TAP foi a 9ª companhia mundial com crescimento mais forte da oferta de lugares em 2017

19-02-2018 (12h57)

A TAP entrou em 2017 para o Top10 das “fastest-growing airlines”, segundo o “Routes Online”, que credita à companhia portuguesa o 9º mais forte aumento de lugares do ano passado.

O ranking, elaborado com dados do OAG, refere-se às cem companhias com maior número de lugares disponíveis em 2017, todas elas com mais de um milhão.

Segundo esse estudo, a TAP teve disponíveis no ano passado 18,3 milhões de lugares de avião, com um aumento em 16,2% ou 2,55 milhões relativamente a 2016.

A low cost chinesa Lucky Air, subsidiária da Hainan Airlines, do grupo que é accionista da TAP e da Azul, foi apontada nesse estudo como a empresa que fez o mais forte aumento do número de lugares disponíveis, com +35,3% que em 2016, totalizando 12,67 milhões.

A indonésia, com um aumento em 32,6%, para 13 milhões, ocupou a segunda posição do ranking, seguida pela Batik Air, também da Indonésia, com +25,1%, para 20,06 milhões.

A primeira europeia e 4ª no ranking do “Routes Online” é a Eurowings, do grupo Lufthansa, com um aumento em 24,1%, para 30,98 milhões, seguida pela húngara Wizz Air, com +20,4%, para 31,01 milhões.

A Shandong Airlines, com +16,3% de lugares que em 2016, cotando-se como 8ª no ranking da  “Routes Online” é, no entanto, a maior desse Top10, com 32,18 milhões de lugares, à frente da Wizz Air, com 31,01 milhões, e da Eurowings, com 30,98 milhões, a qual, por sua vez, é a que fez o maior aumento entre as Top10, com mais 6,01 milhões de lugares que em 2016, seguida pela Wizz Air, com mais 5,24 milhões, e a Shandong, com mais 4,5 milhões.

A TAP informou em inícios de Janeiro que terminou o ano de 2017 com 14,27 milhões de passageiros transportados, +21,7% que em 2016 (para ler mais clique: TAP cresceu a dois dígitos em todos os sectores de rede em 2017).

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Dubai vai injectar capital na Emirates

31-03-2020 (15h10)

O Dubai vai injectar capital na companhia aérea Emirates para a ajudar a atravessar a crise causada pela pandemia de covid-19, que obrigou a transportadora a suspender os voos de passageiros.

Eurowings vai manter dois voos por semana Dusseldorf – Lisboa

31-03-2020 (15h04)

A Eurowings, companhia de aviação do grupo Lufthansa inicialmente apontada como vocacionada para voos low cost de longo curso, vai manter dois voos por semana de Dusseldorf para Lisboa.

Lufthansa programa voo diário para Lisboa pelo menos até 19 de Abril

31-03-2020 (15h01)

A companhia de aviação alemã Lufthansa prevê manter voo diário de Frankfurt para Lisboa pelo menos até 19 de Abril, tendo 1.260 lugares em cada sentido, apesar da forte redução em consequência do impacto da pandemia de coronavírus.

TAP só vai voar em Embraer E190 até 4 de Maio

31-03-2020 (14h55)

A operação reduzida que a TAP tem programada até 4 de Maio vai ser toda realizada em Embraer E190 de 106 lugares, o que significa que terá um total de 1.060 lugares por semana em voos de/para Lisboa.

Ministro da Economia admite nacionalizações para assegurar "actividades estratégicas"

31-03-2020 (12h26)

O ministro da Economia considera “muito difícil” que a TAP “mantenha todos os postos de trabalho funcionais” na actual conjuntura, mas garante que o Estado assegurará, nesta e noutras empresas estratégicas, “a preservação do valor” que representam para o país.

Noticias mais lidas