Portugal soma mais de 13.000 milhões de euros de receitas turísticas no fim de Outubro e supera total de 2016

20-12-2017 (12h44)

Ribeira
Ribeira

Abril, Maio e Outubro fazem 40% do aumento total dos primeiros dez meses

Portugal bateu no fim de Outubro o que era o seu recorde anual de receitas turísticas, que são os gastos de turistas estrangeiros contabilizadas pelo Banco de Portugal, atingindo os 13.126,55 milhões de euros, mais 445,99 milhões de euros que em todo o ano de 2016, que era o melhor de sempre.

Os dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal indicam que a garantir o novo recorde esteve um crescimento relativamente ao período homólogo de 2016 em 19,4% ou 2.135,44 milhões, para o qual contou um claro alargamento da época alta, evidenciado pelo facto de todos os meses desde Abril as receitas turísticas terem superado os mil milhões.

Segundo o banco central, em Outubro as receitas turísticas elevaram-se a 1.556,73 milhões de euros, com um aumento em 22,4% ou 284,45 milhões em relação ao mês homólogo de 2016.

Assim, desde Abril, também, Portugal está mensalmente com aumentos das receitas turísticas acima de 200 milhões de euros, o maior dos quais precisamente em Abril, com mais 348,17 milhões de euros, para o qual contribuiu o facto de ter sido o mês da Páscoa e comparar-se com um mês sem Páscoa.

Ainda assim, os dados do Banco de Portugal apontam para que a atractividade turística do país se tenha estendido para os chamados 'shoulder months', referindo-se aos meses que ‘colam’ com o início e o fim da época alta, tendo como consequência óbvia uma redução da época baixa.

Os dados do banco central permitem ver que em Abril, Maio e Outubro Portugal teve um aumento de gastos de turistas estrangeiros em 854 milhões de euros, o que significa que ‘fizeram’ 40% do aumento total de Janeiro a Outubro.

 

Clique para mais notícias: Balança portuguesa das Viagens e Turismo

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Porto lidera aumento de dormidas na hotelaria em Julho

16-09-2019 (16h32)

O Porto foi o município com o maior aumento de dormidas em Julho, com mais 49,7 mil pernoitas que no mês homólogo de 2018 (+12,2%), mas sem pôr em causa a liderança do município de Lisboa em número de dormidas, com 1,326 milhões, que significaram 16,3% do total do país.

Quebra generalizada da estada média ‘come’ aumento de turistas alojados na hotelaria portuguesa

16-09-2019 (15h31)

O tempo médio de permanência de turistas em alojamentos turísticos portugueses caiu de forma generalizada no mês de Julho, pelo que, levando a que apesar se ter registado um aumento em 5,4% do número de hóspedes, em número de dormidas essa maior afluência de clientes traduziu-se num aumento de apenas 2,2%.

Mês de férias no Brasil ‘dá’ mais 51,7 mil dormidas ao alojamento turístico português

16-09-2019 (14h19)

Apesar das quebras de dormidas de nove dos 16 maiores emissores internacionais, a hotelaria portuguesa acabou Julho com mais 111,6 mil dormidas de turistas residentes no estrangeiros, graças nomeadamente ao aumento de 51,7 mil dormidas de residentes no Brasil, onde o mês de Julho é um dos mais fortes em turismo e viagens.

Governo português aprova medidas adicionais para eventual hard Brexit

12-09-2019 (15h11)

O Conselho de Ministros aprovou hoje medidas de contingência adicionais para o caso de o Reino Unido sair da União Europeia sem acordo (hard Brexit), estendendo o actual plano até ao final de 2020 em relação aos serviços financeiros e segurança social.

Aeroportos espanhóis têm no fim de Agosto mais quase nove milhões de passageiros

12-09-2019 (15h02)

Os aeroportos espanhóis estão no fim de Agosto com mais quase nove milhões de passageiros que nos primeiros oito meses de 2018, sobressaindo Madrid, com mais 2,6 milhões, Barcelona, com mais 1,7 milhões, e Palma de Maiorca, Málaga e Alicante, cada aumentos acima dos 700 mil passageiros.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas