Norwegian Air suspende seis rotas entre Irlanda e América do Norte

16-08-2019 (10h22)

Foto: Norwegian
Foto: Norwegian

A Norwegian Air, considerada pioneira dos voos transatlânticos low cost, anunciou o cancelamento de seis rotas entre a Irlanda e a América do Norte, justificando a decisão com a suspensão de voos em Boeing 737 MAX, modelo afectado por dois acidentes fatais.

A Norwegian Air suspende a partir de 15 de Setembro seis rotas desde Dublin, Cork e Shannon para Ontario, no Canadá, e para New York Stewart e Providence Green, nos Estados Unidos.

Com a suspensão de voos em aviões Boeing 737 Max a nível mundial, a companhia concluiu que as rotas deixaram de ser comercialmente viáveis, segundo uma declaração de Matthew Wood, executivo da companhia, citada na imprensa internacional.

Sem aviões B737 Max desde Março, a Norwegian Air tem estado a operar as suas rotas transatlânticas com aviões de outras companhias, uma situação que insustentável dado que continua incerta a data de retorno às operações dos aviões 737 Max.

Acidentes com dois aviões Boeing 737 MAX 200 na Etiópia e na Indonésia obrigaram à suspensão dos voos em aeronaves deste modelo para que sejam feitas alterações de fundo nos aparelhos e nas novas unidades que estão a ser construídas.

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Norwegian Air

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Antonoaldo Neves garante que TAP tem “fundações bem sólidas”

21-02-2020 (17h53)

Os resultados da TAP no segundo semestre “não foram suficientes para compensar” as quebras do primeiro, admitiu Antonoaldo Neves, CEO da transportadora, que acrescentou estar convicto, no entanto, que “as fundações estão bem sólidas para a gente continuar nessa trajectória de transformação da empresa e melhoria da sustentabilidade”.

Grupo TAP baixa prejuízos em 12,4 milhões para 105,6 milhões de euros em 2019

21-02-2020 (17h51)

O Grupo TAP registou prejuízos de 105,6 milhões de euros em 2019, uma melhoria de 12,4 milhões de euros face às perdas de 118 milhões registadas em 2018.

TAP fecha o ano com prejuízos de 95,6 milhões

21-02-2020 (17h51)

A companhia portuguesa de aviação TAP perdeu mais 95,6 milhões de euros no ano passado, com um agravamento de 37,6 milhões face a 2018, segundo os resultados da empresa comunicados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“Não há possibilidade de a TAP ir para o Montijo”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (17h07)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, voltou a garantir que “não há possibilidade” da companhia aérea ir para o Montijo, apesar de considerar “importantíssimo” a sua construção.

Comissão Executiva da TAP “não comenta política de remuneração da empresa”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (16h59)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, declarou que “não comenta política de remuneração da empresa” que foi trazida para a ‘praça pública’ pelo accionista David Neeleman que o escolheu para liderar a gestão executiva da companhia.

Noticias mais lidas