Ryanair anuncia acordo para comprar a Malta Air

11-06-2019 (17h40)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

A Ryanair anunciou hoje um acordo para comprar a companhia de aviação Malta Air, uma startup com a qual pretende expandir a sua presença no país, chegar a novos mercados do Norte de África e obter um certificado de operador aéreo maltês.

A transportadora, que não revelou o montante investido, avança em comunicado que prevê concluir o negócio no final deste mês.

O negócio vai permitir à Ryanair mudar os aviões baseados em França, Itália e Alemanha para o AOC (certificado de operador aéreo) de Malta, “o que permitirá a estas equipas pagar os seus impostos sobre o rendimento localmente em França, Itália e Alemanha, em vez de o fazer em Irlanda, onde estão obrigados a pagar imposto sobre os rendimentos sob o AOC irlandês da Ryanair”.

A Ryanair indica que vai transferir os seis aviões B737 que tem baseados em Malta para a Malta Air, passando também a ter contratos locais para os cerca de 200 tripulantes que tem em Malta.

Para o Verão de 2020, a companhia prevê ter já os seus aviões com as cores da Malta Air.

Em três anos, a Ryanair prevê aumentar o número de aviões baseados em Malta de seis para dez, criando mais de 350 postos de trabalho.

Michael O’Leary, CEO da low cost, afirmou que “a Ryanair tem o prazer de receber a Malta Air no grupo de companhias aéreas Ryanair, que agora inclui a Buzz (Polónia), Lauda (Áustria), Malta Air e Ryanair (Irlanda)”.

“A Malta Air vai orgulhosamente levar o nome e a bandeira de Malta para mais de 60 destinos na Europa e no Norte de África, à medida que procuramos aumentar a nossa frota, rotas, tráfego e empregos baseados nos malteses durante os próximos três anos”, acrescentou O’Leary.

O Ministro do Turismo de Malta, Konrad Mizzi, afirmou por sua vez que “a relação entre a Ryanair e Malta evoluiu para uma colaboração bem sucedida. Congratulamo-nos com o compromisso da Ryanair em operar e desenvolver uma companhia aérea baseada em Malta que contribuirá de forma significativa para o desenvolvimento do país”.

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Ryanair

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

APAVT apresenta queixa contra a TAP por uso abusivo de dados de passageiros

18-07-2019 (10h40)

A APAVT formalizou junto da IATA, associação internacional de companhias de aviação, uma queixa contra a TAP por alegada utilização abusiva dos contactos dos passageiros que os agentes de viagens são obrigados a fornecer, noticiou hoje o jornal espanhol "Nexotur".

Aeroporto de Lisboa subiu em Maio ao Top5 de crescimento dos grandes aeroportos europeus

17-07-2019 (17h07)

A associação dos aeroportos europeus, que diz representar mais de 500 aeroportos em 45 países do continente, apontou o Aeroporto de Lisboa como o 4º grande aeroporto europeu com crescimento mais forte do número de passageiros em Maio.

Azores Airlines ainda tem 300 passageiros "por reacomodar" após avaria em dois aviões

17-07-2019 (13h20)

A Azores Airlines, do grupo SATA, anunciou hoje que “estão ainda por reacomodar cerca de 300 passageiros” devido “aos cancelamentos em cadeia” verificados desde Sábado, na sequência da avaria de duas aeronaves.

TAP e tripulantes debateram “medidas mitigadoras” para náuseas em A330neo

17-07-2019 (12h00)

A TAP e o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) debateram “medidas mitigadoras” para tentar resolver os odores e as más disposições que têm ocorrido entre tripulações e passageiros nos aviões A330neo.

Crescimento os voos Espanha - Portugal desloca-se de Lisboa para o Porto

16-07-2019 (17h59)

O Aeroporto do Porto concentrou 69% do crescimento do movimento de passageiros em voos entre Portugal e Espanha, quando há um ano, no primeiro semestre de 2018, 58,4% do crescimento estava no Aeroporto de Lisboa.

Noticias mais lidas