Macau antecipa e investe 2,2 ME no Festival de Luz

17-09-2020 (12h46)

Festival de Luz será o primeiro grande evento desde o início da pandemia

Macau vai antecipar o Festival de Luz de Dezembro para Setembro e investir 2,2 milhões de euros naquele que será o primeiro grande evento desde o início da pandemia e “um primeiro passo” para promover a imagem de uma cidade segura, anunciaram hoje as autoridades.

O festival, que vai custar 21 milhões de patacas (2,2 milhões de euros), foi antecipado, passando de Dezembro para começar no final de Setembro, para coincidir com uma possível primeira ‘vaga’ de turistas chineses, já que a China decidiu voltar a emitir vistos individuais e de grupo, o que deverá acontecer precisamente no fim do mês.

Isto num momento em que a companhia aérea Air Macau reforçou rotas para cidades chinesas e os hotéis começam a dar alguns sinais positivos ao nível das reservas, mas ainda com uma taxa de ocupação que não ultrapassa em média 25%, segundo a directora da entidade que gere o turismo em Macau.

Ainda assim, à margem da conferência de imprensa que serviu para apresentar o Festival da Luz, Maria Helena de Senna Fernandes mostrou-se muito cautelosa sobre o impacto do regresso dos vistos e estimou, inclusive, que o número de visitantes no Festival da Luz deverá atrair cerca de 200 mil pessoas, ou seja, metade do ano passado.

Num ano em que muitos dos eventos de grande escala foram cancelados ou adiados, a sexta edição do Festival de Luz de Macau é definido pelas autoridades como “um evento de aquecimento para receber visitantes”.

O festival vai realizar-se de 26 de Setembro a 31 de Outubro, com quatro roteiros principais a ligarem Macau e a ilha da Taipa através de instalações luminosas, espectáculos de projecção de vídeo e jogos interactivos.

Clique para ver mais: Ásia & Pacífico

Clique para ver mais: Actividades

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Tailândia emite visto para visitantes de longa duração

12-11-2020 (12h36)

Os residentes em Portugal vão poder requerir um visto de visitante de longa duração, de 60 a 90 dias, na Embaixada da Tailândia em Lisboa a partir de 15 de Novembro, mediante condições.

Visitantes em Macau quase duplicam num mês, mas longe dos níveis pré-covid

23-10-2020 (17h39)

O número de visitantes em Macau em Setembro quase duplicou em relação a Agosto, devido à retoma da emissão de vistos por parte da China, contudo ainda longe dos níveis pré-pandemia.

Marriott estreia marca Aloft no Japão

01-10-2020 (16h22)

A Marriott International abriu o primeiro hotel da sua marca Aloft no Japão, em Tóquio, uma unidade hoteleira com um design arrojado e cores brilhantes, num piscar de olho ao movimento cultural dos anos 1960 Miyuki-zoku.

Trabalhadores dos casinos de Macau vão utilizar máscaras até 22 de Março

23-09-2020 (10h50)

Todos os trabalhadores dos casinos de Macau vão continuar a ser obrigados a utilizar máscara até 22 de Março de 2021, segundo um despacho divulgado hoje pelo director dos Serviços de Saúde da capital mundial do jogo.

Taj Mahal reabre apesar de elevado número de novos casos diários de covid-19 na Índia

21-09-2020 (11h11)

O Taj Mahal, o monumento mais visitado na Índia, reabriu hoje após seis meses encerrado por causa da pandemia, apesar de o número diário de novos casos de covid-19 no país se manter perto dos 90 mil.

Opinião e Análise