Governo recomenda “evitar deslocações não necessárias a Paris” este Sábado

07-12-2018 (13h28)

O Governo alertou hoje para a “forte possibilidade de confrontos” amanhã com as manifestações em Paris, indicando que “face a isto, recomenda-se no dia 8 de Dezembro evitar deslocações não necessárias a Paris”.

O aviso especifica que a recomendação é “especialmente” para onde se prevê que surjam manifestações dos chamados “coletes amarelos” na capital francesa, designadamente “as zonas dos Campos Elísios/Arco do Triunfo, Bastilha, République, Opéra/Grands Magasins (onde se situam as Galerias Lafayette e outras), Assembleia Nacional (perto do Museu d’Orsay), Senado (Jardins do Luxemburgo) e Denfert-Rochereau”, bem como alerta que “está prevista também uma Marcha pelo Clima (de Nation até République), apesar de vários apelos para a mesma não se realizar”.

A recomendação do Governo é, também, que “os viajantes se mantenham informados sobre a evolução da situação, recorrendo às aplicações (Apps) dos transportes públicos (RATP em Paris, por exemplo) para nomeadamente verificar as linhas e estações em funcionamento, acompanhando também as notícias veiculadas pelos canais de informação e pelas redes sociais como o Twitter, mas seguindo apenas as contas oficiais (i.a. das Préfectures de Police e das Mairies, sobretudo a de Paris)”.

O aviso acrescenta que “a Mairie de Paris anunciou que vai divulgar, através de redes sociais e dos vários painéis informativos espalhados pela cidade, informação sobre zonas a evitar” e que, “adicionalmente, vários monumentos e museus, incluindo os mais emblemáticos, estão encerrados e vários eventos desportivos, culturais e associativos têm sido cancelados ou adiados”.

Relativamente ao restante território francês, a recomendação publicada pela Secretaria de Estado das Comunidades diz que “além de acções de protesto nalguns centros urbanos, [os viajantes] devem estar atentos a possíveis interrupções/bloqueios de trânsito nos eixos principais de ligação às grandes cidades, como por exemplo na A10 (Grande Paris-Bordéus) ou nos acessos a Marselha, que continuam a ser palco de bloqueios intermitentes ou móveis”.

A informação acrescenta que há “algumas dificuldades no reaprovisionamento de bombas de gasolina e de supermercados nas regiões de Marselha, Nice, Aix, Arles, Avignon”, que “o acesso ao aeroporto que serve a região da Provença pode ser novamente bloqueado”, bem como que “persistem alguns pontos de bloqueio na Bretanha, não se tendo, porém, registado incidentes graves”.

Também o Ministério britânico dos Negócios Estrangeiros, o Foreign and Commonwealth Office, emitiu um aviso aos cidadãos a alertá-los que várias atracções turísticas em Paris estarão fechadas amanhã, referindo que estão planeadas manifestações que poderão “causar extensas disruoções” e referindo que “manifestações recentes levaram à violência e danos vastos em propriedades”.

 

Clique para mais notícias: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vendas de voos pelas agências de viagens IATA portuguesas atingiram 886,8 milhões de euros

22-01-2019 (18h38)

As agências de viagens portuguesas atingiram em 2018 o 3º maior montante anual de sempre em vendas de voos contabilizadas pelo sistema da IATA, tendo somado 886,8 milhões de euros, em alta de 6,7% ou 56 milhões em relação a 2017.

TAP já estreou mais dois A330-900neo

22-01-2019 (18h31)

A TAP anunciou que estreou esta segunda-feira o segundo e o terceiro Airbus A330-900neo da sua frota, em voos entre Lisboa e São Paulo Guarulhos.

easyJet aumentou capacidade em Portugal em 6% em 2017/2018

22-01-2019 (18h19)

A low cost easyJet, que em Portugal tem voos de/para Lisboa, Porto, Faro e Funchal, informou hoje que no exercício 2017/2018, terminado a 30 de Setembro, aumentou a sua capacidade em Portugal em 6%, abaixo, portanto do aumento médio da sua rede, que foi de 9,8%.

Governo apresenta em Madrid plataforma com oferta turística acessível a pessoas com deficiência

22-01-2019 (17h30)

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, apresentou em Madrid, acompanhada da sua homóloga espanhola, a plataforma internacional de Turismo Acessível Tur4All, “para pessoas com necessidades específicas”.

Taiwan passa a ser a quarta maior origem de turistas na vila de Marvão

22-01-2019 (17h26)

O número de turistas que visitou a vila de Marvão, no distrito de Portalegre, aumentou em 2018, com destaque para o aumento "surpreendente" de turistas oriundos de Taiwan, que subiu para quarto mercado com maior emissão de turistas, atrás de Portugal, Espanha e França.