora não assumida oficialmente.

Springwater vai finalmente apostar na “aproximação/integração” Geostar - Top Atlântico

15-02-2019 (16h35)

O grupo espanhol Wamos, do fundo suíço Springwater, vai avançar finalmente para a “aproximação/integração” das suas redes em Portugal, a Top Atlântico comprada ao antigo GES e a Geostar comprada ao grupo Sonae em 2015.