Azul volta a adiar utilização do A330neo nas rotas de Lisboa, Orlando e Fort Lauderdale

04-12-2018 (11h01)

Foto: Azul
Foto: Azul

A Azul, companhia de aviação brasileira fundada e presidida por David Neeleman, accionista de referência da TAP, voltou a adiar a introdução do A330-900neo nos seus voos de Viracopos/Campinas para Lisboa, Orlando e Fort Lauderdale.

Inicialmente, a Azul indicara que iria começar a operar o novo avião, de que a TAP é a primeira companhia do mundo a tê-lo em actividade (para ler mais clique aqui), em voos de longo curso a partir de meados de Dezembro.

Em finais de Setembro, a introdução novo avião foi adiada para meados de Janeiro e, um mês depois, voltou a ser adiada para início de Fevereiro (clique para ler: Azul adia início da utilização dos novos A330-900neo em voos de longo curso / Azul volta a adiar primeiros voos comerciais com o novo A330-900neo).

Uma informação dos sistemas globais de reservas mostra que a Azul voltou a adiar a introdução do A330neo para o segundo trimestre de 2019.

A Azul prevê começar a voar com o A330-900neo na rota Viracopos/Campinas – Lisboa a partir de 2 de Junho, quatro vezes por semana, passando para cinco vezes por semana a partir de 10 de Julho e para seis vezes por semana a partir de 31 de Agosto.

Para Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, a transportadora prevê começar a voar com o A330neo a partir de 31 de Maio, duas vezes por semana, passando para três vezes por semana a partir de 10 de Junho e para cinco vezes por semana a partir de 1 de Setembro.

Para Orlando, também nos EUA, a Azul programou começar a voar com a nova aeronave a partir de 21 de Junho, uma vez por semana, passando para duas vezes por semana a partir de 29 de Junho, até 30 de Agosto.

 

Clique para ver mais: Azul

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grupo TAP prepara-se para entrar em bolsa a partir de 2020

22-03-2019 (18h21)

A TAP SGPS está a trabalhar para, a partir de 2020, estar pronta a avançar com uma IPO (Oferta Pública Inicial), com uma percentagem entre 15% e 30%, anunciou hoje o presidente da Comissão Executiva do grupo.

Grupo TAP tem prejuízo de 118 milhões de euros em “ano necessário”

22-03-2019 (18h06)

O Grupo TAP passou de um lucro de 21,2 milhões de euros em 2017 para um prejuízo de 118 milhões de euros em 2018, um ano de transformação necessária para preparar o futuro, segundo descreveram hoje Miguel Frasquilho, Antonoaldo Neves e David Neeleman.

TAP quer acabar com “dependência” do Brasil através da diversificação de mercados

22-03-2019 (16h42)

A TAP está a trabalhar na diversificação de mercados para acabar com a “dependência” do Brasil, um mercado que representa quase 25% das vendas totais da companhia e que no ano passado teve uma quebra de receitas de 10%, em euros.

TAP vai investir “cada vez mais” nas vendas directas

22-03-2019 (15h13)

As vendas da TAP através dos seus canais directos, como o seu website e o contact center, representaram 41% das vendas da companhia aérea em 2018, e o objectivo é chegar a 50%, disse hoje Raffael Quintas, Chief Financial Officer (CFO) da companhia.

Companhia aérea indonésia cancela encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX

22-03-2019 (14h30)

A companhia aérea indonésia Garuda anunciou hoje o cancelamento de uma encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX, aparelho ligado a dois acidentes, o mais recente dos quais a 10 de Março, na Etiópia.