Siris e Evergreen compram Travelport por 4,4 mil milhões de dólares

30-05-2019 (16h45)

Imagem: Travelport
Imagem: Travelport

As financeiras Siris Capital Group e Evergreen Coast Capital Corporation concluíram o processo de aquisição da Travelport, por 4,4 mil milhões de dólares, cerca de 3,95 mil milhões de euros ao câmbio de hoje.

A empresa vai continuar a operar como Travelport Worldwide Limited e será detida totalmente por afiliados da Siris e da Evergreen, sendo que as acções ordinárias da Travelport serão retiradas da Bolsa de Valores de Nova Iorque.

O Conselho de Administração da nova Travelport será liderado pelo presidente executivo John Swainson, um sócio executivo da Siris e ex-executivo da IBM Corporation, da CA, Inc. (anteriormente Computer Associates) e do grupo Dell Software.

Citado em comunicado, John Swainson afirmou que a Travelport, “através das suas capacidades de distribuição, serviços de tecnologia, soluções de pagamento inovadoras e outras ferramentas digitais”, está “bem posicionada para implantar a sua especialização à escala global e local para fornecer soluções-chave para fornecedores e agências de viagens”.

“Com o apoio combinado da Siris e da Evergreen, estou ansioso por fazer parcerias com a gestão para impulsionar novas oportunidades de inovação e crescimento”, acrescentou o John Swainson.

Gordon Wilson, presidente e CEO da Travelport, por sua vez, comentou: “Começámos a construir um óptimo relacionamento com as equipas da Siris e da Evergreen. Esperamos trabalhar em conjunto enquanto continuamos a desenvolver e investir na nossa plataforma para atender às necessidades dos nossos clientes”.

“Estamos confiantes de que o apoio da Siris e da Evergreen permitirá à Travelport executar a sua estratégia numa excitante nova fase de inovação e liderança no secto”, acrescentou Gordon Wilson.

Uma informação divulgada pela Travelport em Fevereiro acerca de reuniões com accionistas e funcionários citava o co-fundador do Siris Capital Group, Frank Baker, a afirmar que pretendia impulsionar a indústria da distribuição de viagens para uma espécie de “versão 2.0”, significando ter um crescimento mais agressivo (clique para ler: Potenciais compradores da Travelport perspectivam crescimento mais agressivo).

O acordo de compra da Travelport foi anunciado em 10 de Dezembro de 2018 e aprovado pelos accionistas da Travelport em 15 de Março deste ano (clique para ler: Siris e Evergreen Coast assinam acordo para comprar a Travelport).

No primeiro trimestre deste ano, a Travelport teve uma quebra de proveitos em 3% ou cerca de 19,6 milhões de dólares, centrada na Europa e nos Estados Unidos, que eram os seus dois maiores mercados (clique para ler: Travelport baixa proveitos por quebras de reservas na Europa e nos Estados Unidos).

 

Clique para ver mais: Travelport

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Balanço do LATAM evidencia recuperação ‘explosiva’ da aviação no Brasil

16-08-2019 (16h15)

O LATAM, maior grupo de aviação comercial da América Latina, cuja subsidiária brasileira, a LATAM Brasil (antiga TAM), é líder brasileira em voos internacionais, indicou que no segundo trimestre teve um aumento da receita unitária (por lugar voado um quilómetro) de 18,7%, atingindo 29,5% em reais.

Levantadas restrições ao abastecimento no aeroporto de Lisboa, ANA Aeroportos

16-08-2019 (12h35)

As restrições ao abastecimento de aviões no aeroporto de Lisboa, em vigor desde segunda-feira, foram hoje levantadas, disse à Lusa fonte oficial da ANA – Aeroportos de Portugal.

Grupo SATA transportou mais 8% de passageiros no primeiro semestre

16-08-2019 (11h59)

As companhias aéreas SATA Air Açores e Azores Airlines transportaram 705,7 mil passageiros no primeiro semestre, mais 8% ou mais 52,5 mil que no período homólogo do ano passado, anunciou o Grupo SATA.

Lauak vai produzir em Grândola peças para aviões A320

16-08-2019 (11h39)

A Lauak vai implementar uma unidade de produção de preças para aviões A320 em Grândola, com um investimento de 33 milhões de euros com apoio de fundos comunitários.

Trabalhadores da Grounforce realizam concentração para exigir estacionamento

16-08-2019 (11h24)

Os trabalhadores da Groundforce, reunidos na quinta-feira em plenário, aprovaram a realização de uma concentração no Ministério das Infraestruturas, com data a definir, para entrega de um abaixo-assinado a exigir estacionamento nas zonas limítrofes aos aeroportos e devolução das multas.

Noticias mais lidas