Wynn Macau investe 1,8 mil milhões de euros em projecto de expansão

11-07-2019 (14h37)

Imagem: Wynn Palace
Imagem: Wynn Palace

A Wynn Macau anunciou um investimento de dois mil milhões de dólares (cerca de 1,8 mil milhões de euros) na primeira fase de expansão de um resort de luxo, de segundo uma informação divulgada hoje pela Bolsa de Hong Kong.

As obras de expansão do Cristal Pavilion (Pavilhão de Cristal) devem começar no final de 2021. Trata-se de um projecto – uma mega estrutura de vidro - no Cotai onde está instalado o resort Wynn Palace, prolongando-se a primeira fase dos trabalhos durante 36 meses.

A empresa estima entre sete a dez milhões de visitantes anuais. Uma das construções previstas para a primeira fase das obras é uma torre com 650 quartos, bem como uma sala de espectáculos.

A segunda fase de trabalhos integra uma nova torre, com igual número de quartos, sem que tenha sido avançada, neste caso, informação sobre datas, prazos e valores.

O Wynn Palace abriu em Agosto de 2016, um investimento que superou os quatro mil milhões de dólares.

A Wynn Resorts, o grupo norte-americano que integra o Wynn Macau, garantiu já ter investido no território asiático cerca de sete mil milhões de dólares (6,2 mil milhões de euros) desde 2002 e sublinhou que até ao final do ano espera concluir requalificações nos seus espaços no valor de 125 milhões de dólares (111 milhões de euros).

O Wynn Resorts é uma das seis concessionárias e subconcessionárias com licença para explorar casinos em Macau, o único local na China em que o jogo é legal.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Macau

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hotelaria espanhola penalizada por queda da estada média da maioria dos emissores

24-01-2020 (17h44)

A hotelaria espanhola alojou em 2019 mais 1,77 milhões de turistas residentes no estrangeiro, mas teve apenas mais 151,7 mil dormidas desses mercados, pela queda da estada média em 3,1%, concluiu o PressTUR dos dados publicados pelo INE espanhol.

Dormidas de portugueses na hotelaria espanhola aumentaram 8,1% em 2019 e atingiram 4,32 milhões

24-01-2020 (16h06)

Os hotéis espanhóis tiveram alojados em 2019 um total de 1,64 milhões de turistas residentes em Portugal, que fizeram 4,32 milhões de dormidas, de acordo com os dados do INE espanhol que indicam subidas em 8,6% do número de hóspedes portugueses e de 8,1% das suas pernoitas.

Barceló Santiago reabre hoje após processo de remodelação

24-01-2020 (14h33)

O Barceló Santiago, unidade 4-estrelas superior, foi reinaugurado hoje, 24 de Janeiro, depois de um processo de remodelação, avaliado em 10 milhões de euros, que durou cerca de dois anos.

Portugal cresce nas vendas da Meliá num ano “extremamente complicado”, Gabriel Escarrer

23-01-2020 (10h45)

Portugal foi um dos mercados que cresceu nas contas da rede hoteleira espanhola Meliá em 2019, um ano “extremamente complicado” por diversos factores, afirmou Gabriel Escarrer Jaume, vice-presidente executivo.

Portugal é “um mercado muito importante” onde a Globalia quer crescer — Javier Hidalgo, CEO

22-01-2020 (14h32)

A Globalia, dona da Air Europa e dos hotéis Be Live, entre outras empresas de turismo, como o operador Travelplan, presente em Portugal, vê o país como um mercado "muito importante" onde ambiciona crescer em várias áreas de negócio, disse ao PressTUR Javier Hidalgo, CEO do grupo.

Noticias mais lidas