“Recuperação” do mercado brasileiro faz crescimento do LATAM ‘disparar’ para 23,3% em Dezembro

13-01-2020 (16h00)

Foto: LATAM
Foto: LATAM

O grupo LATAM, formado pela integração da brasileira TAM na chilena LAN, informou que no mês de Dezembro a sua operação no mercado doméstico brasileiro cresceu 23,3% em RPK (do inglês para passageiros x quilómetros voados) e 24,6% em número de passageiros embarcados, atingindo um total de 3,19 milhões.

A informação evidencia a recuperação do mercado brasileiro, pela qual, apesar de ter uma queda de tráfego em rotas internacionais, em 5,6% em RPK e em 9,8% em número de passageiros, o grupo teve crescimento do tráfego em RPK em 3,9% e uma subida do número de passageiros transportados em 11,4%, totalizando 6,87 milhões.

Para o total do ano de 2019, os dados do LATAM indicam um crescimento médio do tráfego em RPK de 4,6%, com +9,3% nos voos domésticos na Argentina, Chile, Colômbia, Equador e Peru, países de língua espanhola, +9,4% em voos domésticos no Brasil e em apenas 1% nas rotas internacionais, entre as quais Lisboa.

Em número de passageiros transportados, os dados indicam que foram 74,189 milhões, +7,8% ou mais 5,38 milhões que em 2018.

O crescimento mais forte foi nos voos domésticos nos mercados de língua espanhola, com +11,2% (mais 2,69 milhões), para 26,619 milhões, mas o maior aumento foi nos voos domésticos no Brasil, com mais 2,96 milhões (+10,4%, para 31,38 milhões).

Em voos internacionais, 2019 foi um ano de ligeira queda de 1,6% ou cerca de 270 mil, para 16,186 milhões.

 

Clique para mais notícias: LATAM

Clique par mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Antonoaldo Neves garante que TAP tem “fundações bem sólidas”

21-02-2020 (17h53)

Os resultados da TAP no segundo semestre “não foram suficientes para compensar” as quebras do primeiro, admitiu Antonoaldo Neves, CEO da transportadora, que acrescentou estar convicto, no entanto, que “as fundações estão bem sólidas para a gente continuar nessa trajectória de transformação da empresa e melhoria da sustentabilidade”.

Grupo TAP baixa prejuízos em 12,4 milhões para 105,6 milhões de euros em 2019

21-02-2020 (17h51)

O Grupo TAP registou prejuízos de 105,6 milhões de euros em 2019, uma melhoria de 12,4 milhões de euros face às perdas de 118 milhões registadas em 2018.

TAP fecha o ano com prejuízos de 95,6 milhões

21-02-2020 (17h51)

A companhia portuguesa de aviação TAP perdeu mais 95,6 milhões de euros no ano passado, com um agravamento de 37,6 milhões face a 2018, segundo os resultados da empresa comunicados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“Não há possibilidade de a TAP ir para o Montijo”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (17h07)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, voltou a garantir que “não há possibilidade” da companhia aérea ir para o Montijo, apesar de considerar “importantíssimo” a sua construção.

Comissão Executiva da TAP “não comenta política de remuneração da empresa”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (16h59)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, declarou que “não comenta política de remuneração da empresa” que foi trazida para a ‘praça pública’ pelo accionista David Neeleman que o escolheu para liderar a gestão executiva da companhia.

Noticias mais lidas