Clique aqui para ver mais
Contacto: presstur@presstur.com ... Sábado, 23-05-2015 5:13:01 (Lisboa)
Pesquisar:






 Dicas de Viagem
Tomaz Mettelo ao PressTUR
euroAtlantic vai alugar aviões à TAAG
e integrá-los na sua operação
Presstur 10-08-2007 (10h19) A companhia portuguesa euroAtlantic vai incorporar aviões da TAAG, actualmente interdita de operar de e para a União Europeia, através do aluguer exclusivamente das aeronaves, para as operar no seu modelo, em que assume totalmente a responsabilidade operacional, ainda que façam voos para a companhia angolana, confirmou ao PressTUR o seu presidente, Tomaz Metello.
“Já tivemos o OK da TAAG para avançarmos”, afirmou Tomaz Metello, que explicou que a euroAtlantic vai alugar os aviões da TAAG num sistema que na aviação é designado por dry-lease para significar que se refere apenas ao avião.
O presidente da euroAtlantic explicou que esses aviões serão depois operados de acordo com o modelo de negócio da empresa, que tem como core business os ACMI, sigla do inglês para indicar que se dedica ao aluguer de avião, tripulação, manutenção e seguro a outras companhias, entre elas a TAAG.
“Nós é que seremos responsáveis pela operação desses aviões”, sublinhou Tomaz Metello.
O presidente da euroAtlantic salientou que esta solução permitirá à TAAG, em primeiro lugar, não ter aviões que custam dezenas de milhões de dólares imobilizados ou subutilizados, e, por outro lado, reforça a possibilidade de manter voos com o seu código enquanto decorre o processo de resolução das não conformidades que levaram à sua interdição pela União Europeia.
Mesmo com essa interdição, a TAAG tem mantido voos com o seu código, nomeadamente entre Lisboa e Luanda, mas em avião da South African Airways (SAA), como anteriormente também teve com aparelhos da euroAtlantic, Orbest e White.
Este processo não viola as disposições da União Europeia, na medida em que a companhia angolana é a marketing carrier (tem a gestão comercial do voo) e a sul-africana é que é a operating carrier (responsável operacional).
É também neste modelo que a euroAtlantic desenhou o acordo finalizado ontem com a TAAG e que tem sido acompanhado pela Boeing, fabricante dos aviões utilizados pela companhia angolana.
A vantagem da solução desenhada com a euroAtlantic relativamente às soluções que têm sido encontradas é que além de se manter como marketing carrier, a TAAG pode resolver o problema da imobilização dos aviões, designadamente dos dois novos Boeing B777, para os quais a companhia liderada por Tomaz Metello está segura de que não faltam clientes [além da própria angolana], porque o mercado atravessa uma época de escassez de aparelhos para fazer face ao crescimento da procura.
As ligações entre São Tomé e Lisboa poderão ser uma das rotas beneficiadas por esta solução, uma vez que com a proibição da TAAG o voo Luanda – São Tomé – Lisboa, que a angolana operava para a STP Airways, passou a ter que fazer São Tomé – Luanda em avião próprio e depois Luanda – Lisboa no aparelho da SAA.
“Tive a ideia e avancei”, disse Tomaz Metello ao PressTUR, referindo que tem mantidas informadas as autoridades aeronáuticas portuguesa e europeia.
Tomaz Metello referiu que, porém, não há ainda uma data para a concretização da transferência dos aviões para o Certificado de Operador Aéreo (COA) da euroAtlantic, avançando apenas ter a expectativa que nas últimas semanas deste mês o processo possa avançar.
Tomaz Metello disse ainda ao PressTUR ser seu propósito aproveitar o “máximo de recursos” da TAAG, designadamente tripulações, quando certificadas pelas autoridades aeronáuticas europeia e portuguesa, e sublinhou que o seu propósito é ajudar a companhia angolana “a custo zero”.
O presidente da euroAtlantic admitiu que, porém, a empresa tem “interesses estratégicos” que passam por Angola e nomeadamente pela TAAG, tendo apontado como exemplo o facto de terem sido as duas transportadoras escolhidas pelo Governo de São Tomé para participarem no capital social da STP Airways.

Clique para mais notícias: euroAtlantic
Clique para mais notícias: TAAG
Entrada    Actualidade    Aviação






 Cruzeiros
Mein Schiff 1 e Mein Schiff 2
serão operados pela Thomson Cruises
21-05-2015 (13h04)

A Thomson Cruises vai aumentar a sua frota de navios de cruzeiros com a transferência de dois navios da companhia ‘irmã’ TUI Cruises, nomeadamente o Mein Schiff 1 e o Mein Schiff 2.

 Agências&Operadores
Partidas até 13 de Junho
Jolidey anuncia Playa Bávaro e Riviera Maya
desde 720 euros com voos via Madrid
22-05-2015 (17h00)

O operador Jolidey, do grupo Barceló Viajes, lançou hoje promoções dos pacotes de férias em tudo incluído em Playa Bávaro, República Dominicana, e Riviera Maya, México, com preços por pessoa em quarto duplo desde 720 euros, incluindo voo de Lisboa com conexão em Madrid para voo regular da sua companhia evelop.

Solférias promove circuito “Cuba Colonial”
com visitas a Havana, Trinidad e Varadero
22-05-2015 (15h55)

O operador turístico Solférias está a divulgar uma oferta para fazer o circuito “Cuba Colonial” este Verão, com visitas guiadas a Havana e Trinidad, encerrando o programa com três dias de praia em Varadero, incluindo voos directos de Lisboa e sete noites de alojamento.

APG propõe fazer o Caminho de Santiago
no "Comboio do Peregrino"
22-05-2015 (15h29)

A APG Portugal está a promover uma viagem num “TrenHotel” da Renfe para percorrer o Caminho de Santiago este Verão, em que inclui visitas guiadas e quatro noites de alojamento.