Hotéis e restaurantes na Tunísia reabrem a 4 de Junho

22-05-2020 (10h55)

As autoridades tunisinas anunciaram a reabertura em 4 de Junho de todos os locais de culto, dos cafés, dos restaurantes e dos hotéis, após mais de dois meses de encerramento devido à pandemia de covid-19.

A data de reabertura poderá ser alterada se houver um novo surto epidémico, salientaram numa conferência de imprensa os ministros dos Grandes Projetos, Lobna Jeribi, do Interior, Hichem Mechichi, e dos Assuntos Religiosos, Ahmed Adhoum.

Os hotéis e restaurantes, encerrados desde 22 de Março, vão reabrir a 50% da sua capacidade, enquanto está a ser ultimado um protocolo sanitário para detalhar as medidas de prevenção nos estabelecimentos turísticos.

A abolição de todas as medidas de confinamento está prevista para 14 de Junho, acrescentaram as autoridades, repetindo ainda os apelos pelo respeito das medidas de higiene e distanciamento social e o uso de máscaras.

As deslocações entre as diversas regiões administrativas do país magrebino vão permanecer proibidas e os controlos sanitários serão reforçados este fim de semana por ocasião do Aid al-Fitr, que assinala o fim do mês do Ramadão e geralmente se caracteriza por reuniões familiares.

As escolas permanecem encerradas até Setembro e apenas os cursos com exames finais serão retomados no final de Maio, e durante um mês. As creches e infantários também reabrirão no final de Maio.

O balanço oficial indica que na Tunísia, desde o início de Março, foram registados 1.045 casos de coronavírus, com 47 mortos, com a epidemia aparentemente a recuar nos últimos dias após as rigorosas medidas adoptadas pelas autoridades desde meados de Março.

“Não perdemos tempo e aprovámos decisões difíceis, audaciosas e por vezes criativas”, congratulou-se na noite de quarta-feira o primeiro-ministro Elyes Fakhfakh num discurso transmitido pela televisão.

Esta crise “expôs os problemas profundos” que já se conheciam mas, que segundo o chefe do Governo, “não há o direito de ignorar”, enumerando “a pobreza, a fragilidade da economia e a saturação das estruturas públicas a começar pelos serviços de saúde”.

O Governo de Tunes prepara actualmente uma revisão do orçamento 2020 e um programa de “reactivação da economia” que deve ser apresentado ao parlamento no final de Junho, que prevê designadamente a redução da burocracia, a informatização da administração, a preservação de empregos e a luta contra a corrupção, acrescentou Elyes Fakhfakh.

 

Clique para ver mais: Tunísia

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Viajar Tours promove vendas antecipadas para o Verão em Djerba

21-01-2021 (16h49)

O operador turístico Viajar Tours está a promover a sua campanha de vendas antecipadas para férias de Verão em Djerba, na Tunísia, com voos de Lisboa e do Porto.

Parque da Gorongosa distribui receitas pelas comunidades e contrata novos profissionais de saúde

19-01-2021 (12h26)

O Parque Nacional da Gorongosa, na região de Sofala em Moçambique, distribuiu 20% das suas receitas por sete comunidades da zona neutra em redor do parque, e contratou 25 novos profissionais de saúde comunitários neste mês de Janeiro.

Parque da Gorongosa assina acordos para desenvolvimento sustentável

19-01-2021 (12h24)

O Parque da Gorongosa, na região moçambicana de Sofala, assinou acordos para o desenvolvimento sustentável das suas comunidades e instalações e para a preservação da sua biodiversidade.

Royal Air Maroc anuncia tarifa promocional para Casablanca

18-01-2021 (13h25)

A Royal Air Maroc está a anunciar uma tarifa promocional para a ligação entre Lisboa e Casablanca, em Marrocos, com o preço de 159 euros, para reservas até 22 de Janeiro.

Sonhando anuncia oferta para férias São Tomé até 20 de Março

08-01-2021 (13h49)

O operador turístico Sonhando anunciou ao mercado a sua programação para férias São Tomé até 20 de Março, com voos STP Airways e sete noites de alojamento a partir de 879 euros por pessoa em quarto duplo.

Opinião e Análise