Grupo SATA sofre prejuízo de 20,8 milhões no 1º trimestre

05-07-2019 (09h29)

Foto: SATA Azores Airlines
Foto: SATA Azores Airlines

O grupo SATA, formado pelas companhia de aviação Azores Airlines e SATA Air Açores, teve 20,84 milhões de euros de prejuízo nos primeiros três meses do ano, indicam documentos oficiais, citados pela Agência Lusa.

Informações enviadas pelo Governo Regional à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores (ALRAA), e às quais a agência Lusa teve acesso, a Azores Airlines, que engloba as operações para fora dos Açores, teve um prejuízo de 16,85 milhões de euros entre Janeiro e Março e a SATA Air Açores, que opera na região, perdeu 3,99 milhões.

Ambos os resultados indicam um maior prejuízo na comparação com o período homólogo de 2018, no qual as perdas na Azores Airlines foram de 14,5 milhões de euros, enquanto na SATA Air Açores foram de 708 mil euros.

O grupo SATA terminou 2018 com um prejuízo de 53,3 milhões de euros, um agravamento de 12,3 milhões face ao ano de 2017.

Em Abril, na apresentação dos resultados de 2018, o presidente do grupo SATA, António Teixeira, disse querer até final do ano reduzir em metade os prejuízos da transportadora aérea.

“Vai ser um ano de 2019 difícil, com algumas vicissitudes que teremos de enfrentar e resolver, no sentido de começar a apresentar resultados diferentes daqueles que se registaram nos últimos dois anos”, declarou então António Teixeira.

Ainda no grupo açoriano, a empresa SATA Gestão de Aeródromos registou um lucro de 184 mil euros no primeiro trimestre do ano.

A informação enviada pelo executivo regional ao parlamento açoriano e que abarca a totalidade das empresas do Setor Público Empresarial Regional (SPER) indica, ainda no sector dos transportes, que a Atlânticoline, que assegura as ligações marítimas de passageiros e viaturas entre as ilhas dos Açores, registou lucros de 587 mil euros entre Janeiro e Março deste ano, um avanço face aos 259 mil euros registados no período homólogo de 2018.

A Portos dos Açores, que gere a actividade portuária no arquipélago, teve um prejuízo de 624 mil euros, a Lotaço teve uma um resultado líquido negativo, embora residual (sete mil euros negativos), a conserveira Santa Catarina, de São Jorge, teve prejuízos de 204 mil euros, a Sinaga registou lucros de 281 mil euros e a Eletricidade dos Açores (EDA) ganhou 4,9 milhões de euros.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: SATA

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias:Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Sindicato dos pilotos da British Airways marca três dias de greve em Setembro

24-08-2019 (17h26)

O BALPA, sindicato dos pilotos da British Airways (BA), maior companhia de aviação do IAG, segundo maior grupo aéreo europeu, com 67,88 milhões e passageiros transportados nos primeiros sete meses deste ano, marcou greves dos seus associados para os dias 9, 10 e 27 de Setembro para exigir melhorias salariais.

Governo de São Tomé escolhe Ceiba/White para substituir euroAtlantic na STP Airways

24-08-2019 (17h05)

A Ceiba, companhia de aviação da Guiné Equatorial, cujos voos para a Europa são operados pela portuguesa White, é a próxima parceira operacional da STP Airways, em lugar da portuguesa euroAtlantic, que é accionista e operadora dos voos da companhia são-tomense desde a sua fundação, em 2008.

Air Europa amplia ligações entre Espanha e o nordeste brasileiro com voos para Fortaleza

23-08-2019 (15h38)

A Air Europa, única companhia espanhola com voos directos entre Espanha e o nordeste brasileiro, disputando esse mercado com a TAP, marcou para Dezembro a introdução do seu terceiro destino nessa região do Brasil, Fortaleza, depois de Salvador e Recife, que lhe valeram 80 mil passageiros nos primeiros sete meses deste ano, com um aumento homólogo em 8,3%.

Air Europa vai voar Madrid – Fortaleza a partir de 20 de Dezembro

23-08-2019 (13h58)

A Air Europa, companhia do grupo Globalia, de que fazem parte o operador turístico Travelplan e os hotéis Be Live, vai voar Madrid – Fortaleza a partir de 20 de Dezembro, inicialmente com dois voos por semana e, a partir de Junho, com três voos por semana.

Programa nacional de segurança da aviação civil prevê auditorias aos aeroportos

23-08-2019 (13h43)

O Governo aprovou ontem em Conselho de Ministros o diploma que define as responsabilidades dos intervenientes no sector da aviação na implementação das normas da aviação civil e que prevê a realização de auditorias aos aeroportos.

Noticias mais lidas