DECO recebeu mais de quatro mil queixas relativas a transporte aéreo em 2018

19-04-2019 (18h19)

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) recebeu mais de quatro mil reclamações relacionadas com transportes aéreos em 2018 e, no primeiro trimestre deste ano, elevam-se a 674.

Em comunicado, a DECO especificou que o número de reclamações relativas a transporte aéreo atingiu um total de 4.122.

“Nesta época de Páscoa, em que muitos portugueses viajam para estar com a família e para descansar longe do ‘stress’ do dia-a-dia, as reclamações relacionadas com transportes aéreos ganham especial importância”, assinala o comunicado, que elenca que as queixas mais numerosas são de atrasos e cancelamentos de voos, seguindo-se os problemas com bagagem e a emissão de bilhetes.

Quanto ao às reclamações provocadas por atrasos e cancelamentos dos voos, a DECO destaca “a falta de informação, a falta de assistência e os entraves ao pagamento da indemnização” como os principais motivos das queixas.

No caso dos problemas com a bagagem, os consumidores reclamam sobretudo de danos, atrasos e extravios.

“Estas queixas, apesar de ainda serem significativas, estão a baixar” e “as transportadoras são hoje mais transparentes e rápidas no tratamento destas situações”, acrescenta a DECO Proteste.

Em terceiro lugar estão as reclamações relativas a obstáculos à emissão de bilhetes, possibilidade de alterar as datas de voo e falta de informação sobre tarifas.

A Associação salienta que nas queixas dos consumidores “há também outras questões a ganhar peso”, citando “problemas com pagamentos para fazer o check-in, pagamentos de bagagens de mão e os tempos de espera no embarque e no desembarque”.

A Deco Proteste realça que os consumidores podem exigir o reembolso dos bilhetes nos casos em que os atrasos dos voos são de cinco ou mais horas e que quanto à bagagem têm direito a uma indemnização até um valor máximo de 1.220 euros, tendo sete dias para reclamar (ou 21 dias se tiver recebido a bagagem com atraso).

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP convida agentes de viagens para apresentar novos destinos e NewGen ISS da IATA

19-07-2019 (17h24)

A TAP agendou para a próxima semana três apresentações para agentes de viagens, em Lisboa, Leiria e Porto, nas quais tem programado apresentar os seus novos destinos e esclarecer dúvidas sobre o NewGen ISS da IATA.

easyJet contrata director de operações da Ryanair

19-07-2019 (13h25)

A easyJet contratou o director de operações da Ryanair, Peter Bellew, que vai desempenhar as mesmas funções e integrar o Conselho de Administração, reportando ao presidente executivo, Johan Lundgren.

Plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (12h25)

O plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, disse o presidente executivo da companhia, Antonoaldo Neves, remetendo para os accionistas a análise da satisfação com os seus resultados.

CEO da TAP diz que ‘fake news’ sobre aviões A330neo “não têm afectado” as vendas

19-07-2019 (11h59)

“As ‘fake news’ sobre esse avião começaram há muito tempo e felizmente não têm afectado a venda de passagens, porque na ‘media’ mundial não saem”, disse o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, a propósito das indisposições a bordo dos aviões A330neo da companhia.

TAP tem “65% do volume de combustível protegido”, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (11h39)

A TAP tem actualmente “65% do volume de combustível protegido” das variações do preço do petróleo, afirmou o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves.

Noticias mais lidas