Presidente espera indigitar António Costa primeiro-ministro amanhã

07-10-2019 (16h36)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou hoje que espera receber ainda na terça-feira o primeiro-ministro que irá indigitar, após ouvir os dez partidos com representação parlamentar.

“Espero ainda amanhã [terça-feira], se for possível, em termos de tempo, depois receber em Belém o primeiro-ministro que vier a resultar em termos de indigitação da audição dos partidos”, declarou o chefe de Estado aos jornalistas, à saída de uma iniciativa no Centro de Congressos do Estoril.

Marcelo Rebelo de Sousa disse existir “uma razão de urgência”, que é a realização de “um Conselho Europeu muito importante para discutir o Brexit antes do dia 31 de Outubro”, na próxima semana.

“Conviria que o primeiro-ministro indigitado ouvisse os partidos numa composição diferente do parlamento, portanto, já deste parlamento acabado de eleger, sobre os temas europeus, antes da tomada de posição no Conselho Europeu”, considerou.

Na sequência das eleições legislativas de domingo, que os socialistas venceram sem maioria absoluta, o Presidente da República convocou os dez partidos que elegeram deputados ­— PS, PSD, BE, PCP, CDS-PP, PAN, PEV, Chega, Iniciativa Liberal e Livre — para audições no Palácio de Belém na terça-feira entre as 11h30 e as 20h00, por ordem crescente de representação parlamentar, “tendo em vista a indigitação do primeiro-ministro”.

O artigo 187.º da Constituição da República Portuguesa estabelece que “o primeiro-ministro é nomeado pelo Presidente da República, ouvidos os partidos representados na Assembleia da República e tendo em conta os resultados eleitorais”.

Os resultados oficiais das eleições legislativas de Domingo em Portugal Continental e Regiões Autónomas (faltando apurar os círculos da Europa e Fora da Europa) indicam que o PS elegeu 106 deputados, o PSD 77, o Bloco de Esquerda 19, o PCP - PEV 12, o CDS-PP cinco, o PAN quatro e Chega, Iniciativa Liberal e Livre um cada.

António Costa, líder do PS, que venceu as eleições, já declarou prerender reeditar a ‘geringonça’, desta feita alargada ao PAN e ao Livre, mas tudo vai depender do ‘preço’ que estiver disposto a pagar pelo seu apoio a um novo Governo PS.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Receitas turísticas portugueses aguentam crescimento médio este ano em 7,7%

18-10-2019 (14h37)

Passados os meses de Julho e Agosto, os mais fortes do turismo em Portugal, as receitas turísticas portugueses, que são os gastos de turistas estrangeiros no país, mantêm o crescimento médio em 7,7%, que significa um aumento de 897,62 milhões de euros.

Gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro sobem 17,8% em Agosto

18-10-2019 (14h34)

O Banco de Portugal contabilizou 626,92 milhões de euros de gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro, o que representa um aumento em 17,8% ou 94,71 milhões de euros relativamente ao montante de Agosto de 2018 depois de revisto pelo banco central em alta de 82,28 milhões.

Presidente da TAP descarta voos directos para a China “num futuro imediato”

18-10-2019 (13h38)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, descartou a hipótese de a companhia fazer voos directos de Portugal para a China "num futuro imediato", apesar do crescimento de turistas daquele país asiático.

Banco de Portugal revê balança turística em alta de 2,1 mil milhões de euros desde 2013

18-10-2019 (13h14)

O Banco de Portugal publicou ontem novos valores de receitas e gastos turísticos para os 79 meses desde 1 de Janeiro de 2013, numa revisão que ‘acrescenta’ 2.136 milhões de euros ao saldo entre gastos de turistas estrangeiros no país e gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro.

Presidente da República espera dar posse a todo o Governo na quarta-feira

17-10-2019 (14h11)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou hoje que espera dar posse a todos os membros do XXII Governo ao final da manhã de quarta-feira, dia 23, contando que a Assembleia da República se reúna na véspera.

Noticias mais lidas