Primera Air declara falência e cessa todos os voos

02-10-2018 (13h30)

Imagem: Primera Air
Imagem: Primera Air

A companhia de aviação islandesa Primera Air, que ligava os países nórdicos a destinos turísticos da Europa, incluindo Portugal, informou hoje que deixou de operar à meia-noite de segunda-feira, depois de declarar falência.


“A companhia trabalhou nos últimos meses sem descanso para conseguir financiamento a longo prazo. Perante a incapacidade de chegar a um acordo com o nosso banco para um financiamento ponte, não temos outra opção senão pedir a falência”, diz um comunicado da low cost.

A Primera Air atribui a deterioração da sua situação financeira a “vários acontecimentos infelizes e imprevistos nos últimos dois anos, nomeadamente a perda de um avião causada por problemas de corrosão e por atrasos na entrega da nova frota de Airbus 321neo”.

A Primera Air tem a sua origem na companhia islandesa Jet X, fundada em 2003 e que foi comprada cinco anos depois pelo Primera Travel Group, também islandês.

Com sedes em Copenhaga e em Riga, a Primera Air ligava o Norte da Europa a 40 destinos, nomeadamente a Lisboa e a Faro, e havia anunciado que tinha planos para voar de diversos mercados da Europa para os Estados Unidos.

Analistas destacaram que é sempre estranho que uma companhia aérea declare falência no fim da época alta em que alegadamente terá ‘os cofres cheios’.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Primera Air

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP já voa para Washington – Dulles

17-06-2019 (17h16)

A TAP já liga as capitais de Portugal e dos Estados Unidos, com a inauguração no Domingo do seu voo TP231 para Washington – Dulles, que informou ter preços de ida desde 253 euros.

Lufthansa responsabiliza excesso de capacidade na Europa pela quebra de resultados

17-06-2019 (15h15)

O grupo Lufthansa, maior grupo de aviação da Europa em número de passageiros e em tráfego medido em RPK (passageiros x quilómetros voados), responsabiliza um alegado excesso de capacidade na Europa por uma evolução pior do que previa, mas os seus dados mostram que a subsidiária mais problemática é a Eurowings, que até era identificada com o negócio de voos de longo curso low cost.

Lufthansa alarma mercados com revisão em forte baixa da previsão de resultados

17-06-2019 (14h46)

A Lufthansa revelou hoje uma previsão de queda acentuada do resultado operacional ajustado de não recorrentes, que conduziu a forte quebra da sua cotação na Bolsa de Frankfurt e ‘ondas de choque’ nos títulos das outras companhias de aviação europeias.

TAP quadruplica oferta de obrigações para até 200 milhões de euros

14-06-2019 (19h03)

A TAP decidiu multiplicar por quatro o número e valor de obrigações a emitir, no âmbito do empréstimo obrigacionista em curso, passando de 50 milhões de euros para até 200 milhões de euros, foi hoje comunicado ao mercado.

TAP recebe mais três Airbus A330neo e já conta com dez

14-06-2019 (16h58)

A TAP anunciou hoje ter recebido mais três aviões Airbus A330neo e que, assim, já com dez unidades deste avião que diz contribuir “com mais de 24 milhões de euros para a economia portuguesa” e “mais de 600 postos de trabalho para o País”.

Noticias mais lidas