Governo dos Açores decreta preço máximo de 120 euros para os voos inter-ilhas

13-02-2015 (21h51)

Com novas Obrigações de Serviço Público (OSP)

O presidente do Governo Regional dos Açores anunciou hoje a introdução de um preço máximo de 120 euros para os voos inter-ilhas da Região Autónoma.




Vasco Cordeiro fazia apresentação, em Ponta Delgada, das novas Obrigações de Serviço Público (OSP) do transporte aéreo inter-ilhas, pelas quais, segundo disse, os preços vão baixar entre 8% e 25%.
“Isso coloca um preço máximo cobrados nas ligações inter-ilhas de 120 euros”, acrescentou o presidente do Governo Regional, que estava acompanhado pelo secretário Regional do Turismo e Transportes, Vítor Fraga.
Vasco Cordeiro, segunda uma informação divulgava pelo portal do Governo Regional, afirmou que os 120 euros são um preço que corresponde aos objectivos definidos na alteração das OSP e que permite contrabalançar o esforço da Região com as indemnizações compensatórias, no montante de 135 milhões de euros nos próximos cinco anos.
Vasco Cordeiro argumento que as novas OSP constituem uma “efectiva medida de coesão territorial para os Açores” e referiu que surgem na sequência das alterações do modelo das ligações para fora da Região.
Vasco Fraga, também citado na mesma informação, destacou que pelas novas OSP não haverá redução da frequência de ligações inter-ilhas e especificou que o preço máximo de 120 euros inclui também as taxas aeroportuárias e de emissão.
“Nesse sentido, diz a informação divulgada pelo portal do Governo Regional, citando Vítor Fraga, estão previstos blocos de custo máximo do bilhete de 120 euros, 100 euros, 90 euros e 60 euros, o que, na prática, representa uma redução dos valores actuais entre os 8 e os 25 por cento, consoante as rotas, sendo que em todas as rotas há redução de preço”.
A informação refere que as novas OSP também prevêem “preços especiais para seniores, crianças e jovens, PEX, turísticos, promocionais, estudantes, residentes e famílias numerosas” e prevêem voos adicionais “sempre que se verifiquem listas de espera superiores a 5% da capacidade semanal e não existam viagens nas 48 horas seguintes”.
Igualmente haverá voos adicionais em períodos de “tráfego extraordinário gerado por festividades religiosas e eventos culturais e desportivos realizados nas diferentes ilhas, desde que esteja assegurada uma taxa de ocupação, num dos sentidos, não inferior a 70 por cento”.
“Outra das imposições previstas prevê que seja possível um passageiro de qualquer ilha apanhar, no mesmo dia, uma ligação ao exterior da Região”, afirmou ainda Vítor Fraga, segundo a mesma informação.

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ex-CRO da TAP é o novo presidente da NetJets Europe

02-08-2019 (08h45)

Elton D'Souza, que até ao fim de Julho esteve à frente da área de revenue management da TAP como Chief Revenue Officer (CRO), é o novo presidente da NetJets Europa, que se apresenta como a maior companhia mundial de aviação executiva.

easyJet contrata director de operações da Ryanair

19-07-2019 (13h25)

A easyJet contratou o director de operações da Ryanair, Peter Bellew, que vai desempenhar as mesmas funções e integrar o Conselho de Administração, reportando ao presidente executivo, Johan Lundgren.

NAU Hotels nomeia Walter Pereira Golf Contracting manager

09-07-2019 (18h48)

A NAU Hotels & Resorts nomeou Walter Pereira para o cargo de Golf Contracting manager, para reforçar “a aposta do grupo na comercialização integrada da oferta dos seus hotéis e campos de golfe”.

Travelport escolhe ex-Sabre para substituir Gordon Wilson em CEO

09-07-2019 (16h53)

A multinacional tecnológica Travelport, da qual faz parte o GDS Galileo, líder entre as agências de viagens portuguesas, que foi vendido em Maio aos grupos Siris Capital e Evergreen Coast Capital, anunciou hoje que Gordon Wilson, um veterano com 28 anos de companhia e seu CEO desde 2011, será substituído por Greg Webb, ex-vice-chairman da concorrente Sabre.

Julia Hillenbrand é a nova directora de Vendas ibérica do Grupo Lufthansa

01-07-2019 (14h01)

O Grupo Lufthansa nomeou Julia Hillenbrand para o cargo de directora de Vendas para Espanha e Portugal, que estará baseada em Madrid.

Noticias mais lidas