Pedro Costa Ferreira eleito para 3º mandato na presidência da APAVT com aprovação reforçada

12-12-2017 (19h07)

Pedro Costa Ferreira, eleito presidente da APAVT pela primeira vez em 2011 e que teve o mandato renovado nas eleições de 2014, voltou hoje a ser eleito para um terceiro mandato na presidência da Associação das Agências de Viagens portuguesas, com +28% de votos favoráveis que há três anos, segundo avançou ao PressTUR fonte da Associação.

A APAVT já divulgou um comunicado em que diz que no acto eleitoral “registaram-se 269 votos, dos quais 259 votos favoráveis e 10 votos em branco”.

“A mesa da AG recebeu também um total de 51 votos a favor da lista e 1 em branco, que contudo não puderam ser considerados válidos por não se poderem identificar”, acrescenta a informação que diz seguidamente que “em consequência, o presidente da Mesa da Assembleia Geral da APAVT, Carlos Costa, proclamou eleitas as pessoas constantes da Lista Única, encabeçada por Pedro Costa Ferreira”.

Os corpos sociais para o triénio 2018/2020 e que tomarão posse a 11 de Janeiro têm a seguinte constituição:

 

ASSEMBLEIA GERAL

Presidente: Tiago Ferreira Matos Jesus Raiano, da Turangra – Viagens e Turismo

VicePresidente: Carlos Augusto de Castro e Costa, da Club Tour Viagens e Turismo

Primeiro Secretário: Maria Isabel Feliciano M. Dionísio, da PT Team Agaxtur Europa

Segundo Secretário: Catarina Cymbron, da Melo - Agência de Viagens Melo

 

CONSELHO FISCAL

Presidente: Armando Luís E. Rodrigues Ferraz, da Oásis Viagens e Turismo

Vogal Efectivo: António Maria C. Pereira Palha, da ACP Agência de Viagens e Turismo

Vogal Efectivo: Vítor Manuel Osório Gonçalves, da Beta Viagens e Turismo

Vogal Suplente: Mafalda Maria Dias Bravo, da Escalatur Viagens e Turismo

 

DIRECÇÃO

Presidente: Pedro Cunha Rosa Costa Ferreira, da Lounge Agência de Viagens e Turismo

VicePresidente: Eduarda Simões Neves, da Equipa de Turismo Viagens e Turismo

VicePresidente: Nuno Mateus, da Soliférias – Operadores Turísticos

Vogal Tesoureiro: Paula do Sameiro T.Alves Monteiro, da TravelTailors – Turismo Activo

Vogal: Tito Silva, da Caravela 2000 – Agência de Viagens e Turismo

Vogal: Duarte Manuel Góis Correia, da World 2 Meet

Vogal: Rui Manuel Bismarck Pinto Lopes, da Pinto Lopes Viagens

Primeiro Suplente: Marco Sequeira, da Alive Portugal – Agência de Viagens

Segundo Suplente: Maria do Rosário Morais, da Veja – Ag. Viagens e Turismo Internacional

Terceiro Suplente: Dafne Lemos, da Quasar – Viagens e Turismo

Esta lista, tendo como mandatário Fernando Guimarães, da AVIC, apresentou-se às eleições com o slogan “Juntos pelo futuro” e a assinatura “Valorizar ainda mais os agentes de viagens”.

 

Clique para mais notícias: APAVT

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais: Quem é quem

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vendas de voos pelas agências de viagens IATA portuguesas atingiram 886,8 milhões de euros

22-01-2019 (18h38)

As agências de viagens portuguesas atingiram em 2018 o 3º maior montante anual de sempre em vendas de voos contabilizadas pelo sistema da IATA, tendo somado 886,8 milhões de euros, em alta de 6,7% ou 56 milhões em relação a 2017.

TAP já estreou mais dois A330-900neo

22-01-2019 (18h31)

A TAP anunciou que estreou esta segunda-feira o segundo e o terceiro Airbus A330-900neo da sua frota, em voos entre Lisboa e São Paulo Guarulhos.

easyJet aumentou capacidade em Portugal em 6% em 2017/2018

22-01-2019 (18h19)

A low cost easyJet, que em Portugal tem voos de/para Lisboa, Porto, Faro e Funchal, informou hoje que no exercício 2017/2018, terminado a 30 de Setembro, aumentou a sua capacidade em Portugal em 6%, abaixo, portanto do aumento médio da sua rede, que foi de 9,8%.

Air France KLM nomeia Angus Clarke para liderar estratégia do grupo

22-01-2019 (18h19)

O grupo Air France KLM nomeou Angus Clarke como vice-presidente executivo para a estratégia do grupo, com efeito a partir de 1 de Fevereiro.

easyJet aposta em ter êxito onde a Ryanair acaba de fracassar

22-01-2019 (18h16)

A contrastar com a recente ‘falência’ da Ryanair Holidays, a easyJet declarou hoje a sua easyJet Holidays como um dos pilares da sua estratégia, pois considera haver “uma grande oportunidade de mudar radicalmente” a oferta de pacotes.