Governo congratula-se com abertura de primeiro hotel resultante do programa Revive

23-06-2019 (15h29)

Foto: Vila Galé
Foto: Vila Galé

O ministro do Planeamento, Nelson de Sousa, congratulou-se hoje com a abertura oficial no interior do país do hotel Vila Galé Collection Elvas (Portalegre), primeira unidade resultante da aplicação do programa Revive a ser inaugurada.

“Neste momento o Revive tem identificados 33 imóveis, metade dos quais estão no interior do país. O Revive para além de ter a preocupação da cultura, também tem preocupação do território uma vez que metade destes edifícios estão localizados no interior do país”, disse.

Nelson de Sousa falava na cerimónia de inauguração da unidade hoteleira - que resultou da reabilitação do Convento de São Paulo, após um investimento de nove milhões de euros - em representação do primeiro-ministro, António Costa que, “por imperativos de agenda”, não esteve presente na cerimónia.

O ministro do Planeamento congratulou-se ainda por ter sido o Convento e Igreja de São Paulo o primeiro imóvel que foi a concurso no âmbito deste programa governamental e por ter sido também o primeiro a abrir as suas portas.

“O convento e a Igreja de São Paulo foi o primeiro a abrir o concurso e foi o primeiro a nível nacional a entrar efectivamente em funcionamento. Estão, pois, todos os seus protagonistas, hoje, de facto, de parabéns”.

À margem da cerimónia, o ministro da Agricultura, Capoulas Santos, disse à agência Lusa que ao ser inaugurada esta unidade hoteleira foi “dado mais um passo” para a “revitalização” do interior do país.

“O turismo, a par da agricultura, a par de outras actividades que possam contribuir para a diversificação da actividade económica nestas regiões são a chave do futuro que o país procura”, acrescentou.

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, por sua vez, disse estar “orgulhosa” com a concretização do projecto de Elvas.

“É extraordinário ver que em menos de dois anos isto está a acontecer, é o primeiro Revive que abre portas e que resulta do trabalho e da mobilização de todos”, disse.

O presidente do grupo Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida, destacou na sua intervenção no decorrer da cerimónia a importância do programa Revive e congratulou-se com a abertura de mais uma unidade hoteleira do grupo.

“O Revive é indiscutivelmente daquelas coisas que é óbvia, é uma necessidade imperiosa do país recuperar o nosso património, que é valioso”, disse.

No discurso que proferiu na cerimónia de inauguração do hotel, que contou com a presença de dezenas de convidados, entre eles o deputado europeu Pedro Marques, o presidente da Câmara de Elvas, Nuno Mocinha, considerou “particularmente importante” o dia de hoje para a cidade de Elvas e para o país.

O Vila Galé Collection Elvas, um hotel de quatro estrelas, contou com um investimento de nove milhões de euros, tendo a abertura ocorrido no dia 31 de Maio.

O Convento de São Paulo, localizado no centro de Elvas, classificado como Património da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), foi o primeiro, numa fase inicial, de 33 imóveis do Estado a ser colocado a concurso para concessionar a privados, no âmbito do programa Revive.

A unidade hoteleira, que criou 43 postos de trabalho directos, dispõe de 79 quartos, spa Satsanga com piscina interior, salão de eventos e área de jardim exterior, duas salas de reunião, dois restaurantes com oferta gastronómica diferenciada, bar, biblioteca e piscina exterior.

O Revive é um programa conjunto dos Ministérios da Economia, Cultura e Finanças, que pretende valorizar e recuperar o património sem uso, reforçar a atratividade dos destinos regionais e o desenvolvimento de várias zonas do país.

Através de investimentos privados escolhidos por concurso, o Revive prevê recuperar imóveis para os tornar aptos para actividades económicas, nomeadamente nas áreas de hotelaria, restauração e cultura, ou outras formas de animação e comércio.

O grupo Vila Galé apresentou o seu projecto para a reabilitação do Convento de São Paulo a 21 de Outubro de 2016, numa cerimónia em que o seu presidente, Jorge Rebelo de Almeida, salientou “faz parte da nossa ambição também puxar pelo interior do país e por regiões menos consolidadas do ponto de vista turístico, estimulando a fixação das populações, a criação de emprego e a geração de riqueza” (para ler mais clique: Vila Galé apresenta projecto para novo hotel em Elvas e Vila Galé quer “puxar pelo interior do país”).

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Vila Galé

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

RIU Palmeras reabre após investimento de 22 milhões de euros

20-08-2019 (15h02)

A RIU Hotels & Resorts anunciou que reabriu o seu primeiro hotel localizado na Gran Canária, o Riu Palmeras, após uma renovação em que investiu 22 milhões de euros.

Trabalhadores dos hotéis da Fundação INATEL estão hoje em greve

16-08-2019 (12h43)

Os trabalhadores do sector hoteleiro da Fundação INATEL estão hoje em greve para reivindicar melhorias salariais e a um horário de trabalho de 35 horas semanais.

EUA subiram em Junho a maior mercado fora da Europa para a hotelaria portuguesa

14-08-2019 (17h00)

Os turistas residentes nos Estados Unidos foram no mês de Junho os não europeus que fizeram mais dormidas na hotelaria portuguesa, ultrapassando os brasileiros, e cotaram-se como o 5º principal emissor internacional, a seguir a Reino Unido, Alemanha, França e Espanha.

Turistas vêm mais a Portugal, mas ficam cada vez menos tempo

14-08-2019 (16h52)

O alojamento turístico português viu-se mais uma vez confrontado em Junho com um maior afluxo de turistas estrangeiros que não se traduz na mesma proporção em dormidas, porque a estada média cai desde pelo menos 2013, tendo pela primeira vez sido inferior às três noites.

Portugueses, espanhóis, brasileiros e americanos proporcionam melhor Junho de sempre em número de clientes

14-08-2019 (15h47)

A hotelaria portuguesa teve este ano um total recorde para um mês de Junho com 2,71 milhões de hóspedes alojados, graças principalmente aos aumentos de turistas residentes em Portugal, em Espanha, no Brasil e nos Estados Unidos.

Noticias mais lidas