Governo financia cinco projectos turísticos no interior de Portugal

04-01-2018 (16h59)

Cortes do Meio (foto: cm-covilha.pt)
Cortes do Meio (foto: cm-covilha.pt)

O programa de apoio ao investimento Valorizar vai financiar cinco projectos no interior de Portugal, no montante de 1,758 milhões de euros.

Na Covilhã foi aprovado um incentivo de 180 mil euros ao abrigo da Linha de Apoio ao Turismo Acessível para um projecto “que visa melhorar as condições de acessibilidade física e comunicacional do Museu de Arte e Cultura”, segundo um comunicado da Secretaria de Estado do Turismo.

O projecto também prevê a criação de uma experiência multissensorial do espaço expositivo, a adaptação para Braille dos Guias do Museu de Arte Sacra e do Museu de Arte e Cultura, a criação de uma app “Covilhã Acessível – Guia da Cidade” e a implementação de nova sinalética na cidade.

Na aldeia de Alcongosta, no Fundão, foi aprovado um incentivo de 135 mil euros no âmbito da Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior para expansão e modernização do Natura Glamping, na Serra da Gardunha.

Em Idanha-a-Nova foi aprovado um incentivo de 394 mil euros no âmbito da Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior para um “projecto de afirmação de Monsanto enquanto destino turístico qualificado e diferenciado”.

Este projecto para a aldeia de Monsanto prevê a “implementação de um sistema inteligente de gestão do tráfego e do estacionamento que, entre outras funcionalidades, permitirá a gestão do estacionamento dentro da aldeia”.

A Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior também tem previsto um incentivo de 399 mil euros à Associação das Aldeias Históricas para um projecto de “desenvolvimento e promoção da Grande Rota 22, com acções de promoção, sinalização e promoção da mobilidade inter aldeia, de forma a capacitar esta emblemática rota para que possa responder a todas as necessidades de quem a percorre”.

Para a Associação das Aldeias Históricas também foi aprovado um incentivo de 650 mil euros no âmbito da Linha de Apoio à Disponibilização de Redes Wi-Fi, para “promover a disponibilização de redes wi-fi de elevada qualidade nos centros históricos e nos espaços públicos de maior afluxo de turistas no conjunto das doze aldeias históricas”.

O Programa Valorizar aprovou 230 pojectos em um ano.

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vendas de voos pelas agências de viagens IATA portuguesas atingiram 886,8 milhões de euros

22-01-2019 (18h38)

As agências de viagens portuguesas atingiram em 2018 o 3º maior montante anual de sempre em vendas de voos contabilizadas pelo sistema da IATA, tendo somado 886,8 milhões de euros, em alta de 6,7% ou 56 milhões em relação a 2017.

TAP já estreou mais dois A330-900neo

22-01-2019 (18h31)

A TAP anunciou que estreou esta segunda-feira o segundo e o terceiro Airbus A330-900neo da sua frota, em voos entre Lisboa e São Paulo Guarulhos.

easyJet aumentou capacidade em Portugal em 6% em 2017/2018

22-01-2019 (18h19)

A low cost easyJet, que em Portugal tem voos de/para Lisboa, Porto, Faro e Funchal, informou hoje que no exercício 2017/2018, terminado a 30 de Setembro, aumentou a sua capacidade em Portugal em 6%, abaixo, portanto do aumento médio da sua rede, que foi de 9,8%.

easyJet aposta em ter êxito onde a Ryanair acaba de fracassar

22-01-2019 (18h16)

A contrastar com a recente ‘falência’ da Ryanair Holidays, a easyJet declarou hoje a sua easyJet Holidays como um dos pilares da sua estratégia, pois considera haver “uma grande oportunidade de mudar radicalmente” a oferta de pacotes.

easyJet confirma que não vai publicar mais resultados mensais de tráfego

22-01-2019 (17h47)

“Para reduzir o impacto especulativo de curto prazo em torno das estatísticas mensais de tráfego” assim explica hoje a easyJet a decisão de deixar de publicar as estatísticas mensais de tráfego como o fazia pontualmente desde a sua fundação.