Jet Airways suspende todos os voos

18-04-2019 (09h47)

Website Jet Airways
Website Jet Airways

A Jet Airways, que já foi a maior companhia de aviação privada da Índia, com uma frota de 123 aviões e 23 mil trabalhadores, suspendeu todos os voos, por não ter como pagar o combustível e outros serviços.

A imprensa internacional relata que os trabalhadores da Jet Airways não recebem salários há meses e os passageiros têm sido confrontados com cancelamentos de voos que tinham comprado.

Uma nota da companhia diz que uma vez que não conseguiu qualquer financiamento de emergência “não será capaz de pagar o combustível ou outros serviços para poder continuar as operações”.

“Consequentemente, com efeito imediato, a Jet Airways vê-se obrigada a cancelar todos os seus voos internacionais e domésticos. O último voo operará hoje”, acrescenta o comunicado.

A suspensão das operações foi também comunicada ao mercado através de mensagem do CEO publicada no website da companhia, na qual é avançada a perspectiva que a suspensão poderá ser temporária.

 

Clique para mais notícias: Jet Airways

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP prevê transportar mais 800 mil a um milhão de passageiros este ano

20-05-2019 (17h18)

“Ainda é cedo, estamos em Maio”, contemporizou o CEO da TAP, Antonoaldo Neves, que ainda assim não deixou de avançar que prevê que a TAP transporte este ano entre 800 mil e um milhão a mais que em 2018.

Ryanair espera mais 8% de passageiros mas sem lucrar mais

20-05-2019 (16h40)

A low cost Ryanair indicou hoje que espera chegar a 153 milhões de passageiros no ano fiscal 2019/2020 que iniciou a 1 de Abril, com um aumento em 8%, a que se somará uma subida da receita média por passageiro entre 2% e 4%, mas ainda assim não antevê melhor que uma estagnação do lucro, que em 2018/2019 caiu 39%.

Ryanair avança a possibilidade de receber os primeiros B737 MAX em Novembro

20-05-2019 (16h37)

A low cost Ryanair aponta na sua apresentação de resultados a possibilidade de receber em Novembro os primeiros cinco Boeing B737 MAX, que estão impedidos de voar desde meados de Março sem a correcção dos problemas que alegadamente levaram a dois acidentes em que morreram 346 pessoas.

Agravamento de custos com combustíveis, pessoal e Laudamotion ‘corta’ lucro operacional da Ryanair em 39%

20-05-2019 (16h18)

A low cost Ryanair declarou hoje uma quebra do lucro operacional em 39,1%, que o seu balanço evidencia reflectir principalmente os agravamentos e custos com combustíveis, em 27,6% ou 524,4 milhões de euros, com pessoal, num ano em que enfrentou greves de pilotos e tripulantes de cabina pela melhoria das suas condições contratuais, em 28% ou 206,5 milhões, e com o lançamento da austríaca Laudamotion, em 223,9 milhões.

APG Portugal promove ‘open day’ na próxima segunda-feira

20-05-2019 (13h10)

A APG Portugal, que representa companhias como a Finnair, a Croatia Airlines e a Trenitalia, entre outras, vai estar de portas abertas para apresentar a sua oferta na próxima segunda-feira, dia 27, às 14h.