Governo recomenda “evitar deslocações não necessárias a Paris” este Sábado

07-12-2018 (13h28)

O Governo alertou hoje para a “forte possibilidade de confrontos” amanhã com as manifestações em Paris, indicando que “face a isto, recomenda-se no dia 8 de Dezembro evitar deslocações não necessárias a Paris”.

O aviso especifica que a recomendação é “especialmente” para onde se prevê que surjam manifestações dos chamados “coletes amarelos” na capital francesa, designadamente “as zonas dos Campos Elísios/Arco do Triunfo, Bastilha, République, Opéra/Grands Magasins (onde se situam as Galerias Lafayette e outras), Assembleia Nacional (perto do Museu d’Orsay), Senado (Jardins do Luxemburgo) e Denfert-Rochereau”, bem como alerta que “está prevista também uma Marcha pelo Clima (de Nation até République), apesar de vários apelos para a mesma não se realizar”.

A recomendação do Governo é, também, que “os viajantes se mantenham informados sobre a evolução da situação, recorrendo às aplicações (Apps) dos transportes públicos (RATP em Paris, por exemplo) para nomeadamente verificar as linhas e estações em funcionamento, acompanhando também as notícias veiculadas pelos canais de informação e pelas redes sociais como o Twitter, mas seguindo apenas as contas oficiais (i.a. das Préfectures de Police e das Mairies, sobretudo a de Paris)”.

O aviso acrescenta que “a Mairie de Paris anunciou que vai divulgar, através de redes sociais e dos vários painéis informativos espalhados pela cidade, informação sobre zonas a evitar” e que, “adicionalmente, vários monumentos e museus, incluindo os mais emblemáticos, estão encerrados e vários eventos desportivos, culturais e associativos têm sido cancelados ou adiados”.

Relativamente ao restante território francês, a recomendação publicada pela Secretaria de Estado das Comunidades diz que “além de acções de protesto nalguns centros urbanos, [os viajantes] devem estar atentos a possíveis interrupções/bloqueios de trânsito nos eixos principais de ligação às grandes cidades, como por exemplo na A10 (Grande Paris-Bordéus) ou nos acessos a Marselha, que continuam a ser palco de bloqueios intermitentes ou móveis”.

A informação acrescenta que há “algumas dificuldades no reaprovisionamento de bombas de gasolina e de supermercados nas regiões de Marselha, Nice, Aix, Arles, Avignon”, que “o acesso ao aeroporto que serve a região da Provença pode ser novamente bloqueado”, bem como que “persistem alguns pontos de bloqueio na Bretanha, não se tendo, porém, registado incidentes graves”.

Também o Ministério britânico dos Negócios Estrangeiros, o Foreign and Commonwealth Office, emitiu um aviso aos cidadãos a alertá-los que várias atracções turísticas em Paris estarão fechadas amanhã, referindo que estão planeadas manifestações que poderão “causar extensas disruoções” e referindo que “manifestações recentes levaram à violência e danos vastos em propriedades”.

 

Clique para mais notícias: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP já voa para Washington – Dulles

17-06-2019 (17h16)

A TAP já liga as capitais de Portugal e dos Estados Unidos, com a inauguração no Domingo do seu voo TP231 para Washington – Dulles, que informou ter preços de ida desde 253 euros.

Hotéis 5-estrelas e alojamento local são as unidades com maiores aumentos de dormidas até Abril

17-06-2019 (16h59)

Os hotéis de 5-estrelas, com mais 117,9 mil dormidas nos primeiros quatro meses deste ano que no período homólogo de 2018 e os alojamentos locais, com mais 165,2 mil, são os estabelecimentos que maiores aumentos de dormidas tiveram no primeiro quadrimestre, em que o alojamento turístico português somou 16,67 milhões de dormidas, em alta de 3,9% ou 618,7 mil.

Portugal ultrapassa quatro milhões de turistas estrangeiros no primeiro quadrimestre

17-06-2019 (15h46)

Portugal teve 4.038,8 mil turistas residentes no estrangeiro em estabelecimentos de alojamento durante o primeiro quadrimestre, com um aumento em 5,6% ou cerca de 214 mil relativamente ao período homólogo de 2018.

Governo abre hoje candidaturas a empréstimo obrigacionista para empresas do turismo

17-06-2019 (13h48)

O Governo abre hoje as candidaturas a um empréstimo obrigacionista para empresas do turismo, perspectivando que esta “emissão agrupada” a sete anos atinja, pelo menos, 100 milhões de euros, com financiamento máximo de 15 milhões de euros por empresa.

INE realça ‘efeito Páscoa’ nos resultados da hotelaria portuguesa em Abril

17-06-2019 (11h48)

“Estes resultados foram influenciados pelo efeito do período de férias associado à Páscoa, que este ano ocorreu em meados de Abril, enquanto no ano anterior teve influência repartida entre Março e Abril”, assinala o INE ao revelar que em Abril o alojamento turístico português teve taxas de crescimento do nível que registou até 2018.

Noticias mais lidas