Saiba como chegar ao mundo onde estiveram os portugueses - Ásia

09-06-2009 (21h03)

27 Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo (2)

Índia, Macau, Malaca, Barhein, são algumas paragens onde se encontram vestígios da passagem dos portugueses. Fortalezas e monumentos religiosos ainda podem ser encontrados e visitados.

4. Centro Histórico de Malaca, na Malásia
O centro histórico de Malaca foi começado a construir em 1511, por ordem de Afonso de Albuquerque.
A viagem de Lisboa para Malaca, pode ser feita com a Air France ou com a Malaysia Airlines via Paris (Charles de Gaulle) e Singapura, ou com a KLM via Amesterdão até Kuala Lumpur e depois apanhar um autocarro ou alugar um carro. O aeroporto de Malaca está actualmente a ser alvo de ampliação.

27. Ruínas de São Paulo em Macau
Um dos ex-libris do antigo território português, as ruínas de São Paulo foram outrora a Igreja da Madre de Deus e o adjacente Colégio de São Paulo, construídas em 1602, a mando da Companhia de Jesus.
De Lisboa para Macau pode-se ir com a TAP via uma capital europeia e seguir para Hong Kong, onde se apanha o over craft, que fará a ligação a Macau.



21. Fortaleza de Qal’at al Bahrein, em Manama no Bahrein
D. Constantino de Bragança mandou erguer esta fortaleza em 1559, que hoje se encontra no sítio arqueológico perto da capital, aberto ao público.
De Lisboa para o Bahrein pode viajar-se com a British Airways via Londres (LHW), ou com a TAP via Munique, Frankfurt ou Londres, seguindo para o Qatar com a Qatar Airways, e daí para o Bahrein.

5. Forte de Nossa Senhora da Conceição de Ormuz, ou simplesmente Fortaleza de Ormuz, ilha de Gerun, no estreito de Ormuz, no Irão
Começou a ser construída em1507, por ordem de Afonso de Albuquerque e actualmente só restam ruínas, mas continua a ser considerada a maior e mais moderna fortificação abaluartada feita pelos portugueses, no Médio Oriente.
O aeroporto mais próximo de Ormuz é o de Bandar-a-Bas (BND).
De Lisboa até o aeroporto final, pode ir-se pela Lufthansa via Frankfurt e Teerão – aeroporto Imam Khomeini Airport (IKA) ou pela KLM via Amesterdão e Teerão - Mehrabad Airport (THR) e regresso com a IranAir via Teerão – THR e Amesterdão.
O percurso até à ilha onde se encontra a fortaleza é feito de barco.

20. Fortificação de Mascate em Omã, (que inclui os Fortes de Al Marani e Al Jalali)
Construídos em 1522 por ordem de Diogo Lopes de Sequeira, os fortes ainda hoje se mantêm.
O aeroporto que serve a cidade é o de Muscat (Moscate), que pode ser alcançado pela British Airwasy via Londres (LHR), pela KLM via Amesterdão, com a TAP via Frankfurt e Qatar (DOH) e com a Qatar Airlines via Qatar (DOH) e Londres (LHR).

Índia
Na Índia ficam cinco dos monumentos a concurso. A entrada na Índia à partida de Lisboa pode-se fazer através do aeroporto de Bombaim (BOM), via uma cidade europeia.


22. Fortaleza de Diu, Gujarat, na cidade de Diu
Foi reconstruída em 1546 a mando de D. João de Castro e é até hoje uma das maiores fortificações de defesa do mundo.
Para ir até Diu faz-se um dos percursos até Bombaim e aí pode-se apanhar um voo da Jet Airways até ao aeroporto de Diu (no território de Damman) ou pode-se ir de comboio (são 168km de distância).

23. Fortaleza de Damão Grande, em Damão 
Dom Constantino de Bragança mandou construir esta fortaleza em 1559.
Para ir até Damão faz-se um dos percursos até Bombaim, depois apanha-se um voo até ao aeroporto de DIU (no território de Damman) com a Jet Airways ou pode-se ir de comboio (168km de distância).

24. Cidade de Baçaim, em Vasai, no estado de Maharashtra
Esta cidade foi alvo de uma intervenção portuguesa em 1535, por ordem de D. Nuno da Cunha, mas actualmente encontra-se em ruínas.
O aeroporto mais próximo é o de Bombaim, depois para Vasai pode-se ir de carro ou comboio.

25. Sé Catedral de Goa, em Goa Construída em 1562 e remodelada em 1614 por ordem de D. Sebastião, é a maior igreja portuguesa do Oriente e pode ser visitada.
Para ir até Goa à partida de Lisboa faz-se um dos percursos até Bombaim e depois apanha-se um voo da Jet Airways, da Air India ou da Kingfisher até ao aeroporto local.

6. Igreja do Bom Jesus de Goa, em Goa
Construída em 1585, por ordem da Companhia de Jesus, é uma das mais famosas igrejas do Oriente, pois acolhe o túmulo de São Francisco Xavier, encontrando-se aberta ao público.
De Lisboa para Goa faz-se um dos percursos até Bombaim e depois apanha-se um voo da depois apanha-se um voo da Jet Airways, da Air India ou da Kingfisher até ao aeroporto local.

Continua em: Saiba como chegar ao mundo onde estiveram os portugueses - América

Fotos: 7 Maravilhas
Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Trabalhadores dos casinos de Macau vão utilizar máscaras até 22 de Março

23-09-2020 (10h50)

Todos os trabalhadores dos casinos de Macau vão continuar a ser obrigados a utilizar máscara até 22 de Março de 2021, segundo um despacho divulgado hoje pelo director dos Serviços de Saúde da capital mundial do jogo.

Taj Mahal reabre apesar de elevado número de novos casos diários de covid-19 na Índia

21-09-2020 (11h11)

O Taj Mahal, o monumento mais visitado na Índia, reabriu hoje após seis meses encerrado por causa da pandemia, apesar de o número diário de novos casos de covid-19 no país se manter perto dos 90 mil.

Macau antecipa e investe 2,2 ME no Festival de Luz

17-09-2020 (12h46)

Macau vai antecipar o Festival de Luz de Dezembro para Setembro e investir 2,2 milhões de euros naquele que será o primeiro grande evento desde o início da pandemia e “um primeiro passo” para promover a imagem de uma cidade segura, anunciaram hoje as autoridades.

Resort nas Maldivas Gili Lankanfushi reabre hoje

01-09-2020 (15h47)

O resort de 45 villas nas Maldivas, Gili Lankanfushi, que integra a rede da plataforma Green Pearls, vai reabrir hoje, 1 de Setembro, com um novo protocolo de saúde e segurança.

Livraria do Turismo de Macau apresenta sugestões de leitura em Setembro

31-08-2020 (11h53)

A Livraria do Turismo de Macau vai apresentar ao longo do mês de Setembro sugestões de leituras relacionadas com Macau e com o Oriente, com descontos e ofertas.

Opinião e Análise