Câmara de Lobos aprova boutique hotel perto do Cabo Girão

21-02-2020 (14h02)

O município de Câmara de Lobos aprovou a construção de um boutique hotel de três andares, com nove quartos, e um jardim de plantas endémicas com cerca de 25 mil metros quadrados, nas imediações de um dos pontos mais turísticos da Madeira, o Cabo Girão.

O projecto, que conta com um investimento privado de capitais estrangeiros avaliado em cera de 4,5 milhões de euros, foi aprovado, por unanimidade, na reunião semanal do executivo.

A área da unidade hoteleira, na zona do Facho, a norte do Cabo Girão, abrange cerca de 25,5 mil metros quadrados e inclui um jardim público, um centro de arte e uma residencial.

A informação divulgada pelo município contíguo a oeste do Funchal revela que o jardim público desta nova unidade hoteleira, com 24.900 metros quadrados, será “composto por plantas endémicas”, num total de mais de 100 mil espécies, com capacidade para 7.000 visitantes, além de estacionamento e parque infantil.

Os promotores declaram no documento que o espaço ajardinado “pretende ser um jardim de emoções, levando o visitante a percorrer diferentes estados de espírito numa espécie de narrativa da vida, desde a infância até à velhice” .

Sobre o centro de arte que fica inserido no espaço ajardinado, terá uma “área superior a 1.000 metros quadrados distribuídos por três pisos”, com área para exposições, de restauração, loja de artesanato e terraços com vistas para Câmara de Lobos e o Oceano Atlântico, apostando em mostras temporárias de artistas contemporâneos portugueses e internacionais.

A ‘Guest House’ será constituída por três pisos, com nove quartos, numa lógica de “boutique hotel” e vai “funcionar também como residência artística, dos artistas e galeristas que irão desenvolver e promover o seu trabalho na galeria de arte”.

O presidente do município de Câmara de Lobos, Pedro Coelho (PSD), afirma que este projecto evidencia a “apetência” deste concelho em termos de investimentos turísticos.

“Câmara de Lobos já era a imagem do turismo da região nas campanhas de promoção turística internacionais, agora afirma-se também pela sua atractividade para a implementação de novas unidades hoteleiras, que procuram atrair um tipo de cliente diferenciado, que procura um serviço distinto do oferecido em grandes unidades hoteleiras que vendem apenas camas”, afirma o autarca.

Também realçou o “impacto positivo que este investimento representará para a economia local, através da criação de postos de trabalho e dinamização do comércio, como já ficou comprovado com a abertura de outras unidades turísticas no concelho”.

Segundo a nota da autarquia, o projeto hoje aprovado vai para o terreno “logo que terminados os tramites legais associados ao licenciamento da obra”.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Lay-off na TAP abrange 90% dos trabalhadores

31-03-2020 (19h36)

A TAP vai avançar esta quinta-feira, dia 2, com um processo de lay-off para 90% dos trabalhadores e com a redução do período normal de trabalho em 20% para os restantes colaboradores, informou hoje a companhia aérea numa mensagem aos funcionários.

Marriott International alvo de roubo de informação de clientes

31-03-2020 (16h15)

A Marriott International anunciou que está a entrar em contacto com alguns dos seus hóspedes depois de ter sido detectada uma fuga de informação relativa a 5,2 milhões dos seus clientes, em Fevereiro deste ano.

Dubai vai injectar capital na Emirates

31-03-2020 (15h10)

O Dubai vai injectar capital na companhia aérea Emirates para a ajudar a atravessar a crise causada pela pandemia de covid-19, que obrigou a transportadora a suspender os voos de passageiros.

Eurowings vai manter dois voos por semana Dusseldorf – Lisboa

31-03-2020 (15h04)

A Eurowings, companhia de aviação do grupo Lufthansa inicialmente apontada como vocacionada para voos low cost de longo curso, vai manter dois voos por semana de Dusseldorf para Lisboa.

Lufthansa programa voo diário para Lisboa pelo menos até 19 de Abril

31-03-2020 (15h01)

A companhia de aviação alemã Lufthansa prevê manter voo diário de Frankfurt para Lisboa pelo menos até 19 de Abril, tendo 1.260 lugares em cada sentido, apesar da forte redução em consequência do impacto da pandemia de coronavírus.

Noticias mais lidas