Técnicos de manutenção da SATA Air Açores em greve de 21 a 23 de Dezembro

16-12-2019 (11h38)

Foto: SATA Azores Airlines
Foto: SATA Azores Airlines

Os técnicos de manutenção de aeronaves da SATA Air Açores vão estar em greve entre 21 e 23 de Dezembro, tendo a companhia aérea activado o plano de contingência previsto para situações desta natureza.

Segundo uma nota de imprensa do grupo SATA, a greve foi convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil (SINTAC) e pelo Sindicato dos Técnicos de Manutenção de Aeronaves (SITEMA).

Os trabalhadores já se encontravam em greve à realização do trabalho nocturno a efectuar da meia-noite às 8h, bem como à prestação de trabalho extraordinário, desde 28 de Outubro.

O grupo SATA refere que “no decurso deste tempo têm ocorrido reuniões de negociação no sentido de aproximar as partes”, mas, “perante a ausência de acordo no que respeita às várias reivindicações apresentadas”, os sindicatos entregaram este segundo pré-aviso de greve.

A SATA, uma vez que não são ainda conhecidas as ligações de serviço mínimo obrigatório, procedeu ao fecho antecipado dos voos nos dias de paralisação, de forma a “poder reacomodar os clientes em voos alternativos, mal sejam conhecidas as ligações inter-ilhas que estejam, à partida, garantidas”.

O grupo SATA fechou 2018 com um prejuízo de 53,3 milhões de euros, um agravamento de 12,3 milhões face ao ano de 2017.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: SATA

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Antonoaldo Neves garante que TAP tem “fundações bem sólidas”

21-02-2020 (17h53)

Os resultados da TAP no segundo semestre “não foram suficientes para compensar” as quebras do primeiro, admitiu Antonoaldo Neves, CEO da transportadora, que acrescentou estar convicto, no entanto, que “as fundações estão bem sólidas para a gente continuar nessa trajectória de transformação da empresa e melhoria da sustentabilidade”.

Grupo TAP baixa prejuízos em 12,4 milhões para 105,6 milhões de euros em 2019

21-02-2020 (17h51)

O Grupo TAP registou prejuízos de 105,6 milhões de euros em 2019, uma melhoria de 12,4 milhões de euros face às perdas de 118 milhões registadas em 2018.

TAP fecha o ano com prejuízos de 95,6 milhões

21-02-2020 (17h51)

A companhia portuguesa de aviação TAP perdeu mais 95,6 milhões de euros no ano passado, com um agravamento de 37,6 milhões face a 2018, segundo os resultados da empresa comunicados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“Não há possibilidade de a TAP ir para o Montijo”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (17h07)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, voltou a garantir que “não há possibilidade” da companhia aérea ir para o Montijo, apesar de considerar “importantíssimo” a sua construção.

Comissão Executiva da TAP “não comenta política de remuneração da empresa”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (16h59)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, declarou que “não comenta política de remuneração da empresa” que foi trazida para a ‘praça pública’ pelo accionista David Neeleman que o escolheu para liderar a gestão executiva da companhia.

Noticias mais lidas