GEA tem “boas perspectivas” para vendas durante a BTL, Pedro Gordon

14-03-2019 (15h11)

Pedro Gordon, director-geral da GEA, maior rede portuguesa de agências de viagens em número de lojas, disse ao PressTUR que tem “boas perspectivas” para as vendas durante a BTL, mas o resultado dependerá dos descontos praticados, porque “é um mercado de preço”.

“As perspectivas são boas, mas depende um bocado da concorrência”, começou por dizer Pedro Gordon, considerando que na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) “o mercado compra muito pelo preço”.

“Não é como numa agência de viagens, em que há uma preocupação diferenciada na forma de lidar com o cliente”, enquanto na feira “é tudo rápido, em cima da mesa, com barulho. Muitas vezes é mais fácil dar um orçamento e uns dias depois confirma-se a venda”.

Sendo “um mercado de preço”, continuou Pedro Gordon, “consoante os descontos dos outros, poderemos vender mais ou menos”.

“No ano passado houve preços muito agressivos. Vamos ver como será este ano”, acrescentou o director da GEA.

Relativamente à programação disponível no mercado, Pedro Gordon considera que, em termos gerais, “há mais ou menos um equilíbrio, não há maluquices”.

A GEA vai ter 18 agências de viagens com 20 pontos de venda na BTL a partir das 17h de sexta-feira, dia 15 de Março, e ao longo dos dias de Sábado e Domingo.

 

Clique para ver mais: GEA

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP prevê transportar mais 800 mil a um milhão de passageiros este ano

20-05-2019 (17h18)

“Ainda é cedo, estamos em Maio”, contemporizou o CEO da TAP, Antonoaldo Neves, que ainda assim não deixou de avançar que prevê que a TAP transporte este ano entre 800 mil e um milhão a mais que em 2018.

Ryanair espera mais 8% de passageiros mas sem lucrar mais

20-05-2019 (16h40)

A low cost Ryanair indicou hoje que espera chegar a 153 milhões de passageiros no ano fiscal 2019/2020 que iniciou a 1 de Abril, com um aumento em 8%, a que se somará uma subida da receita média por passageiro entre 2% e 4%, mas ainda assim não antevê melhor que uma estagnação do lucro, que em 2018/2019 caiu 39%.

Ryanair avança a possibilidade de receber os primeiros B737 MAX em Novembro

20-05-2019 (16h37)

A low cost Ryanair aponta na sua apresentação de resultados a possibilidade de receber em Novembro os primeiros cinco Boeing B737 MAX, que estão impedidos de voar desde meados de Março sem a correcção dos problemas que alegadamente levaram a dois acidentes em que morreram 346 pessoas.

Agravamento de custos com combustíveis, pessoal e Laudamotion ‘corta’ lucro operacional da Ryanair em 39%

20-05-2019 (16h18)

A low cost Ryanair declarou hoje uma quebra do lucro operacional em 39,1%, que o seu balanço evidencia reflectir principalmente os agravamentos e custos com combustíveis, em 27,6% ou 524,4 milhões de euros, com pessoal, num ano em que enfrentou greves de pilotos e tripulantes de cabina pela melhoria das suas condições contratuais, em 28% ou 206,5 milhões, e com o lançamento da austríaca Laudamotion, em 223,9 milhões.

AHP lança curso de gestão de hostels, guesthouses e estabelecimentos de hospedagem

20-05-2019 (13h36)

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) lançou um curso de Gestão de Hostels, Guesthouses e Estabelecimentos de Hospedagem, que terá edições em Lisboa, Lagos e Porto.