Taj Mahal reabre apesar de elevado número de novos casos diários de covid-19 na Índia

21-09-2020 (11h11)

Foto: Unsplash / Jovyn Chamb
Foto: Unsplash / Jovyn Chamb

Monumento mais visitado da Índia reabre com medidas restritivas

O Taj Mahal, o monumento mais visitado na Índia, reabriu hoje após seis meses encerrado por causa da pandemia, apesar de o número diário de novos casos de covid-19 no país se manter perto dos 90 mil.

Com uma população de 1,3 mil milhões de pessoas, a Índia é o segundo país do mundo com o maior número de infecções, depois dos Estados Unidos, totalizando mais de 5,4 milhões de contágios desde o início da pandemia.

Apesar disso, o Governo indiano está gradualmente a abrandar as regras instauradas para combater a pandemia, levantando restrições aos voos domésticos e à circulação de comboios ou à reabertura de mercados e restaurantes.

Encerrado ao público desde 17 de Março, o Taj Mahal voltou hoje a receber visitantes, depois de a reabertura, inicialmente anunciada para o início de Julho, ter sido adiada pelo Ministério da Cultura indiano, devido ao aumento de casos no país.

Construído no século XVII no norte da Índia, em Agra, 200 quilómetros a sul de Nova Deli, o mausoléu de mármore branco regista sete milhões de visitantes por ano.

O monumento, considerado Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, foi construído em homenagem à segunda mulher do imperador Shah Janan, a princesa Mumtaz Mahal, que morreu em 1631.

O anúncio da reabertura foi feito há duas semanas, tendo as autoridades garantido que a medida vai ser acompanhada de "todos os protocolos relacionados com a covid-19", incluindo uso obrigatório de máscara, medição da temperatura à entrada e limite ao número máximo de visitantes, de acordo com a agência de notícias France-Presse (AFP).

Apenas cinco mil visitantes serão admitidos por dia, um quarto do número habitual, informaram as autoridades.

A Índia é o segundo país do mundo com o maior número de casos, atrás apenas dos Estados Unidos, e o terceiro com mais mortos, depois daquele país e do Brasil.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Ásia & Pacífico

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Visitantes em Macau quase duplicam num mês, mas longe dos níveis pré-covid

23-10-2020 (17h39)

O número de visitantes em Macau em Setembro quase duplicou em relação a Agosto, devido à retoma da emissão de vistos por parte da China, contudo ainda longe dos níveis pré-pandemia.

Marriott estreia marca Aloft no Japão

01-10-2020 (16h22)

A Marriott International abriu o primeiro hotel da sua marca Aloft no Japão, em Tóquio, uma unidade hoteleira com um design arrojado e cores brilhantes, num piscar de olho ao movimento cultural dos anos 1960 Miyuki-zoku.

Trabalhadores dos casinos de Macau vão utilizar máscaras até 22 de Março

23-09-2020 (10h50)

Todos os trabalhadores dos casinos de Macau vão continuar a ser obrigados a utilizar máscara até 22 de Março de 2021, segundo um despacho divulgado hoje pelo director dos Serviços de Saúde da capital mundial do jogo.

Macau antecipa e investe 2,2 ME no Festival de Luz

17-09-2020 (12h46)

Macau vai antecipar o Festival de Luz de Dezembro para Setembro e investir 2,2 milhões de euros naquele que será o primeiro grande evento desde o início da pandemia e “um primeiro passo” para promover a imagem de uma cidade segura, anunciaram hoje as autoridades.

Resort nas Maldivas Gili Lankanfushi reabre hoje

01-09-2020 (15h47)

O resort de 45 villas nas Maldivas, Gili Lankanfushi, que integra a rede da plataforma Green Pearls, vai reabrir hoje, 1 de Setembro, com um novo protocolo de saúde e segurança.

Opinião e Análise