LAM espera transportar 12 a 14 mil passageiros entre Lisboa e Maputo no primeiro ano

08-10-2019 (11h27)

Foto: Nils Nedel / Unsplash
Foto: Nils Nedel / Unsplash

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique anunciou que vai voar entre Lisboa e Maputo a partir de Março, três vezes por semana, num A340-300 de 267 lugares da Hi Fly, esperando transportar 12 mil a 14 mil passageiros no primeiro ano.

A aeronave, propriedade da companhia aérea portuguesa Hi Fly, com a qual a LAM fez um acordo por um período experimental de seis meses, inclui 213 lugares em classe económica, 42 em económica premium e 12 em executiva.

Os voos serão operados às segundas, quartas e sextas-feiras no sentido Maputo – Lisboa e às terças, quintas-feiras e Sábados no sentido Lisboa para Maputo.

“Queremos transportar no primeiro ano entre 12 mil e 14 mil passageiros. Mas obviamente que temos de ajustar a nossa oferta ao que veremos a acontecer no mercado”, disse o director-geral da LAM, João Carlos Pó Jorge, à Lusa.

A base vai ser inicialmente “o mercado étnico entre Moçambique e Portugal, a diáspora moçambicana, que foi na verdade quem fez muita pressão para que este voo acontecesse. E compreende-se, porque estavam a voar para Maputo via outros destinos, e obviamente que o voo directo é melhor", afirmou o responsável da LAM.

Por outro lado, “queremos ir buscar aquele grupo de pessoas que está cá, que saiu de Moçambique há muitos anos, e que pensamos que vai começar a voltar para visitar” o país, acrescentou.

Há ainda o mercado "corporate a começar a intensificar-se muito, por causa dos projectos grandes do petróleo e do gás, em que a portuguesa Galp é uma das empresas presente, e também por causa de algumas indústrias de transformação”, concluiu João Carlos Pó Jorge.

(PressTUR com Agência Lusa)

Ver também:

LAM quer negociar um acordo de code-share com a TAP

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: LAM

Clique para ver mais: África

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

APG Portugal acrescenta Porter Airlines ao seu programa de Interline

13-02-2020 (15h45)

A Porter Airlines, companhia aérea canadiana com sede no Aeroporto da Cidade de Toronto Billy Bishop passou a integrar o programa de emissão de bilhetes interline da APG Portugal.

TAP acrescenta mais cinco destinos nos Estados Unidos em code-share com a JetBlue

13-02-2020 (15h40)

A TAP vai acrescentar cinco novos destinos nos Estados Unidos em voos da JetBlue, companhia fundada pelo seu accionista de referência, David Neeleman, a partir de Boston, para onde tem voos directos de Lisboa.

Ryanair começa 2020 com quebra de passageiros nos aeroportos espanhóis

12-02-2020 (16h49)

A Ryanair, que é a maior companhia de aviação nos aeroportos espanhóis, com 49,9 milhões em 2019, mais 7,19 milhões que a segunda maior, a low cost Vueling, começou este ano com uma quebra em 4,5% ou 141,8 mil, ficando em 3,02 milhões.

TAP cresce 14,2% mas perde quota de mercado nas ligações aéreas entre Espanha e Portugal

12-02-2020 (16h27)

A TAP foi a companhia utilizada por 35,8% dos passageiros que voaram este Janeiro entre Espanha e Portugal, com um total de 153,4 mil, que significa um aumento em 14,2%, ainda assim aquém do aumento do tráfego total em voos entre os dois países, que foi de 19,7%.

Portugal é a origem/destino de passageiros aéreos que mais cresce em Espanha

12-02-2020 (16h19)

Os voos de/para Portugal foram as rotas internacionais de para aeroportos espanhóis que tiveram o maior aumento de passageiros no mês de Janeiro, com uma subida de 70,5 mil, de acordo com os dados divulgados pela AENA, gestora dos aeroportos espanhóis.

Noticias mais lidas