Voo da Lufthansa Lisboa - Munique desviado hoje para Sevilha para abastecer

17-04-2019 (11h25)

Foto: Lufthansa
Foto: Lufthansa

O voo LH1793 da Lufthansa que saiu hoje de manhã de Lisboa para Munique foi desviado para Sevilha para abastecer.

O aparelho, um Airbus A321, que tinha hora de partida de Lisboa às 6h15, saiu às 6h39 e foi aterrar em Sevilha para abastecer.

O avião já aterrou entretanto em Munique, às 11h33.

 

Clique para mais notícias: Lufthansa

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

easyJet contrata director de operações da Ryanair

19-07-2019 (13h25)

A easyJet contratou o director de operações da Ryanair, Peter Bellew, que vai desempenhar as mesmas funções e integrar o Conselho de Administração, reportando ao presidente executivo, Johan Lundgren.

Plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (12h25)

O plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, disse o presidente executivo da companhia, Antonoaldo Neves, remetendo para os accionistas a análise da satisfação com os seus resultados.

CEO da TAP diz que ‘fake news’ sobre aviões A330neo “não têm afectado” as vendas

19-07-2019 (11h59)

“As ‘fake news’ sobre esse avião começaram há muito tempo e felizmente não têm afectado a venda de passagens, porque na ‘media’ mundial não saem”, disse o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, a propósito das indisposições a bordo dos aviões A330neo da companhia.

TAP tem “65% do volume de combustível protegido”, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (11h39)

A TAP tem actualmente “65% do volume de combustível protegido” das variações do preço do petróleo, afirmou o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves.

TAP também deu prémios em ano de prejuízos quando era 100% pública, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (11h05)

O presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, disse que os prémios atribuídos aos quadros da companhia estão relacionados com a melhoria de indicadores e que não é a primeira vez que a companhia paga prémios em ano de prejuízos, incluindo quando era totalmente pública.

Noticias mais lidas