Morreu Eduardo Nascimento, ex-TAP e ex-euroAtlantic

23-11-2019 (17h52)

Muito conhecido pela canção “O Vento Mudou”, com que ganhou o festival da canção em 1967, Eduardo Nascimento, que posteriormente se dedicou à aviação comercial, tendo sido quadro destacado da TAP, da TAAG, da TACV e da euroAtlantic, morreu na sexta-feira, aos 76 anos.

O funeral realiza-se segunda-feira para o cemitério do Alto de S. João.

A partir das 18h30 de amanhã, domingo, o seu corpo estará em câmara ardente na Basílica da Estrela, em Lisboa.

Eduardo Nascimento nasceu em Luanda em 1943 e começou por se evidenciar na música num concurso de ‘ié-ié’ no antigo Teatro Monumental com a banda “Os Rocks” que venceu o Prémio de Imprensa em 1966.

Eduardo Nascimento foi dos primeiros artistas com raízes africanas a actuar no Festival Eurovisão da Canção.

 

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Portugueses em Timor-Leste regressam no Sábado

03-04-2020 (12h05)

Os portugueses que se encontravam a trabalhar em Timor-Leste, a maioria dos quais como professores, vão partir do aeroporto de Díli no Sábado de manhã rumo a Lisboa a bordo de um Boeing B767-300ER da euroAtlantic Airways.

Governo fecha aeroportos ao tráfego de passageiros entre 9 e 13 de Abril, António Costa

02-04-2020 (19h27)

O primeiro-ministro anunciou hoje que Portugal vai encerrar ao tráfego de passageiros todos os aeroportos portugueses no período da Páscoa, entre os dias 9 e 13 deste mês, excepção feita aos voos de Estado, de carga ou humanitários.

Airlines for Europe apoia adiamento das taxas de controlo de tráfego aéreo

02-04-2020 (18h15)

A associação de companhias aéreas europeias Airlines for Europe manifestou o seu apoio em relação à proposta da Organização Europeia para a Segurança da Navegação Aérea Eurocontrol que sugere o adiamento das taxas de controlo de tráfego aéreo.

LATAM reduz operação em Abril em 95%

02-04-2020 (17h06)

O Latam, grupo que engloba a chilena LAN e a brasileira TAM, que é uma das companhias brasileiras com voos para Lisboa, informou hoje que em Abril reduz a operação em 95%, tendo em conta as restrições às viagens e a quebra da procura devido à pandemia de covid-19.

Aviação mundial foi “atingida por uma marreta chamada Covid-19”, IATA

02-04-2020 (16h41)

A IATA informou hoje que em Fevereiro a aviação mundial teve a maior quebra de tráfego desde os atentados às torres gémeas de Nova Iorque em 11 de Setembro de 2001, provocada essencialmente por quebras das companhias da região Ásia e Pacífico.

Noticias mais lidas