Companhias açorianas e TAP estão entre as 20 piores em pontualidade em Dezembro

14-01-2020 (17h54)

A companhia açoriana Azores Airlines (anteriormente SATA Internacional) teve o segundo pior índice de pontualidade entre 161 companhias incluídas no ranking da OAG relativo a Dezembro, enquanto a SATA Air Açores teve o 7º pior e a TAP, o 17º.

De acordo com a informação divulgada pela OAG, apenas 37,8% dos voos da Azores Airlines chegaram em Dezembro até 15 minutos da hora prevista.

A SATA Air Açores esteve melhor, mas também sem atingir metade das chegadas a horas, registando 45,7% segundo a OAG, pelo que a TAP foi a única das três companhias portuguesas incluídas no ranking a ter mais de metade dos voos a chegarem até 15 minutos da hora prevista, com 57,5%.

Assim, indica a OAG, a TAP foi 145ª em pontualidade entre 161 companhias, a Azores Airlines foi 160ª e a SATA Air Açores foi 155ª.

A informação da OAG indica que no caso da TAP se baseou em 11.236 voos, para a SATA Air Açores em 987 e para a Azores Airlines, em 467.

A consultora indica também que em número de voos a TAP foi em Dezembro a 59ª maior entre 333 companhias globais, a SATA Air Açores foi 221ª e a Azores Airlines foi 257ª.

 

Clique para mais notícias: OAG

Clique para mais notícias: Pontualidade

Clique para mais notícias: Companhias portuguesas

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Antonoaldo Neves garante que TAP tem “fundações bem sólidas”

21-02-2020 (17h53)

Os resultados da TAP no segundo semestre “não foram suficientes para compensar” as quebras do primeiro, admitiu Antonoaldo Neves, CEO da transportadora, que acrescentou estar convicto, no entanto, que “as fundações estão bem sólidas para a gente continuar nessa trajectória de transformação da empresa e melhoria da sustentabilidade”.

Grupo TAP baixa prejuízos em 12,4 milhões para 105,6 milhões de euros em 2019

21-02-2020 (17h51)

O Grupo TAP registou prejuízos de 105,6 milhões de euros em 2019, uma melhoria de 12,4 milhões de euros face às perdas de 118 milhões registadas em 2018.

TAP fecha o ano com prejuízos de 95,6 milhões

21-02-2020 (17h51)

A companhia portuguesa de aviação TAP perdeu mais 95,6 milhões de euros no ano passado, com um agravamento de 37,6 milhões face a 2018, segundo os resultados da empresa comunicados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“Não há possibilidade de a TAP ir para o Montijo”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (17h07)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, voltou a garantir que “não há possibilidade” da companhia aérea ir para o Montijo, apesar de considerar “importantíssimo” a sua construção.

Comissão Executiva da TAP “não comenta política de remuneração da empresa”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (16h59)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, declarou que “não comenta política de remuneração da empresa” que foi trazida para a ‘praça pública’ pelo accionista David Neeleman que o escolheu para liderar a gestão executiva da companhia.

Noticias mais lidas