Vila Galé analisa possibilidade de abrir hotel no centro histórico de Salvador

11-04-2019 (17h45)

O grupo hoteleiro português Vila Galé confirmou ao PressTUR que está a procurar "uma área no centro histórico de Salvador", capital do estado da Bahia, Brasil, país onde é a rede hoteleira líder em resorts.

"Apostamos e acreditamos no desenvolvimento do potencial turístico do estado da Bahia e confirmamos que estamos à procura de uma área no centro histórico de Salvador", indicou fonte oficial da Vila Galé ao PressTUR, numa resposta enviada por email, na sequência de notícias avançadas pela imprensa brasileira sobre uma visita de representantes do grupo português a um edifício do século XVI situado no centro histórico da capital baiana.

A imprensa brasileira avançava ontem que representantes da Vila Galé visitaram o Palácio Rio Branco, um edifício situado no centro histórico de Salvador, para analisar a possibilidade de apresentar uma proposta para converter o edifício em hotel.

Na resposta enviada ao PressTUR, fonte oficial da Vila Galé confirmou que "houve uma visita ao Palácio Rio Branco, mas ainda não há nada concreto".

As notícias divulgadas na imprensa brasileira avançam que o Governo da Bahia declarou interesse em ceder o Palácio Rio Branco, bem como outros prédios históricos a grupos hoteleiros interessados em instalar-se na região.

O secretário de Turismo do estado, Fausto Franco, citado nessas notícias, confirmou o interesse das duas partes e a visita de representantes do grupo Vila Galé ao Palácio Rio Branco, mas declarou que o projecto "ainda é embrionário".

José António Bastos, director de operações da Vila Galé para o Brasil, também citado na imprensa brasileira, afirmou que o grupo hoteleiro procura "constantemente trazer novidades e inovações no Brasil".

A Vila Galé tem dois hotéis na Bahia, o Vila Galé Salvador e o Vila Galé Guarajuba, e está a construir o terceiro, baptizado Vila Galé Costa Cacau, um resort na região de Una/Ilhéus que tem previsto inaugurar em 2021, com um investimento de cerca de 150 milhões de reais (cerca de 35,15 milhões de euros).

Outro projecto que o grupo hoteleiro está a desenvolver no Brasil é o Vila Galé Paulista, em São Paulo (clique para ler: Vila Galé prevê abrir hotel em São Paulo no primeiro trimestre de 2020).

 

Ver também:

Vila Galé investe 90 milhões em seis novos hotéis em Portugal e no Brasil até 2020

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Vila Galé

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Convento do Carmo em Moura e Quartel do Carmo na Horta vão ser hotéis de 5-estrelas

19-09-2019 (16h33)

Os contratos de concessão do Convento do Carmo, em Moura, e do Quartel do Carmo, na Horta, foram assinados hoje e prevêem conversão dos imóveis em hotéis de 5-estrelas, com um investimento de cerca de 14 milhões de euros.

Receitas dos hotéis em Macau subiram 14,5% em 2018

19-09-2019 (16h06)

As receitas dos hotéis em Macau atingiram 37,29 mil milhões de patacas (4,2 mil milhões de euros) em 2018, mais 14,5% que no ano anterior, anunciou hoje a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos de Macau.

Porto lidera aumento de dormidas na hotelaria em Julho

16-09-2019 (16h32)

O Porto foi o município com o maior aumento de dormidas em Julho, com mais 49,7 mil pernoitas que no mês homólogo de 2018 (+12,2%), mas sem pôr em causa a liderança do município de Lisboa em número de dormidas, com 1,326 milhões, que significaram 16,3% do total do país.

Quebra generalizada da estada média ‘come’ aumento de turistas alojados na hotelaria portuguesa

16-09-2019 (15h31)

O tempo médio de permanência de turistas em alojamentos turísticos portugueses caiu de forma generalizada no mês de Julho, pelo que, levando a que apesar se ter registado um aumento em 5,4% do número de hóspedes, em número de dormidas essa maior afluência de clientes traduziu-se num aumento de apenas 2,2%.

Mês de férias no Brasil ‘dá’ mais 51,7 mil dormidas ao alojamento turístico português

16-09-2019 (14h19)

Apesar das quebras de dormidas de nove dos 16 maiores emissores internacionais, a hotelaria portuguesa acabou Julho com mais 111,6 mil dormidas de turistas residentes no estrangeiros, graças nomeadamente ao aumento de 51,7 mil dormidas de residentes no Brasil, onde o mês de Julho é um dos mais fortes em turismo e viagens.

Noticias mais lidas