Mercado inglês em mínimos agrava quebra de passageiros de cruzeiros em Lisboa

03-10-2019 (16h13)

O Porto de Lisboa estava no fim de Agosto com o menor número de passageiros de cruzeiros de nacionalidade inglesa nos primeiros oito meses de um ano desde pelo menos 2012, ficando pela primeira vez abaixo dos cem mil nesse período.

Dados da Administração do Porto de Lisboa (APL) indicam que no fim de Agosto somava 95 mil passageiros de nacionalidade inglesa, em queda de 30,6% ou quase 42 mil em relação aos primeiros oito meses de 2018, mantendo-se ainda assim a nacionalidade líder em cruzeiros na capital portuguesa.

Os passageiros de nacionalidade alemã são o segundo grupo mais numeroso e, neste caso, atingindo inclusivamente um novo máximo para os primeiros oito meses de um ano, com 82 mil, que representam um crescimento em 33,4% ou 20,5 mil relativamente ao período homólogo de 2018.

A nacionalidade norte-americana é a terceira mais numerosa em cruzeiros em Lisboa, com 40,2 mil passageiros, mas também em decréscimo de 5,5% relativamente ao período homólogo de 2018, que se mantém o melhor, com 42,5 mil passageiros.

Os dados da APL indicam que nos primeiros oito meses deste ano o Porto de Lisboa soma 288,7 mil passageiros de cruzeiros, -2,5% ou menos 7,2 mil que no período homólogo de 2018, apesar de registar máximos de algumas nacionalidades, além da alemã.

Entre essas nacionalidades em máximos contam-se Portugal, com 7,9 mil, Canadá, com 7,4 mil, e Austrália, com 5,77 mil.

Já Itália, que já chegou a ser a ser o segundo principal emissor de passageiros de cruzeiros para Lisboa, com 9,1 mil de Janeiro a Agosto, ficou próximo do mínimo para este período do ano, que é de 8,5 mil, nos primeiros oito meses de 2017.

Os dados da APL mostram que nos primeiros oito meses deste ano, 97,3% dos passageiro de cruzeiros no Porto de Lisboa eram estrangeiros, destacando-se os ingleses, com 32,9% do total, os alemães, com 28,4%, e os norte-americanos, com 13,9%.

Já no mês de Agosto, em que o Porto de Lisboa somou 31,9 mil passageiros de cruzeiros, os ingleses foram a maioria, com 54,3% do total, seguidos pelos alemães, com 19,2%, e norte-americanos, com 13,4%.

 

Clique para mais notícias: Cruzeiros em Lisboa

Clique para mais notícias: Cruzeiros

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ocean Cay da MSC recebe os primeiros visitantes

06-12-2019 (15h33)

A nova ilha privada da MSC Cruzeiros, a Ocean Cay MSC Marine Reserve, recebeu os seus primeiros visitantes no dia 5 de Dezembro, que chegaram à ilha a bordo do MSC Divina.

Navio de cruzeiros Mein Schiff Herz cancela turnaround no Funchal devido ao mau tempo

05-12-2019 (13h24)

O navio de cruzeiros Mein Schiff Herz cancelou a operação de turnaround que tinha prevista para hoje no Funchal devido às más condições atmosféricas, revelou a Administração dos Portos da Madeira (APRAM).

Oasis of the Seas regressa a Miami renovado

04-12-2019 (16h40)

O Oasis of the Seas integrou o programa de renovação da Royal Caribbean, o Royal Amplified, que visa a modernização de 10 navios da frota da companhia ao longo de quatro anos, através de um investimento avaliado em mil milhões de dólares, cerca de 902,5 milhões de euros.

MSC Cruzeiros anuncia o "float out" do MSC Virtuosa

03-12-2019 (17h31)

A MSC Cruzeiros anunciou que o MSC Virtuosa realizou a sua primeira navegação, a partir dos estaleiros da Chantiers de l'Atlantique, em Saint-Nazaire, em França.

Costa Cruzeiros passa a gerir directamente o mercado português

02-12-2019 (11h39)

A Costa Cruzeiros passou a gerir directamente o mercado português a 1 de Dezembro, deixando de ser representada pela Line C, de Jorge Carreiras.

Noticias mais lidas