Alojamento local somou até Outubro mais 161 mil dormidas que em todo o ano de 2018

13-12-2019 (16h50)

Os estabelecimentos de alojamento local, que a liberalização decretada pelo ex-secretário de Estado do Turismo Adolfo Mesquita Nunes fez proliferar em todo o país, ultrapassaram em Outubro o total de dormidas do ano de 2018, de acordo com os dados publicados hoje pelo INE.

A informação do Instituto permite calcular um total de 8,885 milhões de dormidas em alojamento local nos primeiros dez meses deste ano, mais 161,6 mil que nos doze meses de 2018, em que contabilizaram 8,72 milhões de pernoitas.

Relativamente ao período homólogo de 2018, o alojamento local regista um crescimento das dormidas de 14,5%, significando um aumento de 1,12 milhões, com o qual a ‘fatia’ de dormidas em alojamento local a nível nacional sobe 1,3 pontos, para 14,3%.

Além do alojamento local também os hotéis-apartamentos de 5-estrelas somaram nos primeiros dez meses deste ano mais dormidas que nos 12 meses de 2018.

Os dados do INE indicam um total de 962,6 mil dormidas em hotéis-apartamentos de 5-estrelas entre Janeiro e Outubro deste ano, mais quase 216 mil que em todo o ano transacto, em que tiveram um total de 746,6 mil pernoitas.

Os hotéis-apartamentos de 5-estrelas estão este ano com um crescimento homólogo das dormidas em 43,4%, significando mais 291,5 mil que no período homólogo de 2018, mas no conjunto dos hotéis-apartamentos o crescimento homólogo é apenas de 1,9% ou 132,6 mil dormidas, para 7,19 milhões, porque nas unidades 4-estrelas há uma queda em 0,3% ou 15,8 mil, para 4,97 milhões, e nos 3 e 2-estrelas há uma queda em 10,3% ou 143 mil, para 1,25 milhões.

Os dados do INE indicam que  nos primeiros dez meses deste ano os estabelecimentos de alojamento turístico portugueses somaram 62,27 milhões de dormidas, que praticamente garante que 2019, ainda que o crescimento homólogo tenha abrandado para 2,1%, será de novo ano recorde em pernoitas, pois basta igualar os totais de Novembro e Dezembro de 2018.

 

Clique para mais notícias: Hotelaria portuguesa

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hotelaria espanhola penalizada por queda da estada média da maioria dos emissores

24-01-2020 (17h44)

A hotelaria espanhola alojou em 2019 mais 1,77 milhões de turistas residentes no estrangeiro, mas teve apenas mais 151,7 mil dormidas desses mercados, pela queda da estada média em 3,1%, concluiu o PressTUR dos dados publicados pelo INE espanhol.

Dormidas de portugueses na hotelaria espanhola aumentaram 8,1% em 2019 e atingiram 4,32 milhões

24-01-2020 (16h06)

Os hotéis espanhóis tiveram alojados em 2019 um total de 1,64 milhões de turistas residentes em Portugal, que fizeram 4,32 milhões de dormidas, de acordo com os dados do INE espanhol que indicam subidas em 8,6% do número de hóspedes portugueses e de 8,1% das suas pernoitas.

Barceló Santiago reabre hoje após processo de remodelação

24-01-2020 (14h33)

O Barceló Santiago, unidade 4-estrelas superior, foi reinaugurado hoje, 24 de Janeiro, depois de um processo de remodelação, avaliado em 10 milhões de euros, que durou cerca de dois anos.

Portugal cresce nas vendas da Meliá num ano “extremamente complicado”, Gabriel Escarrer

23-01-2020 (10h45)

Portugal foi um dos mercados que cresceu nas contas da rede hoteleira espanhola Meliá em 2019, um ano “extremamente complicado” por diversos factores, afirmou Gabriel Escarrer Jaume, vice-presidente executivo.

Portugal é “um mercado muito importante” onde a Globalia quer crescer — Javier Hidalgo, CEO

22-01-2020 (14h32)

A Globalia, dona da Air Europa e dos hotéis Be Live, entre outras empresas de turismo, como o operador Travelplan, presente em Portugal, vê o país como um mercado "muito importante" onde ambiciona crescer em várias áreas de negócio, disse ao PressTUR Javier Hidalgo, CEO do grupo.

Noticias mais lidas