Alojamento local recebeu mais 28,8% de hóspedes em 2017

03-08-2018 (14h53)

O alojamento local em Portugal recebeu 3,4 milhões de hóspedes em 2017, que realizaram oito milhões de dormidas, aumentos de, respectivamente, 28,8% e de 26,7% face a 2016, informou hoje o INE.

Em valores absolutos, os dados revelam que o alojamento local em Portugal em 2017 recebeu mais 758 mil hóspedes e somou mais 1,676 milhões de dormidas que em 2016.

Em proveitos totais, o alojamento local em Portugal somou 262,9 milhões de euros, mais 27,6% ou mais 56,9 milhões que no ano anterior.

Os dados mostram que a estada média foi 2,35 noites, menos 1,6% que em 2016, enquanto a taxa líquida de ocupação-cama chegou a 37,2%, mais 2,4 pontos percentuais que em 2016.

A oferta de alojamento local contabilizada até final de Julho de 2017 chegava a 2.663 estabelecimentos, correspondente a 66,6 mil camas.

O INE indica que 66% das dormidas no alojamento local foram realizadas por hóspedes não residentes em Portugal, com a Alemanha a ser o principal mercado emissor, com 14,9% das dormidas de não residentes.

Seguiram-se França, com 12,8% do total de dormidas de não residentes no alojamento local em 2017, Reino Unido, com 11,8%, Espanha (10,7%), Países Baixos (5,4%), Itália (5,1%), Brasil (5%), EUA (4%), Polónia (2,6%) e Bélgica (2,2%).

As dormidas de residentes na Alemanha no alojamento local em Portugal em 2017 apresentaram um crescimento de 27,4% face a 2016, enquanto os mercados francês, britânico e espanhol cresceram em dormidas 22,3%, 20,9% e 31,5%, respectivamente.

Os dados mostram ainda aumentos das dormidas de residentes na Polónia (+79,8%), nos Estados Unidos (+64,8%) e no Brasil (+54,6%).

Segundo o documento publicado hoje pelo INE, as dormidas aumentaram em todas as regiões, de “forma mais expressiva no Centro (+42,3%), Área Metropolitana de Lisboa (+31,4%), Região Autónoma da Madeira (+22,5%) e Norte (+25,2%)”.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Alojamento local

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP prevê transportar mais 800 mil a um milhão de passageiros este ano

20-05-2019 (17h18)

“Ainda é cedo, estamos em Maio”, contemporizou o CEO da TAP, Antonoaldo Neves, que ainda assim não deixou de avançar que prevê que a TAP transporte este ano entre 800 mil e um milhão a mais que em 2018.

Ryanair espera mais 8% de passageiros mas sem lucrar mais

20-05-2019 (16h40)

A low cost Ryanair indicou hoje que espera chegar a 153 milhões de passageiros no ano fiscal 2019/2020 que iniciou a 1 de Abril, com um aumento em 8%, a que se somará uma subida da receita média por passageiro entre 2% e 4%, mas ainda assim não antevê melhor que uma estagnação do lucro, que em 2018/2019 caiu 39%.

Ryanair avança a possibilidade de receber os primeiros B737 MAX em Novembro

20-05-2019 (16h37)

A low cost Ryanair aponta na sua apresentação de resultados a possibilidade de receber em Novembro os primeiros cinco Boeing B737 MAX, que estão impedidos de voar desde meados de Março sem a correcção dos problemas que alegadamente levaram a dois acidentes em que morreram 346 pessoas.

Agravamento de custos com combustíveis, pessoal e Laudamotion ‘corta’ lucro operacional da Ryanair em 39%

20-05-2019 (16h18)

A low cost Ryanair declarou hoje uma quebra do lucro operacional em 39,1%, que o seu balanço evidencia reflectir principalmente os agravamentos e custos com combustíveis, em 27,6% ou 524,4 milhões de euros, com pessoal, num ano em que enfrentou greves de pilotos e tripulantes de cabina pela melhoria das suas condições contratuais, em 28% ou 206,5 milhões, e com o lançamento da austríaca Laudamotion, em 223,9 milhões.

AHP lança curso de gestão de hostels, guesthouses e estabelecimentos de hospedagem

20-05-2019 (13h36)

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) lançou um curso de Gestão de Hostels, Guesthouses e Estabelecimentos de Hospedagem, que terá edições em Lisboa, Lagos e Porto.