Turismo português em Cabo Verde cresce 4,6% no 2º trimestre

29-08-2019 (16h50)

A hotelaria de Cabo Verde teve um aumento das dormidas de turistas residentes em Portugal em 4,6% no segundo trimestre, impulsionado pelo crescimento do número de visitantes em 7,2%, que compensou a redução da sua estada média em 2,4%.

Dados do INE de Cabo Verde recolhidos pelo PressTUR permitiram ver que a hotelaria do arquipélago de língua oficial portuguesa recebeu no segundo trimestre 21.790 turistas residentes em Portugal, mais 7,2% ou mais quase 1,5 mil que no período homólogo de 2018.

Esta evolução, concluiu o PressTUR, foi proporcionada pelos aumentos de 925 turistas residentes em Portugal nos estabelecimentos da ilha de Santiago, onde se localiza a capital, Cidade da Praia, a que se somaram mais 636 na ilha do Sal e mais 63 no conjunto da restantes ilhas.

Boavista e São Vicente, por sua vez, tiveram respectivamente menos 91 e menos 73 turistas residentes em Portugal.

Assim, estas foram também as únicas ilhas que no segundo trimestre deste ano tiveram menos dormidas de turistas residentes em Portugal que no período homólogo de 2018, com decréscimos de 14,7% ou 655 em São Vicente e de 1,2% ou 267 na Boavista, segunda ilha turística mais procurada do país.

O maior aumento de dormidas de turistas residentes em Portugal no segundo trimestre deu-se na ilha do Sal, com mais 3,8 mil que há um ano, seguida por Santiago, com mais 1,6 mil, e o conjunto das restantes ilhas, com mais 190.

O Sal concentrou assim 62,5% das dormidas de residentes em Portugal na hotelaria de Cabo Verde no segundo trimestre, com um total de 68,2 mil, A Boavista teve 20,4%, com 22,2 mil, Santiago teve 12,1%, com 13,2 mil, São Vicente teve 3,5%, com 3,8 mil, e o conjunto das restantes ilhas teve 1,6%, com 1,7 mil.

Relativamente ao segundo trimestre de 2018, o Sal reforçou a sua quota em 0,8 pontos, Santiago aumentou em um ponto e o conjunto das restantes ilhas teve +0,1 pontos, enquanto a Boavista baixou 1,2 pontos e São Vicente, 0,8 pontos.

Ver também:

Hotelaria de Cabo Verde fecha 1º semestre com mais 30 mil hóspedes

 

Clique para ver mais: Cabo Verde

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Royal Air Maroc já abriu reservas para voos Casablanca - Pequim Daxing

12-09-2019 (14h31)

A companhia de aviação marroquina Royal Air Maroc (RAM), que voa para os aeroportos portugueses de Lisboa e do Porto, já abriu as reservas para os voos entre o seu hub de Casablanca e o novo aeroporto da capital chinesa, Pequim Daxing, que tem programado começar a 16 de Janeiro próximo.

Sindicato angolano de pilotos chega a acordo com a TAAG e desconvoca greve

04-09-2019 (10h34)

A TAAG anunciou que a greve anunciada pelos pilotos foi desconvocada, depois de negociações que permitiram chegar a um acordo com o sindicato.

Soltrópico dá prémios às agências que venderem mais pacotes para São Tomé

02-09-2019 (18h07)

O operador turístico Soltrópico vai oferecer viagens, lugares em fam trips e brindes às agências de viagens que venderem mais programas para São Tomé.

São Tomé repudia resposta da euroAtlantic sobre a gestão da STP Airways

30-08-2019 (11h32)

O governo são-tomense "repudiou" hoje "a forma grosseira e arrogante" como a companhia portuguesa euroAtlantic reagiu ao acordo do excutivo com uma empresa da Guiné Equatorial para a gestão da STP Airways.

Hotelaria de Cabo Verde fecha 1º semestre com mais 30 mil hóspedes

29-08-2019 (16h37)

A hotelaria de Cabo Verde recebeu 413,6 mil hóspedes nos primeiros seis meses do ano, mais 30 mil ou mais 7,8% que no primeiro semestre de 2018, segundo dados divulgados hoje pelo INE de Cabo Verde.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas