TAP alcança em Outubro melhor pontualidade desde Maio, mas ainda é a 5ª pior do ranking da OAG

13-11-2018 (18h05)

A TAP teve em Outubro 56,4% dos voos a chegarem até 15 minutos da hora marcada, que é o seu melhor registo desde Maio (58,1%), mas ainda assim o 5º pior do mês no ranking publicado pela consultora OAG e que inclui 153 companhias.

Pior que a TAP, porém, esteve ainda a Azores Airlines (antiga SATA Internacional), para a qual a OAG indica que teve apenas 56,2% dos voos a chegarem à hora, no que é o 4º pior registo no ranking da OAG, que não inclui todas as companhias ‘controladas’ pela consultora.

De Portugal o ranking inclui ainda a SATA Air Açores, com 75% das chegadas até minutos da hora marcada, o que lhe dá o 103º lugar no ranking da OAG, enquanto a TAP está em 149ª e a SATA Internacional está em 150ª.

Os dados publicados pela OAG incluem ainda a indicação de que a Orbest teve 66,7% dos voos à hora e a euroAtlantic teve 100%, mas sem as incluir no seu ranking, referindo apenas a companhia de Tomaz Metello foi a 370º com mais voos controlados, com oito, e a Orbest foi a 364º, com 18 voos.

A maior de Portugal foi naturalmente a TAP, em 56ª em Outubro, com 11.613 voos controlados, seguindo-se a SATA Air Açores em 222ª, com 1.275 voos, e finalmente a SATA Internacional em 267ª, com 623 voos.

A nº1 mundial foi a American Airlines, com 195.139 voos, seguindo-se mais três companhias dos Estados Unidos — a Delta Air Lines, com 161.501, a United Airlines, com 150.295, e a Southwest Airlines, com 117.317 — e, a fechar o Top 5, a Ryanair, que é assim a maior europeia, com 69.466 voos.

Depois vêm as chinesas China Southern Airlines, com 67.254, e China Eastern Airlines, com 64.978, e seguem-se a easyJet, com 55.351 voos, que é assim a segunda maior europeia, a Air Canadá, com 49.380, a Lufthansa German Airlines, com 49.085, e a Turkish Airlines, com 41.635.

A melhor em pontualidade entre estas ‘gigantes’ é a Delta, com 87,1% dos voos a chegarem até 15 minutos da hora anunciada, seguida pela Southwest com 82,7%, a United Airlines com 81,4%, a China Southern com 80,8% e a American Airlines com 80,1%.

A OAG, que avisa que apenas inclui no seu ranking as companhias e aeroportos relativamente aos quais ‘controlou’ mais de 80% dos voos programados, não incluindo assim a Ryanair, indica para esta companhia um índice de pontualidade de 78,2%, que é o 2º melhor das ‘gigantes’ europeias, depois da Turkish, com 78,6%, e à frente da easyJet, com 75,1%, e Lufthansa, com 70,1%.

 

Clique para mais notícias: OAG

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Pontualidade

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP já estreou mais dois A330-900neo

22-01-2019 (18h31)

A TAP anunciou que estreou esta segunda-feira o segundo e o terceiro Airbus A330-900neo da sua frota, em voos entre Lisboa e São Paulo Guarulhos.

easyJet aumentou capacidade em Portugal em 6% em 2017/2018

22-01-2019 (18h19)

A low cost easyJet, que em Portugal tem voos de/para Lisboa, Porto, Faro e Funchal, informou hoje que no exercício 2017/2018, terminado a 30 de Setembro, aumentou a sua capacidade em Portugal em 6%, abaixo, portanto do aumento médio da sua rede, que foi de 9,8%.

Air France KLM nomeia Angus Clarke para liderar estratégia do grupo

22-01-2019 (18h19)

O grupo Air France KLM nomeou Angus Clarke como vice-presidente executivo para a estratégia do grupo, com efeito a partir de 1 de Fevereiro.

easyJet aposta em ter êxito onde a Ryanair acaba de fracassar

22-01-2019 (18h16)

A contrastar com a recente ‘falência’ da Ryanair Holidays, a easyJet declarou hoje a sua easyJet Holidays como um dos pilares da sua estratégia, pois considera haver “uma grande oportunidade de mudar radicalmente” a oferta de pacotes.

easyJet confirma que não vai publicar mais resultados mensais de tráfego

22-01-2019 (17h47)

“Para reduzir o impacto especulativo de curto prazo em torno das estatísticas mensais de tráfego” assim explica hoje a easyJet a decisão de deixar de publicar as estatísticas mensais de tráfego como o fazia pontualmente desde a sua fundação.