Rentabilidade dos operadores volta a estar ameaçada, José Manuel Antunes, director-geral da Sonhando

03-06-2016 (16h35)

"Em termos de volume de vendas, sim. Em termos de rentabilidade, temo que não" - é a análise do mercado da operação turística avançada ao PressTUR pelo director-geral da Sonhando, José Manuel Antunes, que se queixa designadamente da concorrência de ‘operadores espanhóis'... "que só lixam as margens".

O que está em causa é um ciclo conhecido do mercado — oferta a mais que leva a queda de preços e, consequentemente, das margens dos operadores bem como das agências de viagens, que auferem comissões menores quando se trata de promoções.

A questão não é haver promoções para esgotar algumas partidas, porque é sempre melhor que deixar lugares vazios. A questão é quando essas promoções surgem cedo no início do período de vendas e vão determinar o preço médio de toda a operação.

De acordo com José Manuel Antunes, que tinha considerado positivos os últimos anos em resultado de uma adequação da oferta à procura, retirando do mercado a premência de promoções destruidoras de valor, 2016 arrisca ser uma interrupção nesse ambiente.

E no caso da sua operação mais importante, Cuba, em que este ano tem ‘a companhia’ da Jolidey, do grupo Barceló, cuja área de operação turística é liderada pelo fundador da falida Orizonia, Gabriel Subías, José Manuel Antunes comenta: “Cuba está bom, embora o preço médio e a margem estejam a baixar bastante em relação ao ano anterior, em consequência da concorrência que há, que de facto não é agradável”.

“Mas em termos de ocupação está excelente. A procura de Cuba mantém-se intacta, até um bocado maior”, acrescentou.

A Sonhando recomeçou os charters de Portugal para Cuba em 2014, com um voo semanal para Cayo Coco, e no ano passado acrescentou Varadero.

Este ano, o operador começou por manter esse perfil de oferta, mas entretanto o operador Jolidey avançou com o anúncio de um voo semanal também para Varadero, o que elevaria a oferta semanal de lugares para mais de 600, o que nem sequer foi atingido nos melhores anos de vendas, além de que esse total era sem contar com o voo de Cayo Coco.

A solução foi juntar as suas operações para Varadero e assim minimizar risco (para ler mais clique: Sonhando e Jolidey ‘casam’ charters para Cuba).

 

Ver também:

Sonhando & parceiros já têm garantidos quase 2.500 clientes para Cuba

Charters para Porto Santo repetem êxito de 2015

Rentabilidade dos operadores volta a estar ameaçada, José Manuel Antunes, director-geral da Sonhando


Clique para mais notícias: Sonhando

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

DECO recebeu mais de quatro mil queixas relativas a transporte aéreo em 2018

19-04-2019 (18h19)

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) recebeu mais de quatro mil reclamações relacionadas com transportes aéreos em 2018 e, no primeiro trimestre deste ano, elevam-se a 674.

Passes sociais no Algarve vão custar entre 14 e 40 euros

19-04-2019 (17h50)

Os passes dos transportes públicos no Algarve vão ter preços entre 14 e 40 euros, representando uma redução superior a 80% relativamente ao tarifário actualmente em vigor, anunciou hoje a Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL).

Agência que fretou autocarro acidentado no Caniço garante todo o apoio às vítimas e familiares

19-04-2019 (17h40)

A agência de viagens Travel One, que fretou o autocarro que se despistou na quarta-feira provocando 29 mortos em Caniço, concelho de Santa Cruz, Madeira, assegurou estar “a envidar esforços para que seja prestado todo o apoio às vítimas e aos seus entes próximos neste momento difícil e de dor”.

Chanceler alemã agradece trabalho dos socorristas no acidente no Caniço (Madeira)

18-04-2019 (12h04)

A chanceler alemã, Angela Merkel, manifestou hoje "tristeza e choque" na sequência do acidente com um autocarro no Caniço, Madeira, ao fim da tarde de quarta-feira, que provocou a morte de 29 turistas alemães.

Grupo de luxo LVMH completa aquisição da proprietária do hotel Reid’s na Madeira

18-04-2019 (10h32)

O grupo do segmento de luxo LVMH Moët Hennessy Louis Vuitton completou a aquisição da rede hoteleira Belmond, anteriormente Orient Express, proprietária entre outras unidades do Reid’s Madeira.