Pontualidade da Azores Airlines (SATA International) afunda-se em Novembro

07-12-2018 (16h45)

Foto: SATA Azores Airlines
Foto: SATA Azores Airlines

A Azores Airlines, antigamente SATA International, teve este Novembro o 3º pior índice de pontualidade entre 158 companhias com dados publicados pela consultora OAG.

Com apenas 40,5% dos voos a chegarem até 15 minutos da hora anunciada, a companhia do grupo SATA teve mesmo o seu segundo pior índice deste ano, apenas melhor que os 39,7% registados pela OAG em Julho.

A informação da consultora mostra que em Novembro a TAP deixou de ser a companhia portuguesa com pior índice de pontualidade, embora mantendo-se no grupo das piores das 158 incluídas no ranking, em 136ª, com 66,5% dos voos a chegarem até 15 minutos da hora anunciada.

Assim, além da Azores Airlines a TAP esteve também ligeiramente melhor que a SATA Air Azores, a que a OAG atribuiu um índice de pontualidade de 65,3%, o seu pior desde Julho (43,9%).

A companhia indonésia Garuda Airlines (18.080 voos) foi, de acordo com os dados da OAG, a melhor das grandes companhias em pontualidade no mês de Novembro, com 91,6% dos voos a chegarem até 15 minutos da hora marcada, seguida pela All Nippon Airways (36.622 voos), com 90,6%, Copa Airlines (10.059 voos), com 90,5%, Japan Airlines (24.800 voos), com 90,1%, e KLM (20.326 voos), com 89,4%.

A OAG, que apenas inclui no ranking as companhias de que faz o controlo de pelo menos 80% dos voos programados, aponta a American Airlines como a nº 1 mundial em número de voos, com 183.741 voos, seguida por Delta Air Lines, com 149.578, United Airlines, com 142.911, Southwest Airlines, com 115.554, China Southern, com 64.403, China Eastern, com 63.420, Ryanair, com 55.434, Lufthansa, com 44.546, Air Canada, com 43.978, e easyJet, com 40.148.

A melhor destas dez em pontualidade em Novembro a easyJet, com 84,7%, seguida pela Ryanair, com 84%, Delta, com 81,3%, Southwest, com 80,7%, American, com 80,1%, China Southern, com 79,2%, Lufthansa, com 77,6%, China Eastern, com 76,9%, United, com 76,7%, e Air Canada, com 68,8%.

No ranking por voos, a TAP é 58ª, com 10.551 voos, seguida pela SATA Air Açores em 967ª, com 236 voos, Azores Airlines em 281ª, com 425 voos, euroAtlantic Airways em 360ª, com dez voos, e Orbest em 361ª, com nove voos.

 

Para ver mais clique:

Aeroporto de Lisboa melhora pontualidade em Novembro, mas ainda tem 30º pior índice do mundo, OAG

 

Clique para mais notícias: OAG

Clique para mais notícias: Pontualidade

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: SATA

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Novo A321 Long Range da TAP está pronto para chegar a Telavive e Nova Iorque

24-05-2019 (17h43)

A TAP anunciou que o seu novo avião A321 Long Range, que já está a voar para destinos europeus, também já está registado para operar as rotas da companhia para Telavive, em Israel, e Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Azores Airlines vai manter voos directos entre a ilha Terceira e Toronto no Inverno

23-05-2019 (16h54)

Os voos directos entre a ilha Terceira e Toronto (Canadá), operados pela companhia aérea açoriana Azores Airlines, do grupo SATA, vão estender-se ao Inverno 2019/2020, anunciou hoje o Governo Regional dos Açores.

Delta acredita estar “no bom caminho e com sucesso” em Portugal, director regional de Vendas

23-05-2019 (15h28)

“Não olhamos para o desempenho da concorrência. Estamos no bom caminho e com sucesso”, disse o director regional de Vendas para o Sul da Europa da Delta Airlines, Frederic Schenk, a propósito da concorrência com a TAP nas ligações entre Portugal e a América do Norte.

Senado brasileiro aprova medida que retira limite ao investimento estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras

23-05-2019 (09h07)

O Senado brasileiro aprovou na quarta-feira uma medida provisória que autoriza o investimento de até 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas instaladas no país, noticiou a imprensa local.

TAP cresce menos que o mercado Espanha - Portugal e em Madrid até tem quebra

22-05-2019 (16h54)

A TAP, que no primeiro quadrimestre de 2018 foi a companhia de aviação de 42,2% dos passageiros que voaram entre Espanha e Portugal nesse período, este ano baixou para 37,5%, reflectindo a cessação de três rotas e uma quebra de 1,7% no Aeroporto de Madrid.

Noticias mais lidas