Aeroporto de Lisboa cresceu 8,9% em 2018 e somou 29,031 milhões de passageiros

09-01-2019 (12h21)

Humberto Delgado aumentou quota de passageiros e movimentos em aeroportos portugueses

O Aeroporto de Lisboa terminou o ano de 2018, em que alegadamente estava praticamente esgotado, com um aumento médio de passageiros em 8,9%, que significou mais 2,368 milhões de passageiros que em 2017, alcançando o total de 29,031 milhões.

A informação a que o PressTUR teve acesso indica que em movimentos de aviões (aterragens e descolagens), que é apontado como um dos principais estrangulamentos, o Aeroporto Humberto Delgado teve em 2018 mais 14,4 mil que em 2017, significando um aumento em 7,3%, para 213,7 mil.

Os dados a que o PressTUR teve acesso permitiram ver que o Aeroporto Humberto Delgado foi a origem/destino de 52,5% dos passageiros e teve 51,1% dos movimentos de aviões em aeroportos portugueses geridos pela ANA/Vinci no ano passado, em ambos os casos acima de 2017, ano em que tivera 50% dos movimentos e 51,5% dos movimentos.

Esta evolução do Aeroporto Humberto Delgado decorre de o seu aumento de passageiros em 2018 equivaler a 67,2% do aumento do total em aeroportos da ANA/Vinci, com a sua subida de movimentos a equivaler a 71,5% do aumento nos dez aeroportos geridos em Portugal pela ANA/Vinci.

A informação a que o PressTUR teve acesso indica que os dez aeroportos portugueses geridos pela ANA/Vinci tiveram 418,5 mil movimentos de aviões com 55,32 milhões de passageiros em 2018, +5,1% ou mais 20,2 mil movimentos que em 2017 e +6,8% ou mais 3,52 milhões de passageiros que em 2017.

 

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

easyJet contrata director de operações da Ryanair

19-07-2019 (13h25)

A easyJet contratou o director de operações da Ryanair, Peter Bellew, que vai desempenhar as mesmas funções e integrar o Conselho de Administração, reportando ao presidente executivo, Johan Lundgren.

Plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (12h25)

O plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, disse o presidente executivo da companhia, Antonoaldo Neves, remetendo para os accionistas a análise da satisfação com os seus resultados.

CEO da TAP diz que ‘fake news’ sobre aviões A330neo “não têm afectado” as vendas

19-07-2019 (11h59)

“As ‘fake news’ sobre esse avião começaram há muito tempo e felizmente não têm afectado a venda de passagens, porque na ‘media’ mundial não saem”, disse o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, a propósito das indisposições a bordo dos aviões A330neo da companhia.

TAP tem “65% do volume de combustível protegido”, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (11h39)

A TAP tem actualmente “65% do volume de combustível protegido” das variações do preço do petróleo, afirmou o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves.

TAP também deu prémios em ano de prejuízos quando era 100% pública, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (11h05)

O presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, disse que os prémios atribuídos aos quadros da companhia estão relacionados com a melhoria de indicadores e que não é a primeira vez que a companhia paga prémios em ano de prejuízos, incluindo quando era totalmente pública.

Noticias mais lidas