Aigle Azur já não tem voos à venda em Portugal

04-09-2019 (16h55)

Foto: Aigle Azur
Foto: Aigle Azur

A Aigle Azur, companhia de aviação francesa de que David Neeleman, accionista de referência da TAP, tem uma participação de 32%, já não tem voos à venda em Portugal, confirmou o PressTUR junto de agentes de viagens que estiveram a consultar os GDS.

A pesquisa do PressTUR foi suscitada por notícias da imprensa especializada francesa que indicavam que a companhia, já em protecção de credores, não disponibiliza mais reservas de voos após 10 de Setembro.

Os agentes de viagens portugueses contactados pelo PressTUR disseram que os voos que consultaram, tanto do Porto, como de Faro e Funchal tinham reservas indisponíveis, já mesmo para amanhã.

E situação idêntica verificou o PressTUR no website da companhia que a uma consulta sobre um voo amanhã do Porto para Paris Orly ‘pedia' para sugerir outra data, e o mesmo sucedia quando se alterava a data para amanhã.

As notícias da imprensa especializada francesa indicam que a companhia terá ‘perdido' o CEO que Neeleman tinha reposto na liderança, na sequência de um ‘golpe' do accionista minoritário (clique para ler: David Neeleman trava nomeação de novo CEO para a Aigle Azur).

O apoio de Neeleman, porém, foi insuficiente, pois segundo a imprensa francesa Franck Yvelin anunciou hoje de manhã a sua demissão, alegando que o seu plano de salvação da companhia encontrou a oposição de alguns sindicatos e o accionista Gerard Houa "quis fazer o seu golpe".

"Há um momento em que não nos podemos bater contra toda a gente", desabafou Yvelin, que apontou como principais causas do agravamento da situação da companhia a "paragem do apoio do accionista chinês", o HNA, que classificou de "brutal", e o aumento do preço do combustível.

As notícias referem que ainda assim Franck Yvelin declarou estar à disposição da administradora judicial que foi nomeada para a companhia.

 

Clique para mais notícias: Aigle Azur

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair espera voar com Boeing 737 Max em Fevereiro/Março

20-09-2019 (15h50)

O CEO do Grupo Ryanair, Michael O’Leary, afirmou que Fevereiro ou início de Março é a previsão mais real para começar a voar com aviões Boeing 737 Max, modelo proibido de voar desde Março, após dois acidentes fatais.

Beijing Capital muda voos de/para Lisboa para o novo aeroporto da capital chinesa

20-09-2019 (13h42)

A Beijing Capital, única companhia de aviação chinesa a voar de/para Portugal, vai alterar o aeroporto de partida/chegada a Pequim para o novo aeroporto da capital chinesa, o Beijing Daxing (PKX).

Aeroporto do Porto vai renovar o sistema ILS para melhorar aterragens quando há nevoeiro

19-09-2019 (17h38)

O Aeroporto do Porto vai ter um “renovado sistema ILS (Landing Sistem, ou sistema de aterragem, em tradução livre) para garantir melhores condições” à infraestrutura, nomeadamente quando há nevoeiro, revelou hoje à Lusa a NAV – Navegação Aérea de Portugal.

Magnet junta companhias aéreas e agentes de viagens em Lisboa, Porto e Coimbra

19-09-2019 (16h53)

A Magnet vai organizar em Outubro, em Lisboa, Porto e Coimbra, um evento para juntar agentes de viagens e as principais companhias de aviação que operam em Portugal.

Governo publica lei que aprova Programa Nacional de Segurança da Aviação Civil

19-09-2019 (15h34)

O Governo publicou hoje, em Diário da República, o decreto-lei que aprova o Programa Nacional de Segurança da Aviação Civil, com medidas que revêm a legislação anterior e a adaptam “à mais recente regulamentação europeia”.

Noticias mais lidas