Companhia polaca LOT compra Condor do falido grupo Thomas Cook

27-01-2020 (16h47)

Foto: Condor
Foto: Condor

A companhia polaca de aviação LOT anunciou a compra da alemã Condor, do falido grupo turístico Thomas Cook, que tem uma frota de mais de 50 aviões.

A imprensa internacional noticiou que o negócio chega a 300 milhões de euros e o CEO da companhia polaca, que conta com 80 aviões, avançou a possibilidade de compra de mais 30 aparelhos à Boeing.

A Thomas Cook declarou falência em Setembro passado e desde então o seu património tem estado a ser alienado.

A imprensa internacional tem salientado que ao contrário do que aconteceu ao grupo, a Condor beneficiou de um apoio de 380 milhões de euros do através de um ‘empréstimo ponte’ do governo alemão.

Condor e LOT, porém, já declararam que vão pagar integralmente esse empréstimo e avançaram que perspectivam concluir a aquisição até Abril.

“A compra assegura o futuro da Condor e, por conseguinte, proporciona aos seus empregados, clientes e parceiros estabilidade e uma grande perspectiva”, declarou o chairman da PGL do inglês para Polish Aviation Group), que detém a LOT, citado pela agência Reuters.

A imprensa refere que os novos proprietários da Condor asseguraram a manutenção da gestão da companhia, que entretanto já dispensou 150 dos seus 2.400 tripulantes de cabina, além dos 170 administrativos que já tinham perdido os seus empregos.

 

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Antonoaldo Neves garante que TAP tem “fundações bem sólidas”

21-02-2020 (17h53)

Os resultados da TAP no segundo semestre “não foram suficientes para compensar” as quebras do primeiro, admitiu Antonoaldo Neves, CEO da transportadora, que acrescentou estar convicto, no entanto, que “as fundações estão bem sólidas para a gente continuar nessa trajectória de transformação da empresa e melhoria da sustentabilidade”.

Grupo TAP baixa prejuízos em 12,4 milhões para 105,6 milhões de euros em 2019

21-02-2020 (17h51)

O Grupo TAP registou prejuízos de 105,6 milhões de euros em 2019, uma melhoria de 12,4 milhões de euros face às perdas de 118 milhões registadas em 2018.

TAP fecha o ano com prejuízos de 95,6 milhões

21-02-2020 (17h51)

A companhia portuguesa de aviação TAP perdeu mais 95,6 milhões de euros no ano passado, com um agravamento de 37,6 milhões face a 2018, segundo os resultados da empresa comunicados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“Não há possibilidade de a TAP ir para o Montijo”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (17h07)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, voltou a garantir que “não há possibilidade” da companhia aérea ir para o Montijo, apesar de considerar “importantíssimo” a sua construção.

Comissão Executiva da TAP “não comenta política de remuneração da empresa”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (16h59)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, declarou que “não comenta política de remuneração da empresa” que foi trazida para a ‘praça pública’ pelo accionista David Neeleman que o escolheu para liderar a gestão executiva da companhia.

Noticias mais lidas