Aeroportos da ANA ultrapassam em Setembro os 20 milhões de passageiros

28-10-2010 (15h12)

Mais 1,4 milhões que em 2009

Os três aeroportos da ANA em Portugal Continental, Lisboa, Porto e Faro, e os quatro nos Açores, Ponta Delgada, Terceira, Horta e Flores, somaram 20,155 milhões de passageiros nos primeiros nove meses deste ano, mais 1,4 milhões que no período homólogo de 2009, segundo informação da empresa divulgada hoje.




Lisboa, maior aeroporto português, com 53,4% do total de passageiros da ANA, tem um aumento de 571,5 mil (+5,6%), para 10,755 milhões, Faro, nº 2, com 21,8% do total, está com 4,169 milhões, mais 220,4 mil ou +5,3% que no ano passado, e o Porto, que tem uma quota de mercado de 19,8%, é o que mais cresce, tendo um aumento de 586,9 mil passageiros ou +17,2% que no ano passado, para 3,411 milhões.
Os aeroportos dos Açores, por onde passaram até Setembro 5% do total de passageiros da ANA, têm o crescimento mais moderado, em 2,2% ou 21,3 mil passageiros, para 1,011 milhões.
O Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, foi, assim responsável por 41,9% do aumento de passageiros em aeroportos explorados pela ANA, e foi o único a ganhar participação no total de passageiros embarcados e desembarcados em aeroportos da empresa, aumentando 1,65 pontos.
Lisboa, foi o segundo aeroporto que mais contribuiu para o crescimento, com 40,8% do aumento total, mas também é o que mais baixa a participação no total de passageiros nos primeiros nove meses deste ano, decrescendo 0,94 pontos.
Faro, que baixou a participação em 0,45 pontos, foi responsável por 15,7% do aumento de passageiros e os Aeroportos dos Açores, que baixaram a participação em 0,26 pontos, deram 1,5% do aumento de passageiros.
A informação da ANA indica ainda que nos nove meses até Setembro “o destaque vai para o crescimento do segmento low cost”, com um aumento de 15,5%.
Dados dos Aeroportos de Lisboa, Porto e Faro a que o PressTUR teve acesso mostram que esse destaque reflecte a evolução em Faro e no Porto, porque em Lisboa as chamadas “tradicionais” reforçaram a participação.
Até Setembro, as chamadas “tradicionais” transportaram até Setembro 8,799 milhões de passageiros, mais 6,1% ou mais 505,9 mil que há um ano, e aumentaram a sua participação em 0,39 pontos, para 81,8% do total de passageiros.
Para esta evolução contou principalmente a TAP, com um aumento do número de passageiros em 7,3% ou mais 406,75 mil que no ano passado, para 5,978 milhões, o que equivale a 55,6% do total do Aeroporto, mais 0,88 pontos que há um ano.
A SATA Internacional foi a segunda companhia que mais contribuiu para esse reforço, ao subir a participação em 0,31 pontos, para 4,8%, por um aumento do número de passageiros em 12,8% ou 58,75 mil, para 517,77 mil.
As low cost, em Lisboa tiveram um decréscimo da participação em 0,70 pontos, para 14,4% do total do tráfego comercial, apesar de a easyJet ter um aumento de 0,43 pontos, para 9,9%.
As low cost transportaram até Setembro 1,545 milhões de passageiros de e para Lisboa, mais 0,7% ou mais 10,7 mil que há um ano, com a easyJet, por si só, a somar 1,06 milhões, mais 10,4% ou mais 100,1 mil que em 2009.
No Porto, a TAP conserva a liderança nos primeiros nove meses, com 1,3 milhões de passageiros (+1,9% ou mais 24,3 mil), o que equivale a 32,6% total, menos 4,89 pontos que há uma no.
As low cost Ryanair e easyJet são as que registam os maiores crescimentos no Porto, com aumentos, respectivamente, de 44,3% ou 374,1 mil, para 496,4 mil, e de 58,3% ou 182,8 mil, para 496,4 mil.
A Ryanair que há um ano representava 24,8% do total de passageiros no Porto está este ano com 30,5% e a easyJet sobe de 9,2% para 12,4%.
Em Faro, onde a grande mudança este ano foi a mudança da liderança das companhias aéreas, a Ryanair, com um crescimento de 132,4%, para 1,058 milhões, passou para nº 1, com 24,1% do total de passageiros.
A easyJet, que tradicionalmente liderava, baixou para nº 2, por uma queda do número de passageiros em 0,3%, para 942,6 mil, o que representa 21,5% do total do tráfego.
Nos primeiros nove meses deste ano, as low cost são responsáveis por 77,1% do total de passageiros embarcados e desembarcados em Faro, ao registarem um crescimento médio de 19,8%, para 3,385 milhões, com perdas tanto das “tradicionais” (-13,9%, para 316,46 mil passageiros) como, sobretudo, do segmento charter (-15,6%, para 685,4 mil), que há uns anos era o líder no Algarve.
A informação da ANA sobre o tráfego até Setembro nos aeroportos sob sua sugestão indica que os crescimentos mais fortes são da Ryanair, TAP e easyJet e que sete das dez rotas “com performance mais positiva” são operadas pela TAP e pela Ryanair.

Continua em:
Aeroportos da ANA crescem a dois dígitos no mês de Setembro


Tráfego aéreo em Faro bate recordes no Verão “empurrado” pelo crescimento da Ryanair em 182%

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Oceanário de Lisboa atingiu ontem um novo recorde diário de visitantes

12-12-2011 (21h37)

O Oceanário de Lisboa atingiu ontem um novo recorde de visitantes num só dia, beneficiando ter sido a “prenda de Natal” para 10,7 mil colaboradores da Volkswagen AutoEuropa e seus familiares.

Restaurante do Altis Belém tem nova carta e estreia menu de degustação de Trufa Negra

12-12-2011 (15h44)

O Restaurante Feitoria do Altis Belém Hotel & Spa, que conquistou este ano uma estrela Michelin, acaba de lançar a nova carta para a temporada de Inverno, “inspirada nos sabores fortes da terra”, que integra, pela primeira vez, um menu de degustação de Trufa Negra.

Hilton abre Hilton Nanjing Riverside à beira do Yangtze

12-12-2011 (09h45)

O Hilton Hotels & Resorts anunciou a abertura da segunda unidade em Nanjing, China, em menos de um mês. O novo Hilton Nanjing Riverside situa-se à beira do rio Yangtze e a sete quilómetros do bairro financeiro da cidade.

Ô Hotels & Resorts contrata gerente de vendas internacionais

10-12-2011 (18h17)

A cadeia hoteleira Ô Hotels & Resorts está a contratar um international hotel sales manager.

EV Viagens contrata técnica de turismo

10-12-2011 (18h15)

A EV Viagens, agência de Macedo Cavaleiros, Bragança, “ligada ao grupo Orizonia”, está a contratar uma técnica de turismo.

Noticias mais lidas