Macau cria mais dez roteiros turísticos locais

20-07-2020 (12h46)

O Governo de Macau divulgou hoje, 20 de Julho, mais dez roteiros turísticos locais, que incluem experiências desde uma viagem de helicóptero por cerca de 43 euros, a visitas nocturnas com passagem pelo centro histórico, património mundial da UNESCO.

Lançado há cerca de um mês para impulsionar a economia, afectada pela Covid-19, o plano de turismo doméstico “Vamos Macau”, contempla agora 25 roteiros, 13 comunitários e 12 de lazer, com os residentes a receberem 560 patacas (62 euros) caso participem em duas excursões.

Em conferência de imprensa, as autoridades de Macau detalharam, por exemplo, que a viagem de helicóptero custará 398 patacas (43 euros).

Desde que foi lançado o plano, que pretende ajudar a recuperação gradual da indústria turística local, mais de 87 mil residentes inscreveram-se para participar nas excursões no território altamente dependente do turismo e que em 2019 recebeu quase 40 milhões de visitantes.

Horas antes, o Governo tinha anunciado que o número de visitantes em Macau caiu mais de 90% em Junho e 83,9% no primeiro semestre, em relação a iguais períodos de 2019. Se em Junho de 2019 a capital mundial dos casinos tinha recebido mais de três milhões de visitantes, agora, passado um ano, recebeu apenas 22.556 visitantes, indicaram os Serviços de Estatística e Censos de Macau (DSEC).

Com as fronteiras ainda praticamente encerradas para visitantes, o Governo de Macau lançou também, no dia 5 de Junho, a aplicação ‘Macau Ready Go’, que integra as promoções oferecidas por várias indústrias, empresas e lojas de Macau.

Até ao momento, explicaram as autoridades na conferência de imprensa, inscreveram-se na plataforma 641 empresas, que divulgaram mais de mil anúncios de promoções, foram descarregados 78 mil cupões e a página foi visitada mais de 1,3 milhões de vezes.

A plataforma tem como objetivo, no futuro, abranger o mercado turístico, ou seja, os visitantes, mas para já será focado para a população local.

Macau foi dos primeiros territórios a identificar casos de covid-19, antes do final de janeiro. O último, o 46.º, detectado em 25 de Junho, quando já não havia registo de novos casos desde 9 de Abril, já recebeu alta hospitalar.

Macau não registou nenhuma morte relacionada com a doença e não identificou qualquer infectado entre os profissionais de saúde.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Ásia & Pacífico

Clique para ver mais: Promoções

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Visitantes em Macau quase duplicam num mês, mas longe dos níveis pré-covid

23-10-2020 (17h39)

O número de visitantes em Macau em Setembro quase duplicou em relação a Agosto, devido à retoma da emissão de vistos por parte da China, contudo ainda longe dos níveis pré-pandemia.

Marriott estreia marca Aloft no Japão

01-10-2020 (16h22)

A Marriott International abriu o primeiro hotel da sua marca Aloft no Japão, em Tóquio, uma unidade hoteleira com um design arrojado e cores brilhantes, num piscar de olho ao movimento cultural dos anos 1960 Miyuki-zoku.

Trabalhadores dos casinos de Macau vão utilizar máscaras até 22 de Março

23-09-2020 (10h50)

Todos os trabalhadores dos casinos de Macau vão continuar a ser obrigados a utilizar máscara até 22 de Março de 2021, segundo um despacho divulgado hoje pelo director dos Serviços de Saúde da capital mundial do jogo.

Taj Mahal reabre apesar de elevado número de novos casos diários de covid-19 na Índia

21-09-2020 (11h11)

O Taj Mahal, o monumento mais visitado na Índia, reabriu hoje após seis meses encerrado por causa da pandemia, apesar de o número diário de novos casos de covid-19 no país se manter perto dos 90 mil.

Macau antecipa e investe 2,2 ME no Festival de Luz

17-09-2020 (12h46)

Macau vai antecipar o Festival de Luz de Dezembro para Setembro e investir 2,2 milhões de euros naquele que será o primeiro grande evento desde o início da pandemia e “um primeiro passo” para promover a imagem de uma cidade segura, anunciaram hoje as autoridades.

Opinião e Análise