Hotelaria espanhola cresce uns ‘magros’ 1,8% no 1º quadrimestre pela queda da estada média

23-05-2019 (16h50)

A hotelaria espanhola recebeu no primeiro quadrimestre mais 3,4% de turistas, mas contabilizou apenas +1,8% de dormidas, porque a estada média caiu 1,6%, de acordo com os dados publicados hoje pelo INE espanhol.

Os dados Instituto mostram que ainda asssim os hotéis espanhóis superaram no quadrimestre as 80 milhões de dormidas, tendo somado 80,459 milhões, mais 1,4 milhões que no período homólogo de 2018.

Os estabelecimentos espanhóis, de acordo com esses dados receberam 27,9 milhões de hóspedes nos primeiros quatro meses deste ano, mais 925,1 mil que no período homólogo de 2018, com +2,4% ou mais 338,2 mil residentes em Espanha, somando 14,58 milhões, e +4,6% ou mais 586,9 mil residentes no estrangeiro, totalizando 13,33 milhões.

Apesar deste aumento mais forte de hóspedes residentes no estrangeiro, este mercado teve um crescimento mais fraco em dormidas que o dos residentes em Espanha, com um aumento em 1,6% (mais 799,8 mil, para 49,92 milhões) face a um aumento em 2% (mais 609,3 mil, para 30,5 milhões).

A fazer a diferença esteve a estada média, que baixou 0,3% no segmento dos residentes em Espanha, para 2,09 noites, e 2,8% no dos residentes no estrangeiro, para 3,74 noites.

Por mercados, os mais penalizadores para a hotelaria espanhola no quadrimestre foram o alemão, com uma quebra de 503,7 mil dormidas (-5,1%, para 9,4 milhões), o sueco, com menos 309,1 mil dormidas (-15,5%, para 1,67 milhões), e o Belga, com menos 70,2 mil dormidas (-4,4%, para 1,5 milhões).

A proporcionar o aumento ainda assim em quase 800 mil dormidas de turistas estrangeiros no quadrimestre estiveram, principalmente, os Estados Unidos, com mais 236,5 mil dormidas (+15,4%, para 1,77 milhões), Itália, com mais 223 mil (+10,3%, para 2,379 milhões), Reino Unido, com mais 152,1 mil (+1,4%, para 11,299 milhões), a que se somaram os aumentos dos conjuntos “Resto do Mundo” (exclui Europa, América e Japão), com mais 329,9 mil (+12,9%, para 2,89 milhões), “América sem Estados Unidos”, com mais 198,1 mil (+9,6%, para 2,5 milhões, África, com mais 149,3 mil (+28,7%, para 669,4 mil), e “Resto da UE” (Chipre, Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Hungria, Letónia, Lituânia, Malta, Bulgária e Roménia), com mais 139,8 mil (+16,1% para 1,006 milhões).

 

Para ler mais clique:

Turistas portugueses na hotelaria espanhola aumentam 13%, mas permanecem menos tempo

 

Clique para mais notícias: Hotelaria espanhola

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hotéis 5-estrelas e alojamento local são as unidades com maiores aumentos de dormidas até Abril

17-06-2019 (16h59)

Os hotéis de 5-estrelas, com mais 117,9 mil dormidas nos primeiros quatro meses deste ano que no período homólogo de 2018 e os alojamentos locais, com mais 165,2 mil, são os estabelecimentos que maiores aumentos de dormidas tiveram no primeiro quadrimestre, em que o alojamento turístico português somou 16,67 milhões de dormidas, em alta de 3,9% ou 618,7 mil.

Portugal ultrapassa quatro milhões de turistas estrangeiros no primeiro quadrimestre

17-06-2019 (15h46)

Portugal teve 4.038,8 mil turistas residentes no estrangeiro em estabelecimentos de alojamento durante o primeiro quadrimestre, com um aumento em 5,6% ou cerca de 214 mil relativamente ao período homólogo de 2018.

INE realça ‘efeito Páscoa’ nos resultados da hotelaria portuguesa em Abril

17-06-2019 (11h48)

“Estes resultados foram influenciados pelo efeito do período de férias associado à Páscoa, que este ano ocorreu em meados de Abril, enquanto no ano anterior teve influência repartida entre Março e Abril”, assinala o INE ao revelar que em Abril o alojamento turístico português teve taxas de crescimento do nível que registou até 2018.

Iberostar abre resort de 5-estrelas em Lagos, junto à Meia Praia

11-06-2019 (16h59)

O grupo hoteleiro espanhol Iberostar inaugurou um resort de 5-estrelas com 220 quartos em Lagos, o Iberostar Selection Lagos Algarve, junto à Meia Praia.

Pestana Hotel Group avança com providência cautelar contra dragagens no Sado

06-06-2019 (19h49)

O Pestana Hotel Group, maior grupo hoteleiro português, anunciou hoje que interpôs uma providência cautelar no Tribunal de Loulé a requerer a suspensão imediata do Título de Utilização Privativa do Espaço Marítimo Nacional (TUPEM) concedido à empresa Mota-Engil para dragagens no estuário do Sado.

Noticias mais lidas